23º Regimento de Pioneiros Sikh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
23º Regimento de Pioneiros Sikh
Indian pioneers.png
Jemadar do 23º Regimento de Pioneiros Sikh (4º da direita)
País  Índia
Corporação Exército da Índia Britânica
Subordinação Exército da Índia
Missão Infantaria
Criação 1857
Extinção 1922
Patrono Eduardo VII
História
Guerras/batalhas 1857 Cerco de Delhi
1857 Cerco de Lucknow
1857 Captura de Lucknow
1958 Fortes de Taku (China)
1860 Fortes de Taku (China)
1860 Batalha de Palikao
1860 Pequim
1868 Abissínia
1878-80 Afeganistão
1878 Batalha de Peiwar Kotal
1879 Charasiah (Afeganistão)
1897 Kabul
1897 Chitral
1903 Tibet
1914-1918 I Guerra Mundial
1919 Afeganistão
1920 Iraque

O 23º Regimento de Pioneiros Sikh (em inglês: 23rd Sikh Pioneers) foi um regimento do Exército da Índia Britânica. Suas origens podem ser rastreadas até 1857, quando eles eram conhecidos como 15º Regimento da Infantaria (de Pioneiros) de Punjab. O regimento recrutava exclusivamente da comunidade Mazhabi Sikh da Província de Punjab. Apesar de haver "pioneiros" no nome, o regimento funcionou como um regimento de infantaria Sikh treinados especialmente como pioneiros de assalto.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Eles participaram da Batalha dos Fortes de Taku (1858 e 1860) e a Batalha de Palikao, durante a Segunda Guerra do Ópio. Foi seguido pela Expedição para Abissínia, uma expedição punitiva realizada pelas forças armadas do Império Britânico contra o Império Etíope e o imperador Tewodros II da Etiópia.[2] Em seguida participaram da Batalha de Peiwar Kotal, a Batalha de Charasiab na Segunda Guerra Afegã in 1878. Em 1903, participaram da expedição do Exército da Índia Britânica que invidiram o Tibete, na tentativa de prevenir o Império Russo de interferir no Tibete.

Depois da I Guerra Mundial, o governo Indiano reformou o exército, alterando de regimentos de batalhão único para regimentos de batalhões múltiplos.[3] Em 1922, o 23º Regimento de Pioneiros Sikh se tornou o 1º Batalhão, 3º Pioneiros de Sikh. Eles tiveram seu nome alterado novamente em 1929 para Corpo dos Pioneiros de Sikh, que foi abandonado em 1933. Durante a II Guerra Mundial o regimento foi reformado e se tornou o Infantaria Leve de Sikh. Este regimento foi alocado no novo Exército Indiano depois da independência da Índia.

Coroneis do Regimento[editar | editar código-fonte]

Rei Eduardo VII se tornou o Coronel-chefe do regimento em 1904

Nomes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 23º Infantaria Nativa de Bangali - 1861
  • 23º (Punjab) Infantaria Nativa de Bangali (Pioneiros) - 1864
  • 23º (Punjab) Infantaria de Bangali (Pioneiros) - 1885
  • 23º Pioneiros de Punjab - 1901

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 15 de junho de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. http://www.britishempire.co.uk/forces/armyunits/indianinfantry/23rdpioneers.htm
  3. Sumner p.15

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Barthorp, Michael; Burn, Jeffrey (1979). Indian infantry regiments 1860-1914. [S.l.]: Osprey Publishing. ISBN 0-85045-307-0 
  • Sumner, Ian (2001). The Indian Army 1914-1947. [S.l.]: Osprey Publishing. ISBN 1-84176-196-6