10.001 Destinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
10.001 Destinos: Ao Vivo
Coletânea musical de Engenheiros do Hawaii
Lançamento 2001
Gravação 24 e 25 de março de 2000, no Palace, São Paulo
2001
Gênero(s) Rock
Idioma(s) Português
Formato(s) CD Duplo
Gravadora(s) Universal Music
Produção Gil Lopes e Ricardo Moreira
Cronologia de Engenheiros do Hawaii
10.000 Destinos
(2000)
Surfando Karmas & DNA
(2002)

10.001 Destinos: Ao Vivo é um álbum da banda de rock brasileira Engenheiros do Hawaii, lançado em 2001. Consiste numa reedição em formato duplo do disco 10.000 Destinos, lançado no ano anterior, acrescido de sete faixas adicionais, gravadas em estúdio pela nova formação dos Engenheiros. 10.001 Destinos: Ao Vivo é, até agora, o único lançamento oficial da banda no formato duplo.

O disco 1 conta com as faixas ao vivo gravadas na antiga casa de shows paulistana Palace (atual Citibank Hall de São Paulo) nos dias 24 e 25 de Março de 2000, trazendo desde antigos sucessos, como Ouça o Que Eu Digo, Não Ouça Ninguém, Infinita Highway e Terra de Gigantes até canções recentes como A Montanha e A Promessa.

O disco 2, além das faixas de estúdio de 10.000 Destinos, traz sete regravações de estúdio, com a nova formação da banda, que trazia o guitarrista Paulinho Galvão, o baixista Bernardo Fonseca e o baterista Gláucio Ayala, além de marcar a volta de Gessinger à guitarra, após 14 anos como baixista. As canções regravadas fazem parte dos discos ¡Tchau Radar!, Simples de Coração e Ouça o que Eu Digo: Não Ouça Ninguém e até do próprio álbum anterior, 10.000 Destinos, além da regravação de duas músicas do repertório do Humberto Gessinger Trio.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas músicas compostas por Humberto Gessinger exceto onde estiver indicado.

CD 1[editar | editar código-fonte]

  1. A Montanha
  2. Infinita Highway
  3. A Promessa
  4. Ninguém = Ninguém
  5. Parabólica (Humberto Gessinger, Augusto Licks)
  6. Toda Forma de Poder
  7. Refrão de Bolero
  8. Somos Quem Podemos Ser
  9. Pra Ser Sincero (Humberto Gessinger, Augusto Licks)
  10. Piano Bar
  11. Ilex Paraguariensis/Alívio Imediato
  12. Terra de Gigantes
  13. Era Um Garoto, que como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones (Luisini; Migliacci/Versão de Brancato Junior)
  14. Ouça o Que Eu Digo, Não Ouça Ninguém
  15. O Papa é Pop/Cruzada (Tavinho Moura, Márcio Borges)

CD 2[editar | editar código-fonte]

  1. Números
  2. Rádio Pirata (Paulo Ricardo/Luiz Schiavon)
  3. Novos Horizontes
  4. Quando o Carnaval Chegar (Chico Buarque)
  5. Sem Você (¡É foda!)
  6. Freud Flinstone
  7. Eu que Não Amo Você
  8. A Perigo
  9. Nunca se Sabe
  10. Novos Horizontes
  11. Concreto e Asfalto

Músicos[editar | editar código-fonte]

CD 1 e Faixas 1 a 4 do CD 2[editar | editar código-fonte]

Faixas 5 a 11 do CD 2[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Engenheiros do Hawaii é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.