1.º governo da Monarquia Constitucional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Governos do Segundo Liberalismo (Monarquia Constitucional)
Brasão de armas do reino de Portugal.svg

O 1.º governo da Monarquia Constitucional, ou 1.º governo do Devorismo, nomeado a 24 de setembro de 1834 e exonerado a 27 de maio de 1835, foi liderado pelo duque de Palmela, e posteriormente pelo conde de Linhares. Foi o primeiro governo português a ter efetivamente um chefe de governo entre os seus membros, apesar de este cargo não estar juridicamente definido. Entre os dias 28 de abril e 4 de maio de 1835, a totalidade deste executivo serviu como chefe de governo de Portugal, por ausência de um presidente do Conselho de Ministros. Era constituído por conservadores (palmelistas), e por seguidores de D. Pedro IV pertencentes ao Grande Oriente Lusitano (chamorros).

A sua constituição era a seguinte:[1][2]

Cargo Detentor Período
Presidente do Conselho de Ministros Duque de Palmela 24 de setembro de 1834 a 28 de abril de 1835
Totalidade do Conselho de Ministros 28 de abril de 1835 a 4 de maio de 1835
Conde de Linhares 4 de maio de 1835 a 27 de maio de 1835
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios do Reino
Francisco de São Luís 24 de setembro de 1834 a 16 de fevereiro de 1835
Agostinho José Freire 16 de fevereiro de 1835 a 27 de maio de 1835
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios Eclesiásticos e de Justiça
António Barreto Ferraz de Vasconcelos 24 de setembro de 1834 a 28 de abril de 1835
Manuel Duarte Leitão 28 de abril de 1835 a 27 de maio de 1835
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Fazenda
José da Silva Carvalho 24 de setembro de 1834 a 27 de maio de 1835
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Guerra
Duque da Terceira 24 de setembro de 1834 a 20 de março de 1835
Conde de Vila Real (interino) 20 de março de 1835 a 27 de maio de 1835[Nota 1]
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Marinha e Ultramar
Agostinho José Freire 24 de setembro de 1834 a 16 de fevereiro de 1835
Conde de Vila Real 16 de fevereiro de 1835 a 28 de abril de 1835
Conde de Linhares 28 de abril de 1835 a 27 de maio de 1835
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios Estrangeiros
Conde de Vila Real 24 de setembro de 1834 a 16 de fevereiro de 1835
Duque de Palmela 16 de fevereiro de 1835 a 28 de abril de 1835
Conde de Vila Real 28 de abril de 1835 a 27 de maio de 1835

Galeria[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. A data de nomeação do marquês de Saldanha como novo ministro e secretário de Estado dos Negócios da Guerra é de 26 de maio de 1835. Contudo, o conde de Vila Real só seria exonerado no dia 27. O marquês de Saldanha é, para todos os efeitos, considerado apenas como ministro do 2.º governo da Monarquia Constitucional, que se seguiu.
Precedido por
Duque de Palmela
Chefe de governo de Portugal
1835
(I Governo da Monarquia Constitucional)
Sucedido por
Conde de Linhares

Referências

  1. Maltez, José Adelino. «Governo de Palmela / Linhares (1834–1835)». Politipédia — Repertório Português de Ciência Política. Observatório Político. Consultado em 17 de julho de 2013 
  2. Santos, Manuel Pinto dos (1986). «I Parte – Organização do poder governamental; 3. Do poder executivo – 3.2. Elencos ministeriais». Monarquia constitucional: organização e relações do poder governamental com a Câmara dos Deputados, 1834–1910. [S.l.]: Assembleia da República, Divisão de Edições 
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.