37 mm M1939

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arma Automática de defesa Antiaérea de 37 mm M1939 (61-K)
61-K.jpg
37 mm M1939 exibida no Museu de Artilharia de Petersburg.
Tipo Arma de Defesa Antiaérea
Local de origem União Soviética
História operacional
Guerras Segunda Guerra Mundial
Histórico de produção
Período de
produção
1939–1945 (USSR)
Quantidade
produzida
20,000 (USSR)
Especificações
Peso 2,100 kg (4,600 lb)
Projétil 37×250 mm. R
Calibre 37 mm (1.5 in)
Elevação -5° to 85°
Movimento
transversal
360°
Cadência de tiro 90 disparos por minuto[1]
Velocidade de saída 880 m/s
Alcance efetivo 8.5 km (5.3 mi)
37 mm M1939 no Museu Chatzerim de Israel.

A Arma automática de defesa antiaérea 37 mm M1939 (Prefixo: 61-K) foi uma arma Soviética de calibre 37 mm desenvolvida para cumprir papel defensivo como uma armaantiaérea, a mesma passou a ser utilizada durante o final da década de 1930 e utilizada em combate durante a Segunda Guerra Mundial. A versão terrestre foi substituída no serviço ativo das forças armadas Soviéticas pelo ZSU-57-2 durante a década de 1950 sendo que a utilização dessa arma fora marcada com êxito em toda a Frente Oriental contra bombardeiros de mergulho e outros que operavam em baixa e médias altitudes além de também ter alguma utilidade contra alvos terrestres levemente blindados. A média de disparados necessários no calibre 37 mm para derrubar um avião inimigo era de até 905 disparos[2].em russo: 37-мм автоматическая зенитная пушка образца 1939 года (61-К)

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A Marinha Soviética, comprou uma série de canhões da Bofors  do modelo 25 mm 1933 em 1935[3], os testes da armas foram bem-sucedidos e então decidiu-se desenvolver uma versão de 45 mm da arma designada como 49-K. O desenvolvimento, sob a orientação dos líderes de desenvolvimento e designer Soviético M. N. Loginov, I. A. Lyamin e L. V. Lyuliev foram bem-sucedidos, mas o exército diante do pensamento de que um calibre como o 45 mm era um calibre demasiado grande para uso em campo com uma arma automática, decidiu em janeiro de 1938 alterar o calibre para 37 mm sem alterar porem as linhas gerais do projeto. Os testes da nova versão designada como 61-K foram concluídos em outubro de 1938.

37mm M1939, em Poznan, Polónia.

Versão de uso terrestre[editar | editar código-fonte]

A arma foi inicialmente instalada com um único cano em um suporte de quatro rodas de modelo ZU-7, e prontamente entrou para serviço. A primeira ordem de produção fora na casa de 900 unidades. A arma era operada por uma tripulação de até oito homens. Um total de 200 projéteis eram levados para alimentarem a arma em um sistema de cartucho, onde cada cartucho tinha a capacidade de até 5 projéteis[4]. A produção total foi de cerca de 20.000 unidades, terminando em 1945. No entanto, também esteve sendo produzida na Polônia, China e Coreia do Norte[5] sob licença.

Versão Naval[editar | editar código-fonte]

A versão naval foi produzida sob o prefixo 70 k, a mesma entrou ao serviço antes da invasão alemã da União Soviética, substituindo a antiga 45 mm/46 21-K em muitos navios. Ela foi montada em grande número nos navios da marinha Soviética durante o conflito. Sob o prefixo 70K foram produzidas até 1955 com um total de 3,113 unidades produzidas.

37mm M1939 da versão V-11, no memorial para os defensores do  forte Seraya Loshad

Uma desvantagem da versão 70 k era que era necessário substituir o cano depois de cada 100 disparos. Para corrigir isso fora criada a versão V-11, que recebeu um sistema de duplo cano que eram mantidos por um sistema de refrigeração a água, o V-11 entrou em serviço em 1946, e esteve em produção até 1957. Um total de 1,872 unidades da versão V-11 foram construídas.

Após a adoção de armas de 100 mm para a defesa antiaérea na marinha Soviética o antigo projeto de 45 mm foi aceito em serviço, e em 1954 fora implantado nos destróier Neustrashimyy, Kildin e  adotados como arma de defesa antiaérea dos destróieres da classe Kotlin

ZSU-37[editar | editar código-fonte]

O ZSU-37 foi desenvolvido no final da Segunda Guerra Mundial, era uma única arma 37 mm 1939 montada em uma torreta no chassis do veículo SU-76[6] como um projeto de desenvolver uma arma antiaérea mecanzada.

Variações[editar | editar código-fonte]

  • Norinco (Chinês)
    • Tipo 55 - cópia do modelo de um cano do 37 mm M1939
    • Tipo 63 - Arma de 37 mm montada em um chassi de T-34 sob um estabilizador.
    • Tipo 65 - cópia do modelo de duplo cano do 37 mm.
    • Tipo 74 - versão atualizada do Tipo 65 com uma maior taxa de fogo.
    • Tipo 74SD - Atualizado com a remoção do sistema de servo-motores para a operação do sistema Tipo 800 de designação a laser de alvos.
    • Digite 79-III - versão atualizada do Tipo 74, com direção de alvos do modelo electro-óptico, e alimentação de translação e elevação via eletricidade.
    • Tipo 76 - versão Naval do 37 mm.
    • P793 - Atualização do Tipo 76 com sistema de direção electro-óptico e melhorias nas taxas de disparo.
  • Coreia Do Norte
    • A converteu para uso sob veículos

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.areamilitar.net/directorio/CAN.aspx?nn=355
  2. Shunkov, V. N. The Weapons of the Red Army. [S.l.: s.n.] 
  3. Games, Warlord; Chambers, Andy (20 de maio de 2013). Bolt Action: Armies of the Soviet Union (em inglês). [S.l.]: Bloomsbury Publishing. ISBN 9781782009610 
  4. Administrator. «M1939 61-k 37mm anti-aircraft gun technical data sheet specifications description pictures video». armyrecognition.com (em inglês). Consultado em 8 de maio de 2017. 
  5. «37mm M1939 (61-K)». Military Edge: The Most Comprehensive Tool on the Web for QME (em inglês). 21 de janeiro de 2014 
  6. «Engines of the Red Army in WW2 - 37mm 61-K M1939 AA gun». www.o5m6.de. Consultado em 8 de maio de 2017. 

Referências[editar | editar código-fonte]