2003 no desporto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ano: 1996
Arte
Carnaval
Ciência
Cinema
Desastres
Desporto
Divisões administrativas
Jogos eletrônicos
Jornalismo
Literatura
Música
Política
Religião
Vida social
Teatro
Televisão

Agenda[editar | editar código-fonte]

Automobilismo[editar | editar código-fonte]

  •   9 de Março - David Coulthard vence o GP da Austrália. É a 13ª e última vitória do escocês na carreira. A prova marca a estreia de Cristiano da Matta, Antonio Pizzonia, Justin Wilson e Ralph Firman.
  • 22 de Março - O espanhol Fernando Alonso larga na pole position no GP da Malásia. É a sua primeira pole na carreira e a primeira também da Espanha na categoria.[1]
  • 23 de Março - Kimi Raikkonen vence o GP da Malásia, sendo a primeira vitória do finlandês na carreira e Fernando Alonso é 3º colocado, seu primeiro pódio na carreira.[2]
  •   6 de Abril - Kimi Raikkonen vence o GP do Brasil.
  • 11 de Abril - Em Paris, França, a Federação Internacional de Automobilismo decidiu, após uma reunião de emergência, declarar o italiano Giancarlo Fisichella, da Jordan, vencedor do GP do Brasil. Na reunião, a FIA considerou que os comissários da prova foram induzidos ao erro pelo sistema de cronometragem, que apontou vitória de Raikkonen, da McLaren. Todo o problema aconteceu no intervalo entre o acidente do espanhol Fernando Alonso, no final da 55ª volta, e a ordem dos comissários de interromper a corrida - estavam previstas 71 voltas. No domingo, a federação havia considerado que a bandeira vermelha fora acionada quando Fisichella ainda estava na 55ª volta. Segundo as regras da F-1, caso a corrida seja interrompida antes de seu final, vale a classificação da penúltima volta percorrida. Assim, valeria a 53ª, quando o italiano ainda não ultrapassara Raikkonen. Porém evidências recebidas pela FIA mostraram que Fisichella já havia iniciado a 56ª volta quando a corrida foi encerrada.[3]
  • 18 de Abril - Giancarlo Fisichella recebeu das mãos de Kimi Raikkonen, o troféu pela vitória no GP do Brasil de F-1 (a primeira vitória de Fisico na categoria e última vitória do time irlandês). Os pilotos trocaram seus prêmios na linha de chegada da pista de Ímola, que contou ainda com os carros de ambos alinhados. O hino italiano foi executado e Giancarlo segurou uma bandeira de seu país. Completaram o pódio improvisado, os chefes da McLaren e da Jordan, Ron Dennis e Eddie Jordan respectivamente, e o inglês Bernie Ecclestone, homem que cuida dos interesses comerciais da F-1.[4]
  •   4 de Maio - Cristiano da Matta marca os primeiros 3 pontos com o 6º lugar no GP da Espanha e Ralph Fiman marca o primeiro (e único) ponto com o 8º lugar.
  • 28 de Junho - Kimi Raikkonen larga na pole do GP da Europa. É a primeira pole do piloto na categoria.
  •   6 de Julho - Ralf Schumacher vence o GP da França. É a sexta e última vitória do alemão na carreira.
  • 21 de Julho - Num comunicado oficial, a Jaguar dispensa Antonio Pizzonia por não ser capaz de mostrar seu potencial em 11 provas. Nas últimas cinco provas do campeonato, a partir do GP da Alemanha, a vaga do piloto brasileiro será ocupada pelo inglês Justin Wilson. Wilson, que estreou na Minardi nessa temporada, será substituído pelo dinamarquês Nicolas Kiesa também a partir da prova alemã.[5]
  • 23 de Agosto - O inglês Ralph Firman sofre acidente no treino livre do GP da Hungria e fica impossibilitado para o treino classificatório e a prova. Ele é substituído pelo húngaro Zsolt Baumgartner (terceiro piloto da equipe). É a estreia de Baumgartner na carreira, assim como da Hungria na principal categoria automobilística.[6]
  • 24 de Agosto - Fernando Alonso vence o GP da Hungria. É a primeira vitória do piloto e também a primeira da Espanha na categoria.
  • 28 de Setembro - Heinz-Harald Frentzen termina o GP dos Estados Unidos em 3º lugar. É o 18º e último pódio e também os últimos 6 pontos do piloto alemão na F-1.
  • 12 de Outubro - No GP do Japão, Michael Schumacher termina em 8º lugar, tornando-se hexacampeão mundial. O alemão supera o argentino Juan Manuel Fangio e passa a ser o piloto com mais títulos na F-1.

Futebol[editar | editar código-fonte]

Futebol americano[editar | editar código-fonte]

Rugby[editar | editar código-fonte]

Jogos Panamericanos[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Data Nome Profissão Nacionalidade Observações Ref
15 de janeiro Vivi-Anne Hultén patinadora artística  Suécia n. 1911
24 de janeiro Gianni Agnelli empresário e principal acionista  Itália n. 1921
28 de janeiro Emília Rotter patinadora artística  Hungria n. 1906
28 de fevereiro Chris Brasher atleta  Reino Unido n. 1928
26 de março Violet Cliff patinadora artística  Reino Unido n. 1916
20 de abril Daijiro Kato motociclista  Japão n. 1976
26 de maio Melitta Brunner patinadora artística  Áustria n. 1907
26 de junho Marc-Vivien Foé futebolista Camarões n. 1975
1 de agosto Guy Thys futebolista e treinador  Bélgica n. 1922
5 de dezembro Felix Kaspar patinador artístico  Áustria n. 1915

Referências

  1. «Alonso, 21, é o pole mais jovem da F-1». Folha de S.Paulo. 23 de março de 2003 
  2. «Raikkonen voa e vence pela 1ª vez na F-1». Folha de S.Paulo. 24 de março de 2003 
  3. «Fisichella é o 1º a vencer GP em gabinete». Folha UOL. 12 de abril de 2003 
  4. «Fisichella recebe troféu do finlandês». terra. 18 de abril de 2003 
  5. «Pizzonia, 11 GPs e 0 ponto, é dispensado». Folha de S.Paulo. 22 de julho de 2003 
  6. «Firman bate; Jordan fatura com piloto húngaro». Folha de S.Paulo. 24 de agosto de 2003 
  7. «Brasileiro-03 pode ser decidido na moeda». Folha de S.Paulo. 29 de março de 2003 
  8. «O cemitério da elite». Folha de S.Paulo. 25 de abril de 2003 
  9. «Palmeiras entala em estreia na 2ª divisão». Folha de S.Paulo. 28 de abril de 2003 
  10. «Palmeiras vence e conhece os rivais». Folha de S.Paulo. 28 de setembro de 2003 
  11. «Palmeiras ganha no DF e consegue vaga». Folha de S.Paulo. 22 de outubro de 2003 
  12. «Heroico, Palmeiras cai e se levanta dentro de campo». Folha de S.Paulo. 23 de novembro de 2003 
  13. «Com artilheiro e goleada, Palmeiras coroa acesso». Folha de S.Paulo. 30 de novembro de 2003 

Ver também[editar | editar código-fonte]