500 Milhas de Indianápolis de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Indianápolis 2017
Indianapolis 500 de 2017
Indianapolis Motor Speedway - Speedway.png
Detalhes da corrida
Categoria IndyCar Series
Data 28 de maio de 2017
Nome oficial 500 Milhas de Indianápolis
Local Indianapolis Motor Speedway,
Speedway,  Indiana
Percurso Circuito oval; 4.023 km
Total programado 200 voltas / 800 km
Condições do tempo 21º C, nublado
Pole
Piloto
Nova Zelândia Scott Dixon Chip Ganassi Racing
Volta mais rápida
Piloto
Japão Takuma Sato Andretti Autosport
Líder por mais voltas
Piloto
Reino Unido Max Chilton Chip Ganassi Racing
Voltas 50 voltas
Pódio
Primeiro
Japão Takuma Sato Andretti Autosport
Segundo
Brasil Hélio Castroneves Penske
Terceiro
Emirados Árabes Unidos Ed Jones Dale Coyne
Cronologia
Temporada da IndyCar Series de 2017
GP de Indianápolis de 2017
GP de Detroit (rodada 1) de 2017
500 Milhas de Indianápolis
Indianápolis 2016
Indianápolis 2018

A 101ª edição das 500 Milhas de Indianápolis (creditada oficialmente como "101st Indianapolis 500 presented by PennGrade Motor Oil") foi a sexta etapa do calendário de corridas da temporada de 2017 da IndyCar Series. Foi disputada no dia 28 de maio no Indianapolis Motor Speedway, localizado na cidade de Speedway, em Indiana.

Uma das atrações desta edição foi a presença do piloto espanhol Fernando Alonso, que neste ano era piloto da equipe McLaren, da Formula 1, e abriu mão de disputar o GP de Mônaco para competir nas 500 Milhas.[1] Alonso foi 10o piloto campeão da Formula 1 a disputar esta tradicional prova.[2] A presença de Alonso na corrida fez disparar as audiências da Indy via internet. Só para se ter uma ideia, as transmissões online dos treinos da prova tiveram um aumento de 1528% como resultado do "fator Alonso".[3]

A prova foi vencida por Takuma Sato, da Andretti Autosport, que tornou-se o primeiro japonês a vencer as 500 Milhas.[4] Foi também o segundo triunfo seguido da equipe nas 500 Milhas, já que na edição anterior, o vencedor foi o norte-americano Alexander Rossi, da Andretti-Herta,[5] que cruzou a linha de chegada sem combustível no tanque.

Pilotos inscritos[editar | editar código-fonte]

Além dos 19 pilotos que disputarão a temporada completa, foram inscritos:

O acidente com Sébastien Bourdais[editar | editar código-fonte]

No treino classificatório para as 500 Milhas, o francês Sébastien Bourdais, da equipe Dale Coyne Racing, sofreu um violento acidente quando era o mais rápido entre os 33 pilotos.[7] O carro #18 ficou sem controle na entrada da curva 2 e bateu forte, a 372 km/h. A força do acidente foi de 118 G.

Levado ao Hospital Metodista de Indianápolis, Bourdais fraturou a bacia e o quadril,[8] passando por uma cirurgia. Em decorrência das lesões, o francês ficará, além das 500 Milhas, ausente do restante do campeonato.[9] A Dale Coyne definiu que o australiano James Davison disputará a prova.[10]

Grid de largada[editar | editar código-fonte]

(R) = Rookie; (V) = Vencedor das 500 Milhas

Fila Abre a fila Meio Fecha a fila
1 9 Nova Zelândia Scott Dixon (V) 20 Estados Unidos Ed Carpenter 98 Estados Unidos Alexander Rossi (V)
2 26 Japão Takuma Sato 29 Espanha Fernando Alonso (R) 21 Estados Unidos J. R. Hildebrand
3 10 Brasil Tony Kanaan (V) 27 Estados Unidos Marco Andretti 12 Austrália Will Power
4 28 Estados Unidos Ryan Hunter-Reay (V) 19 Emirados Árabes Unidos Ed Jones (R) 16 Espanha Oriol Servià
5 7 Rússia Mikhail Aleshin 15 Estados Unidos Graham Rahal 8 Reino Unido Max Chilton
6 83 Estados Unidos Charlie Kimball 5 Canadá James Hinchcliffe 22 Colômbia Juan Pablo Montoya (V)
7 3 Brasil Hélio Castroneves (V) 77 Reino Unido Jay Howard 24 Estados Unidos Sage Karam
8 2 Estados Unidos Josef Newgarden 1 França Simon Pagenaud 14 Colômbia Carlos Muñoz
9 88 Colômbia Gabby Chaves 4 Estados Unidos Conor Daly 50 Reino Unido Jack Harvey (R)
10 63 Reino Unido Pippa Mann 11 Estados Unidos Spencer Pigot 44 Estados Unidos Buddy Lazier (V)
11 17 Colômbia Sebastián Saavedra 40 Estados Unidos Zach Veach (R) 18 Austrália James Davison

Não se classificou[editar | editar código-fonte]

Resultado oficial[editar | editar código-fonte]

Posição Número Piloto Equipe Motor Voltas Completadas Tempo/Abandono Pit Stops Classificação Voltas Lideradas Pontos
1 26 Japão Takuma Sato Andretti Autosport Honda 200 3:13:03.3584 7 4 17 137
2 3 Brasil Hélio Castroneves (V) Team Penske Chevrolet 200 +0.2011 9 19 9 96
3 19 Emirados Árabes Unidos Ed Jones (R) Dale Coyne Racing Honda 200 +0.5278 9 11 0 93
4 8 Reino Unido Max Chilton Chip Ganassi Racing Honda 200 +1.1365 7 15 50 86
5 10 Brasil Tony Kanaan (V) Chip Ganassi Racing Honda 200 +1.6472 7 7 22 91
6 22 Colômbia Juan Pablo Montoya (V) Team Penske Chevrolet 200 +1.7154 7 18 1 73
7 98 Estados Unidos Alexander Rossi (V) Andretti Herta Autosport Honda 200 +2.4222 7 3 23 91
8 27 Estados Unidos Marco Andretti Andretti Autosport Honda 200 +2.5410 7 8 0 76
9 88 Colômbia Gabby Chaves Harding Racing Chevrolet 200 +3.8311 8 25 0 53
10 14 Colômbia Carlos Muñoz A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 200 +4.5319 8 24 0 50
11 20 Estados Unidos Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Chevrolet 200 +4.6228 10 2 5 79
12 15 Estados Unidos Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 200 +5.0310 9 14 2 57
13 7 Rússia Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Honda 200 +5.6993 8 13 0 55
14 1 França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 200 +6.0513 9 23 0 43
15 17 Colômbia Sebastián Saavedra Juncos Racing Chevrolet 200 +12.6668 11 31 0 33
16 21 Estados Unidos J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Chevrolet 200 +33.2191 8 6 2 61
17 63 Reino Unido Pippa Mann Dale Coyne Racing Honda 199 +1 Voltas 13 28 0 32
18 11 Estados Unidos Spencer Pigot Juncos Racing Chevrolet 194 + 6 Voltas 14 29 0 29
19 2 Estados Unidos Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 186 +14 Voltas 9 22 0 34
20 18 Austrália James Davison Dale Coyne Racing Honda 183 Colisão 10 33 2 21
21 16 Espanha Oriol Servià Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 183 Colisão 7 12 0 40
22 5 Canadá James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Honda 183 Colisão 8 17 0 33
23 12 Austrália Will Power Team Penske Chevrolet 183 Problema mecânico 7 9 2 41
24 29 Espanha Fernando Alonso (R) McLaren-Honda-Andretti Honda 179 Problema mecânico 7 5 27 47
25 83 Estados Unidos Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Honda 166 Problema mecânico 6 16 5 29
26 40 Estados Unidos Zach Veach (R) A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 155 Problema mecânico 12 32 0 12
27 28 Estados Unidos Ryan Hunter-Reay (V) Andretti Autosport Honda 136 Problema mecânico 5 10 28 35
28 24 Estados Unidos Sage Karam Dreyer & Reinbold Racing Chevrolet 125 Problema mecânico 5 21 0 23
29 44 Estados Unidos Buddy Lazier (V) Lazier Partners Racing Chevrolet 118 Colisão 5 30 0 14
30 4 Estados Unidos Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 65 Colisão 3 26 0 18
31 50 Reino Unido Jack Harvey (R) Michael Shank Racing com Andretti Autosport Honda 65 Colisão 3 27 0 17
32 9 Nova Zelândia Scott Dixon (V) Chip Ganassi Racing Honda 52 Colisão 1 1 5 53
33 77 Reino Unido Jay Howard Schmidt Peterson Motorsports Honda 45 Colisão 2 20 0 24
OFFICIAL BOX SCORE
Notes

1 A pontuação inclui os pontos da classificação para as 500 Milhas de Indianápolis de 2017, 1 ponto por liderar volta, e 2 pontos por mais voltas lideradas

Fonte dos resultados da 500 Milhas de Indianápolis de 2017:[11]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. globoesporte.globo.com/ O fator Alonso
  2. rodrigomattar.grandepremio.uol.com.br/ Bomba! Alonso na Indy 500
  3. br.motorsport.com/ Alonso faz disparar audiências da Indy via internet
  4. veja.abril.com.br/ Indianápolis: Japonês faz história ao vencer as 500 Milhas
  5. «Rossi sai da F1 para pôr nome na história e ganhar edição histórica das 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. Victor Martins. 29 de maio de 2016. Consultado em 29 de maio de 2016 
  6. terceirotempo.bol.uol.com.br/ F1 - Alonso surpreende ao anunciar que vai disputar as 500 Milhas
  7. «Mais rápido na tentativa, Bourdais tem acidente fortíssimo na classificação e deixa Indianápolis de ambulância». Grande Prêmio. 20 de maio de 2017. Consultado em 20 de maio de 2017 
  8. «Bourdais apresenta fraturas na bacia e no quadril em decorrência de grave acidente na classificação em Indianápolis». Grande Prêmio. 20 de maio de 2017. Consultado em 20 de maio de 2017 
  9. «Acidente de 118 G a mais de 360 km/h em Indianápolis tira Bourdais das 500 Milhas e do resto da temporada». Grande Prêmio. 21 de maio de 2017. Consultado em 21 de maio de 2017 
  10. «Dale Coyne escolhe Davison como substituto de afastado Bourdais para 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 21 de maio de 2017 
  11. «IndyCar 2017 Indy 500». Motorsport.com. Motorsport Network 
  12. «IU grad Jim Cornelison to sing 'Back Home Again in Indiana' at 101st Indianapolis 500». Fox 59. 18 de abril de 2017. Consultado em 18 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 500 Milhas de Indianápolis de 2017
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 500 Milhas de Indianápolis de 2017