65489 Ceto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ceto
65489 Ceto.tiff
Órbita (vista de cima)
Número 65489
Data da descoberta 22 de março de 2003
Descoberto por C. A. Trujillo
M. Brown
Categoria Transnetuniano
Centauro
Elementos orbitais
Semieixo maior 99,86 UA
Perélio 17,829 187 UA
Afélio 181,90 UA
Excentricidade 0,8216
Inclinação 22,3 0,826 103º
Satélites Fórcis
Características físicas
Dimensões 199[1] km
Magnitude absoluta 6,4[2][3]

65489 Ceto é um corpo menor do sistema solar binário. Ele possui uma magnitude absoluta de 6,4[2] e tem um diâmetro estimado com cerca de 199.[1] O sistema Ceto é considerado o segundo centauro binário conhecido, usando uma definição alargada como um centauro sendo um objeto em uma órbita não-ressonante (instável) com o periélio dentro da órbita de Netuno.[4] Ele veio ao periélio em 1989.[3]

Mike Brown lista esse objeto em seu site como um possível planeta anão com um diâmetro medido de 284 quilômetros.[5] Outros centauros com diâmetros medidos listados como possíveis planetas anões incluem 10199 Chariklo e 2060 Quíron.[5]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

65489 Ceto foi descoberto no dia 22 de março de 2003 pelos astrônomos C. A. Trujillo e M. Brown[2] usando o Observatório Palomar. O mesmo foi identificado como um objeto binário no dia 11 de abril de 2006 por K. Noll, H. Levison, W. Grundy e D. Stephens usando o Telescópio Espacial Hubble.

Nome[editar | editar código-fonte]

Este corpo celeste recebeu o nome da deusa do mar da mitologia grega, Ceto, filha de Ponto, Titã do Mar e de Gaia, a Mãe Terra. Após ser identificado como objeto binário, o seu companheiro recebeu o nome de Fórcis, também filho de Ponto e irmão de Ceto, que casou-se com a sua própria irmã Ceto.

Características físicas[editar | editar código-fonte]

Ceto é um exemplo de um sistema binário transnetuniano (TNO) em que os componentes são de tamanho similar. Observações combinado com o infravermelho do Telescópio Espacial Spitzer e o telescópio Hubble permitiu que o diâmetro do própria Ceto fosse estimado em 174+16
−18
km e o diâmetro de Fórcis com 132+6
−14
Km, assumindo igual albedo de ambos os componentes.

A natureza binária de Ceto permite o cálculo direto do sistema de massa, permitindo estimar as massas dos componentes e proporcionando restrições adicionais na sua composição. A estimativa da densidade de Ceto é 1.37+0.66
−0.32
g/cm3, significativamente menor do que a dos grandes TNOs (Haumea: 3,0 g/cm3, Éris: 2,26, Plutão: 2,03, Caronte: 1,65), mas significativamente mais do que a de TNOs menores (por exemplo, 0,7 g/cm3 para (26308) 1998 SM165). Fórcis tem uma massa de cerca de 1.67×1018. A menos que os corpos são porosos, a densidade é consistente com a composição rocha-gelo, com conteúdo de rocha em torno de 50%.

Tem sido sugerido que as forças gravitacionais, juntamente com outras potenciais fontes de calor pode ter elevado a temperatura suficiente para cristalizar amorfo gelo e reduzir o espaço vazio no interior do objeto. As mesmas forças de maré podia ser responsável pelas órbitas quase-circular dos componentes de Ceto.

Características orbitais[editar | editar código-fonte]

A órbita de 54598 Bienor tem uma excentricidade de 0,8216 e possui um semieixo maior de 99,86 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 17,829 UA em relação ao Sol e seu afélio a 181,90 UA.[2]

Referências

  1. a b «List of Known Trans-Neptunian Objects» (em inglês). Consultado em 7 de fevereiro de 2015 
  2. a b c d «List Of Centaurs and Scattered-Disk Objects» (em inglês). Minor Planet Center. Consultado em 26 de abril de 2015 
  3. a b «JPL Small-Body Database Browser: 65489 Ceto (2003 FX128)» (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2014 
  4. «Transneptunian objects and Centaurs from light curves» (PDF) (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2014 
  5. a b «How many dwarf planets are there in the outer solar system? (updates daily)» (em inglês). Consultado em 30 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]