66652 Borasisi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Borasisi
Número 66652
Data da descoberta 8 de setembro de 1999
Descoberto por Chad Trujillo
Jane X. Luu
David C. Jewitt
Categoria Transnetuniano
Cubewano
Elementos orbitais
Semieixo maior 43,575 UA
Perélio 39,827 UA
Afélio 47,323 UA
Excentricidade 0,086
Inclinação 10,6º
Satélites Pabu
Características físicas
Dimensões 126 km
Magnitude absoluta 5,9

66652 Borasisi é um objeto transnetuniano binário que está localizado no cinturão de Kuiper, uma região do Sistema Solar. Este corpo celeste é classificado como um provável cubewano. Ele possui uma magnitude absoluta de 5,9[1] e tem um diâmetro estimado com cerca de 126 km.[2] Este objeto é um sistema binário, o outro componente, Pabu, possui um diâmetro estimado em cerca de 103 km.[2][3]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

66652 Borasisi foi descoberto no dia 8 de setembro de 1999 por Chad Trujillo, Jane X. Luu e David C. Jewitt[1][4] e identificado como um sistema binário, em 23 de abril de 2003, por K. Noll e colegas usando o Telescópio Espacial Hubble.[3][4]

Nome[editar | editar código-fonte]

Este corpo celeste recebeu o nome de Borasisi, que é a denominação de uma divindade ficcional retirada da novela Cat’s Cradle de 1963, do escritor Kurt Vonnegut.<rer>«Michael E. Brown, How I Killed Pluto and Why It Had It Coming» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 </ref> No livro, Borasisi é o Sol e Pabu é o nome da Lua:[4]

Borasisi, o sol, e sua companheira Pabu, a lua, que em seus braços esperava que Pabu teria com ele um filho de fogo. Mas pobre Pabu deu à luz a um filho frio. Então Pabu decidiu ir embora, e ela foi viver com seu filho favorito, que era a Terra.

Órbita[editar | editar código-fonte]

A órbita de 66652 Borasisi tem uma excentricidade de 0,086 e possui um semieixo maior de 43,575 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 39,827 UA em relação ao Sol e seu afélio a 47,323 UA.[1]

Satélite[editar | editar código-fonte]

Ilustração esquemática de dois corpos com massa semelhante em órbita em torno de um baricentro comum (cruz vermelha) com órbitas elípticas. Borasisi e Pabu deve interagir de forma semelhante.

Foi descoberto em 2003 que 66652 Borasisi é um objeto binário com os componentes de tamanho comparável (cerca de 120–180 km) que orbitam o baricentro em órbita moderadamente elíptica.[5] A massa total do sistema é de cerca de 3,4 x 1018 kg.[6]

O companheiro (66652) Borasisi I, nomeado de Pabu orbita o primário em 46,2888 ± 0,0018 dia em uma órbita com semieixo maior de 4528 ± 12 km e excentricidade de 0,4700 ± 0,0018. A órbita está inclinada em relação à observação em cerca de 54° o que significa que é cerca de 35° a partir da posição do polo.[6]

Exploração[editar | editar código-fonte]

Por volta de 2005 Borasisi foi considerado como um alvo para a proposta da New Horizons 2, que faria um sobrevoo de Tritão/Netuno.[7]

Referências

  1. a b c «List Of Transneptunian Objects» (em inglês). The Minor Planet Center (MPC). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  2. a b «List of Known Trans-Neptunian Objects» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  3. a b «(66652) Borasisi and Pabu» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  4. a b c «JPL Small-Body Database Browser: 66652 Borasisi (1999 RZ253)» (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2014 
  5. Keith S. Noll; Denise C. Stephens; Will M. Grundy & Ian Griffin (dezembro de 2004). «The orbit, mass, and albedo of transneptunian binary (66652) 1999 RZ253». Icarus. 172. Bibcode:2004Icar..172..402N. arXiv:astro-ph/0406588Acessível livremente. doi:10.1016/j.icarus.2004.06.009 
  6. a b Grundy, W. M.; Noll, K. S.; Nimmo, F.; Roe, H. G.; Buie, M. W.; Porter, S. B.; Benecchi, S. D.; Stephens, D. C.; Levison, H. F.; Stansberry, J. A. (2011). «Five new and three improved mutual orbits of transneptunian binaries» (pdf). Icarus. 213 (2). 678 páginas. Bibcode:2011Icar..213..678G. arXiv:1103.2751Acessível livremente. doi:10.1016/j.icarus.2011.03.012 
  7. «Final Report of the New Horizons II Review Panel» (PDF) (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]