25 (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
25
Álbum de estúdio de Adele
Lançamento 20 de novembro de 2015 (2015-11-20)
Gravação 2013–2015
Gênero(s) Soul, Pop, R&B[1]
Duração 48:25
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital, vinil
Gravadora(s) XL, Columbia
Produção Greg Kurstin, Danger Mouse, Max Martin, Shellback, The Smeezingtons, Bruno Mars, Ryan Tedder, Linda Perry, Mark Ronson, Samuel Dixon, Paul Epworth, Lil Silva, Ariel Rechtshaid
Cronologia de Adele
Live at the Royal Albert Hall
(2011)
Singles de 25
  1. "Hello"
    Lançamento: 23 de outubro de 2015 (2015-10-23)
  2. "When We Were Young"
    Lançamento: 22 de janeiro de 2016 (2016-01-22)[2]
  3. "Send My Love (To Your New Lover)"
    Lançamento: 16 de maio de 2016 (2016-05-16)[3]
  4. "Water Under the Bridge"
    Lançamento: 4 de novembro de 2016 (2016-11-04)[4]

25 é o terceiro álbum de estúdio da artista musical inglesa Adele. O seu lançamento ocorreu em 20 de novembro de 2015, através da XL Recordings. Após o lançamento de seu segundo disco 21, que foi bem recebido criticamente e comercialmente, a cantora considerou parar sua carreira e sair da indústria musical de forma positiva. Entretanto, ela decidiu fazer um hiato e criar seu filho. Durante este período, ela sofreu com bloqueio de escritor e reagendou sessões de gravação para um novo projeto, com medo de ter perdido sua habilidade para compor. Em 2013, a vocalista teve um avanço e começou a desenvolver o material que viria a formar 25, compondo e gravando continuamente até 2015.

Intitulado como um reflexo da vida e do espírito da artista aos 25 anos de idade, 25 é um "disco de fazer as pazes", conforme dito pela própria cantora. Musicalmente, o projeto é musicalmente derivado do pop e infunde elementos de diferentes gêneros em sua composição, como folk e soul. Ao contrário do trabalho anterior da cantora, 25 incorpora elementos eletrônicos e padrões de criação rítmica, apresentando elementos do R&B dos anos 1980 e órgãos. Seu conteúdo lírico é baseado no anseio de Adele por sua personalidade antiga, sua nostalgia e melancolia sobre a passagem do tempo, além de temas como maternidade e arrependimento.

Considerado um dos álbuns mais aguardados do ano, 25 obteve análises geralmente positivas de críticos musicais, que elogiaram o retorno da artista, seus vocais e a produção do disco. Também foi bem recebido comercialmente, atingindo o topo das tabelas musicais de diversos países e tornando-se o disco mais vendido rapidamente nos Estados Unidos e no Reino Unido, com 3.38 milhões e 800 mil cópias comercializadas em sua semana de estreia, respectivamente. Juntamente com este número de vendas, o trabalho também foi notado por encorajar o público a comprar unidades físicas em vez de digitais ou ouvi-lo em serviços de streaming, nos quais não foi disponibilizado.

O primeiro single do álbum, "Hello", foi lançado em 23 de outubro de 2015, após uma prévia ter sido divulgada dias antes no comercial do reality show musical The X Factor. Foi bem recebido criticamente e comercialmente, tornando-se a primeira canção a ultrapassar a marca de um milhão de downloads digitais em território estadunidense no período de uma semana.[5]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O segundo álbum de estúdio da artista, 21, foi lançado em 2011 e obteve uma recepção crítica e comercial bastante favorável, vencendo seis Grammy Awards em 2012 — incluindo o de Album of the Year[6] — e atingindo o topo das tabelas musicais em mais de 30 países, tornando-se um dos mais vendidos de todos os tempos com 30 milhões de unidades comercializadas.[7][8] Após o lançamento do projeto, Adele considerou parar sua carreira e sair da indústria musical, pensando que seria melhor "sair de uma maneira positiva". Entretanto, no começo de 2012, ela anunciou que faria uma pausa para "dar um tempo e viver um pouco".[9] O hiato musical acabou sendo encerrado depois do nascimento do primeiro filho da vocalista em outubro daquele ano; tal fato a inspirou gravar novas canções, para que seu filho "soubesse o que ela faz".[10][11] Antes do início das gravações do disco, a intérprete fez uma decisão consciente de não tentar criar outro 21 e que não faria outro "disco de término de namoro".[12] No final de 2012, foi lançada "Skyfall", música-tema do filme homônimo, que venceu diversos prêmios incluindo o Oscar de Best Original Song.[13]

Canções descartadas[editar | editar código-fonte]

Adele co-escreveu "Alive" com Jesso e Sia. Inicialmente dedicada ao 25 juntamente com "Bird Set Free" e outra faixa, Adele decidiu não incluir as canções no álbum. Seguindo a decisão de Adele, Sia pediu permissão à cantora para dar a canção para Rihanna. Adele, portanto, aceitou a proposta, contanto que seus vocais não estivessemp presentes na canção, dizendo: "Eu não quero meus vocais flutuando na demo." Eventualmente, Sia gravou a canção para seu sétimo álbum de estúdio, This Is Acting.[14] "Bird Set Free" foi gravada por Adele, mas decidiu não incluir no álbum, pois era semelhante ao trabalho de Sia; ademais, a canção foi novamente gravada por Sia e incluída no This Is Acting.[15]

Antes de começar a trabalhar no álbum, Adele se encontrou com o músico Phil Collins para discutir sobre uma colaboração. "Eu tinha essa canção em minha mente," disse a cantora à Rolling Stone, "e eu não consigo lembrar se dei a ele uma cópia da canção ou se dei a ele o coro ou algo do tipo, então eu me assustei."[16] "Ela é um peixinho escorregadio...", disse Collins. "Ela entrou em contato comigo e perguntou se eu iria escrever com ela. Ela me deu uma musica para terminar e não sabia se tinha falhado, pois não tinha mais notícias dela. Então ela disse: "Não, não; estou mudando de casa e o bebê está tomando muito do meu tempo. Não estou fazendo nada no momento."[17]

Lançamento e divulgação[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2015, foi informado pela Billboard que a gravadora de Adele possuía intenções de lançar seu terceiro álbum de estúdio em novembro daquele ano.[18] Dois meses depois, começaram a circular rumores de que o trabalho seria lançado em 20 de novembro, após diversos jornalistas especularem que cantores como Justin Bieber e bandas como 5 Seconds of Summer e One Direction estavam mudando a data do lançamento de seus discos, a fim de evitar concorrência com a artista, para que suas vendas não fossem afetadas.[19][20]

Em 18 de outubro de 2015, uma prévia de 30 segundos do single "Hello" foi exibida na televisão britânica durante o intervalo comercial do reality show The X Factor em um fundo preto.[21] Três dias depois, Adele publicou uma carta aberta para seus fãs através de suas redes sociais falando sobre o álbum, na qual divulgou que o título seria 25 e que tal nome era uma reflexão de sua idade e seu estado de espírito aos 25 anos de idade, descrevendo o momento como um "ponto de virada", pois estava no limite entre ser uma adolescente com idade avançada ou uma adulta.[22] Na carta, ela disse que o projeto falava sobre conhecer a pessoa que ela havia se tornado sem perceber, finalizando pedindo desculpas por demorar tanto tempo para voltar.[22] No dia seguinte, a cantora confirmou que o disco seria lançado em 20 de novembro e divulgou sua respectiva capa nas redes sociais.[23] Um dia antes do lançamento do material, foi noticiado pelo The New York Times que o álbum não seria disponibilizado em serviços de streaming como Spotify e Apple Music.[24]

No dia 27 de outubro, a BBC One anunciou planos para um especial televisivo de uma hora sobre Adele apresentado por Graham Norton, no qual ela falarra sobre seu novo álbum. Intitulado Adele at the BBC, o especial foi gravado em 2 de novembro e transmitido em 20 do mesmo mês, coincidindo com o lançamento do álbum.[25] No mesmo dia, foi anunciado que a cantora iria se apresentar no Saturday Night Live e 21 de novembro.[25] Três dias depois, a vocalista confirmou através de seu Facebook que faria um concerto único intitulado Adele Live in New York City, o qual seria realizado no Radio City Music Hall no dia 17 de novembro. Posteriormente, o canal televisivo NBC anunciou que a apresentação seria transmitida em 14 de dezembro, como parte de sua programação de fim-de-ano.[26][27]

Crítica profissional[editar | editar código-fonte]

25 foi bem recebido por críticos musicais, que elogiaram sua produção, os vocais da artista e seu retorno à música. O portal Metacritic, com base em 34 resenhas recolhidas, concedeu ao disco uma média de 75 pontos, em uma escala que vai até cem, indicando "análises geralmente positivas".[28] Neil McCormick do jornal The Daily Telegraph disse que o álbum é de alto nível assim como seu antecessor, afirmando que o sacrifício da crueza rendeu uma maturidade com classe. [29] Leah Greenblatt da revista Entertainment Weekly avaliou o álbum positivamente, afirmando que a voz de Adele nele é a nona maravilha do mundo.[30] Para Jody Rosen da Billboard, o trabalho tem seus momentos fracos porém é algo "suficiente para suprir a falta que Adele fez nesses árduos quatro anos".[31] Regis Tadeu escrevendo para o Yahoo!, publicou uma crítica negativa, dizendo que "Adele faz de '25' um dos álbuns mais surpreendentes produzidos nos últimos anos. De tão ruim..."[32]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Hello"   Adele Adkins, Greg Kurstin Kurstin 4:55
2. "Send My Love (To Your New Lover)"   Adkins, Max Martin, Shellback Martin, Shellback 3:43
3. "I Miss You"   Adkins, Paul Epworth Epworth 5:49
4. "When We Were Young"   Adkins, Tobias Jeso, Jr. Ariel Rechtshaid 4:51
5. "Remedy"   Adkins, Ryan Tedder Tedder 4:05
6. "Water Under the Bridge"   Adkins, Kurstin Kurstin 4:00
7. "River Lea"   Adkins, Brian Burton Danger Mouse 3:45
8. "Love in the Dark"   Adkins, Samuel Dixon Dixon 4:46
9. "Million Years Ago"   Adkins, Kurstin Kurstin 3:47
10. "All I Ask"   Adkins, Bruno Mars, Ari Levine, Christopher Brown The Smeezingtons 4:32
11. "Sweetest Devotion"   Adkins, Epworth Epworth 4:12
Duração total:
48:25
Notas
A - denota produtores adicionais

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato(s) Gravadora
Mundo[111] 20 de novembro de 2015 CD, download digital, vinil XL
 Estados Unidos[33] CD
 Japão[34] Universal Music

Referências

  1. Stephen Thomas Erlewine. «25 - Adele | Allmusic» (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  2. «Adele - When We Were Young (Radio Date: 22-01-2016)» (em italiano). EarOne. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 4 de fevereiro de 2016. 
  3. «Hot/Modern/AC Future Releases» (em inglês). All Access. All Access Music Group. Consultado em 9 de maio de 2016. 
  4. «Water Under the Bridge - Single by Adele» (em inglês). Apple Music. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  5. Gary Trust (2 de novembro de 2015). «Adele Says 'Hello' to No. 1 Hot 100 Debut; First Song to Sell 1 Million Downloads in a Week». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de dezembro de 2015. 
  6. «54th Grammy Awards» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  7. Ashley Williams (19 de março de 2015). «Adele's '21' officially the best-selling UK album of millennium». NME (em inglês). IPC Media. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  8. Eamonn Forde (9 de julho de 2014). «From Robin Thicke to Mariah and Mick: five blockbuster albums that bombed». The Guardian (em inglês). Guaridan Media Group. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  9. Gil Kaufman (3 de abril de 2012). «Adele To Release New Single This Year» (em inglês). MTV News. Viacom. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  10. «Adele Admits Almost Quitting Music After '21'» (em inglês). CBS Radio. Columbia Broadcasting System. 23 de outubro de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  11. Jessica Letkemann (21 de outubro de 2012). «Adele Gives Birth to Baby Boy». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  12. Hattie Collins (29 de outubro de 2015). «Adele interview: world exclusive first interview in three years». i-D (em inglês). Vice Media. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  13. «Adele's 'Skyfall' wins best song». BBC Online (em inglês). BBC News. British Broadcasting Corporation. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  14. «Sia: The songs from my new album were rejected by everyone else». Stuff.co.nz. Consultado em 25 de setembro de 2015. 
  15. Daw, Robbie (3 de novembro de 2015). «Sia's 'Bird Set Free': Listen To Yet Another Song Rejected By Adele». Idolator. Consultado em 6 de novembro de 2015. 
  16. Hiatt, Brian (30 de novembro de 2015). «17 Things You Learn Hanging Out With Adele». Rolling Stone. Consultado em 26 de junho de 2016. 
  17. White, Terri (dezembro de 2014). «Cash for questions». Q: 32 
  18. Hugh McIntyre (25 de setembro de 2015). «Is Adele's New Album Finally Coming in November?» (em inglês). Forbes. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  19. «Adele's new track: Other artists pushed material back to avoid clash». BBC News (em inglês). BBC Online. British Broadcasting Corporation. 19 de outubro de 2015. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  20. Sade Spencer (13 de outubro de 2015). «Adele's New Album '25' to be Epic Release, Other Artists Advised to Drop Their Records at a Later Date» (em inglês). Latinos Post. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  21. «Adele 'teases new material in TV advert'». BBC Online. British Broadcasting Corporation. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  22. a b Joe Lynch (21 de outubro de 2015). «Adele Finally Shares Update on New Album '25': 'I'm Sorry It Took So Long'». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  23. Nolan Feeney (22 de outubro de 2015). «Adele Just Shared the Release Date for New Album 25». Time (em inglês). Time Inc. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  24. Ben Sisario (19 de novembro de 2015). «Adele Is Said to Reject Streaming for '25'». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  25. a b Mark Savage (27 de outubro de 2015). «Adele to film BBC One special with Graham Norton». BBC News (em inglês). BBC Online. British Broadcasting Corporation. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  26. Jessica Goodman (30 de outubro de 2015). «Adele will perform one-night-only show at Radio City Music Hall». Entertainment Weekly (em inglês). Time Inc. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  27. Maeve McDermott (30 de outubro de 2015). «NBC plans 'Adele Live in New York City' concert special». USA Today (em inglês). Gannett Company. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  28. «25 - Adele - Metacritic» (em inglês). Metacritic. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  29. Neil McCormick (18 de novembro de 2015). «Adele, 25, album review: 'pop doesn't come more perfect than this'». The Daily Telegraph (em inglês). Telegraph Media Group. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  30. Leah Greenblatt (19 de novembro de 2015). «25 by Adele: EW's review». Entertainment Weekly (em inglês). Time Inc. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  31. Jody Rosen (19 de novembro de 2015). «Adele Powers Through a Lifetime of Regret & Weariness on '25': Album Review». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 11 de dezembro de 2015. 
  32. Regis Tadeu (25 de novembro de 2015). «Adele faz de "25" um dos álbuns mais surpreendentes produzidos nos últimos anos. De tão ruim...». Yahoo!. Consultado em 25 de março de 2017. 
  33. a b «Adele - 25 - Target Exclusive» (em inglês). Target. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  34. a b «25 [Japan Bonus Track] by Adele» (em inglês). Universal Music. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  35. «Adele – 25 (Entertainment Monitoring Africa)» (em inglês). Entertainment Monitoring Africa. Consultado em 5 de dezembro de 2015. 
  36. «Adele – 25 (Media Control Charts)» (em inglês). Media Control Charts. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  37. «Adele – 25 (CAPIF Albums Chart)» (em espanhol). CAPIF Albums Chart. Consultado em 26 de março de 2016. 
  38. «Adele – 25 (ARIA Charts)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  39. «Adele – 25 (Ultratop 50)» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  40. «Adele – 25 (Ultratop 40)» (em inglês). Ultratop 40. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  41. «Adele – 25 (Associação Brasileira dos Produtores de Discos)». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. 2 de janeiro de 2016. Consultado em 23 de outubro de 2016.. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2016 
  42. «Adele – 25 (Canadian Albums Chart)» (em inglês). Canadian Albums Chart. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  43. «Adele – 25 (Gaon Music Chart)» (em inglês). Gaon Music Chart. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  44. «Adele – 25 (Hrvatska diskografska udruga)» (em inglês). Hrvatska diskografska udruga. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  45. «Adele – 25 (Hitlisten)» (em inglês). Hitlisten. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  46. «Adele – 25 (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  47. «Adele – 25 (Productores de Música de España)» (em inglês). Productores de Música de España. Consultado em 5 de dezembro de 2015. 
  48. Keith Caulfield (28 de novembro de 2015). «Adele's '25' Official First Week U.S. Sales: 3.38 Million». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 29 de novembro de 2015. 
  49. «Adele – 25 (Digital Albums)» (em inglês). Digital Albums. Consultado em 5 de dezembro de 2015. 
  50. «Adele – 25 (IFPI Finkândia)» (em inglês). IFPI Finlândia. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  51. «Adele – 25 (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em inglês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  52. «Adele – 25 (IFPI Grécia)» (em inglês). IFPI Grécia. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. 
  53. «Adele – 25 (Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége)» (em inglês). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 27 de dezembro de 2015. 
  54. «Adele – 25 (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  55. «Adele – 25 (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 1º de dezembro de 2015. 
  56. «Adele – 25 (Oricon)» (em inglês). Oricon. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  57. «Adele – 25 (Mexican Albums Chart)» (em inglês). Mexican Albums Chart. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  58. «Adele – 25 (VG-lista)» (em inglês). VG-lista. Consultado em 1º de dezembro de 2015. 
  59. «Adele – 25 (NZ Top 40 Albums)» (em inglês). NZ Top 40 Albums. Consultado em 1º de dezembro de 2015. 
  60. «Adele – 25 (MegaCharts)» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  61. «Adele – 25 (Związek Producentów Audio Video)» (em inglês). Związek Producentów Audio Video. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  62. «Adele – 25 (Associação Fonográfica Portuguesa)» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  63. Rob Copsey (27 de novembro de 2015). «Adele's 25 is officially the UK's biggest Number 1 album ever» (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 27 de novembro de 2015. 
  64. «Adele – 25 (IFPI Česká Republika)» (em inglês). IFPI Česká Republika. Consultado em 1º de dezembro de 2015. 
  65. «Adele – 25 (Russian Music Charts)» (em inglês). Russian Music Charts. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  66. «Adele – 25 (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  67. «Adele – 25 (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 5 de dezembro de 2015. 
  68. «Top 100 Album-Jahrescharts 2015» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 8 de janeiro de 2016. 
  69. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Albums 2015» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 5 de janeiro de 2016. 
  70. «Jahreshitparade Alben 2015» (em inglês). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 1º de janeiro de 2016. 
  71. «Jaaroverzichten 2015» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 23 de dezembro de 2015. 
  72. «Rapports annuels 2015» (em inglês). Ultratop 40. Consultado em 23 de dezembro de 2015. 
  73. «Números do Mercado - Ano 2015». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 19 de abril de 2016. 
  74. «2015년 Album Chart» (em inglês). Gaon Music Chart. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  75. «Top 50 strana 2015» (em inglês). Hrvatska diskografska udruga. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  76. «Album Top-100 2015» (em inglês). Hitlisten. Consultado em 1º de janeiro de 2016. 
  77. Julien Goncalves (4 de janeiro de 2016). «Les meilleures ventes d'albums de l'année 2015 en France» (em francês). Charts in Frace. Consultado em 5 de janeiro de 2016. 
  78. «Összesített album- és válogatáslemez-lista – eladási darabszám alapján – 2015» (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 2 de abril de 2016. 
  79. «Best of 2015 - Albums» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 2 de abril de 2016. 
  80. «Classifiche "Top of the Music" 2015 FIMI-GfK: La musica italiana in vetta negli álbum e nei singoli digitali» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. 8 de janeiro de 2016. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  81. «Los Más Vendidos 2015» (em espanhol). Mexican Albums Chart. Consultado em 26 de janeiro de 2016. 
  82. «Top Selling Albums of 2015» (em inglês). NZ Top 40 Albums. Consultado em 25 de dezembro de 2015. 
  83. «Jaaroverzichten 2015» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 27 de dezembro de 2015. 
  84. «Lista OLiS – podsumowanie 2015 roku» (em polonês). Związek Producentów Audio Video. Consultado em 2 de abril de 2016. 
  85. Rob Copsey (5 de janeiro de 2016). «The Official Top 40 Biggest Artist Albums of 2015 revealed» (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 5 de janeiro de 2016. 
  86. «Пятьдесят оттенков дерзкого» (em russo). Russian Music Charts. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  87. «Jahreshitparade 2015» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  88. «Adele on fast track with '25' Sales» (em inglês). Times Live. 25 de novembro de 2015. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  89. «Gold-/Platin-Datenbank (Adele; '25')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  90. «Disco de Platino para Adele» (em espanhol). CMTV. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  91. «ARIA Charts – Accreditations – 2015 Albums» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 26 de janeiro de 2016. 
  92. «IFPI Austria – Gold & Platinum» (em inglês). IFPI Áustria. Consultado em 19 de março de 2016. 
  93. «Ultratop - Goud en Platina - 2015» (em inglês). Belgian Entertainment Association. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  94. «Cantora britânica vendeu mais de 2 milhões de discos no Brasil» (em inglês) 
  95. «Music Canada - Gold/Platinum - 25» (em inglês). Music Canada. Consultado em 26 de janeiro de 2016. 
  96. «Certificeringer - Adele - 25» (em dinamarquês). IFPI Dinamarca. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  97. «Adele - 25» (em espanhol). El Portal de Música. Consultado em 31 de dezembro de 2015. 
  98. «RIAA – Gold & Platinum – 25» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de setembro de 2016. 
  99. «Adelen uusi albumi on myynyt Suomessa tuplaplatinaa» (em finlandês). Playground Music Finland. 21 de dezembro de 2015. Consultado em 27 de dezembro de 2015. 
  100. «Top Albums : Adele résiste remarquablement, Fréro Delavega plus fort que Patrick Bruel» (em francês). Charts in France. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  101. «Adatbázis – Arany- és platinalemezek – 2016» (em inglês). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 8 de janeiro de 2015. 
  102. «FIMI - Certificazioni» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 1º de julho de 2016. 
  103. «Nuevo álbum de Adele obtiene Disco de Platino en México». Excelsior (em espanhol). InventMX. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 3 de janeiro de 2016. 
  104. «NZ Top 40 Albums Chart» (em inglês). NZ Top 40 Albums. Consultado em 31 de dezembro de 2015. 
  105. «Adele's 25 bestverkochte album in 2015» (em holandês). Entertainment Business. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  106. «Platynowe płyty CD - Archiwum» (em inglês). Związek Producentów Audio Video. Consultado em 31 de dezembro de 2015. 
  107. «Certified Awards» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 1º de julho de 2016. 
  108. «Årlista Album - År 2015» (em sami do norte). Sverigetopplistan. Consultado em 12 de janeiro de 2016. 
  109. «Awards» (em inglês). IFPI Suíça 
  110. Karem González (11 de dezembro de 2015). «Adele e One Direction obtienen disco de oro en Venezuela» (em espanhol). Notiminuto. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  111. Conferir: