600 nanômetros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fabricação
de dispositivos
semicondutores

4-fach-NAND-C10.JPG

O processo de 600 nm refere-se ao nível de tecnologia do processo de fabricação de semicondutores MOSFET que foi comercializado por volta do período de 1990 a 1995,[1][2] por empresas líderes de semicondutores como NTT, NEC, Toshiba, IBM, Mitsubishi Electric e Intel.[3][4][5]

Referências

  1. Cressler, John D.; Mantooth, H. Alan (19 de dezembro de 2017). Extreme Environment Electronics (em inglês). [S.l.]: CRC Press 
  2. Hanafi, H. I.; Wordeman, M. R.; Wang, L. K.; Taur, Y.; Sun, J. Y. C.; Dennard, R. H.; Zicherman, D. S.; Rodriguez, M. D.; Haddad, N. (setembro de 1987). «0.5 μm CMOS Device Design and Characterization»: 91–94. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  3. «Current IEEE Corporate Award Recipients». IEEE Awards (em inglês). Consultado em 13 de dezembro de 2021 
  4. «Semiconductor Technology Online». maltiel-consulting.com. Consultado em 13 de dezembro de 2021 
  5. «Molecular Expressions: Science, Optics & You - Olympus MIC-D: Integrated Circuit Gallery - Intel i960 Embedded Microprocessor». web.archive.org. 3 de março de 2003. Consultado em 13 de dezembro de 2021 


Precedido por:
800 nm
processos de fabricação CMOS Sucedido por:
350 nm