2.º governo do Vintismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Governos do Primeiro Liberalismo (Vintismo)
Coat of Arms of the Kingdom of Portugal (1640-1910).png

O 2.º governo do Vintismo, nomeado a 7 de Setembro de 1821[1] e exonerado a 27 de Maio de 1823 por ocasião da Vilafrancada, foi presidido pelo jurista Filipe Ferreira de Araújo e Castro, na qualidade de Ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Reino.[2]

A sua constituição era a seguinte:[3][4]

Cargo Detentor Período
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios do Reino
Filipe Ferreira de Araújo e Castro 7 de Setembro de 1821 a 27 de Maio de 1823
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Justiça, Eclesiásticos e Segurança Pública
[4]
José da Silva Carvalho 7 de Setembro de 1821 a 27 de Maio de 1823
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Fazenda
José Inácio da Costa 7 de Setembro de 1821 a 27 de Maio de 1823
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios da Guerra
Manuel Inácio Martins Pamplona Corte Real 7 de Setembro de 1821 a 13 de Outubro de 1821
Cândido José Xavier 13 de Outubro de 1821 a 27 de Maio de 1823
Ministro e Secretário de Estado dos
Negócios Estrangeiros
Silvestre Pinheiro Ferreira 7 de Setembro de 1821 a 27 de Maio de 1823

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diário da Governo, n.º 157, 5 de Julho de 1821 (que pode ser lido aqui).
  2. Maltez, José Adelino. «Primeiro ministério constitucional de D. João VI». Politipédia — Repertório Português de Ciência Política. Observatório Político. Consultado em 9 de Dezembro de 2015 
  3. Maltez, José Adelino. «Vintismo – 1820-1823». Politipédia — Repertório Português de Ciência Política. Observatório Político. Consultado em 9 de Dezembro de 2015 
  4. a b Moraes, Alexandre José Mello (1871). História do Brasil-Reino e Brasil-Império. 1.º. Rio de Janeiro: Typ. de Pinheiro & C. p. 75 
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.