6ix9ine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
6ix9ine
6ix9ine em 2018
Informação geral
Nome completo Daniel Hernandez
Também conhecido(a) como
Nascimento 8 de maio de 1996 (23 anos)
Local de nascimento Nova Iorque
Estados Unidos Flag of the United States.svg
Gênero(s)
Ocupação(ões)
  • Rapper
  • cantor
  • compositor
  • personalidade da mídia

Daniel Hernandez (Nova Iorque, 8 de maio de 1996), conhecido profissionalmente como 6ix9ine (pronuncia-se "six nine") ou Tekashi 6ix9ine, é um rapper americano. Ele é conhecido por sua aparência não convencional, comportamento controverso e técnica de gritaria bruta em suas canções.[3]. Atualmente está preso.

Costa chegou à fama no final de 2017 com o lançamento de seu single de estreia, "Gummo". A música chegou ao número 12 na Billboard Hot 100 e foi certificada em platina pela RIAA. No início de 2018, costa lançou sua mixtape de estreia, Day69, que estreou no número quatro na parada de álbuns da Billboard 200. Ele ganhou seu primeiro top-ten no Hot 100 com "Fefe", com Nicki Minaj e Murda Beatz, que chegou ao número três.

Suas questões legais foram objeto de controvérsia. Em 2015, costa se declarou culpado de usar uma criança de 13 anos em uma performance sexual quando ele tinha dezoito anos de idade.[3][4]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Daniel Hernandez nasceu em 8 de maio de 1996 em Bushwick, Brooklyn, filho de mãe mexicana e pai porto-riquenho. Ele foi criado por sua mãe e pai até à idade de treze anos e cresceu ao lado de seu irmão.[5]

Hernandez foi expulso da escola no 8º ano e não retornou.[6] Em 2009, seu pai foi assassinado, o que levou Hernandez a trabalhar em vários empregos e vender maconha para ajudar sua mãe financeiramente.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2014–2016: Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Hernandez começou a lançar músicas de rap em 2014. Nos três anos seguintes, ele lançou várias faixas e vídeos com títulos como "Scumlife", "Yokai" e "Hellsing Station", chamando a atenção devido ao seu estilo de rap agressivo e ao uso de anime nos seus vídeos musicais. Muitas de suas primeiras canções foram lançadas pela FCK THEM, uma gravadora da Eslováquia.[7] Obtendo fama como um meme da Internet, por seu cabelo tingido de arco-íris e dentes chapeados de arco-íris, ele acabou se tornando um associado do rapper Zillakami, de Nova Iorque.[8] Mais tarde, Hernandez começou uma briga com Zillakami após o primeiro ter supostamente roubado instrumentais e músicas que eles fizeram juntos.[9]

O lançamento da música "POLES1469", em abril de 2017, que contou com Hernandez ao lado do cantor e rapper Trippie Redd, do estado do Ohio, foi a primeira música de Hernandez a receber visualizações significativas no YouTube.[7]

2017–presente: Avanço e Day69[editar | editar código-fonte]

Hernandez ganhou destaque nas mídias sociais devido a um post do Instagram, de julho de 2017, que se tornou viral tanto no Reddit quanto no Twitter. Nesse post, se destacou a aparência excêntrica de Hernandez (cabelos tingidos de arco-íris, uma grade de dentes arco-íris e várias versões do número 69 tatuadas em seu corpo), tendo, assim, o rapper se tornado em um meme da internet.[10]

O single de estreia comercial de Hernandez, "Gummo", foi lançado em 10 de novembro de 2017 e acabou chegando ao número 12 na Billboard Hot 100, dos EUA.[11][12] Foi certificado platina pela RIAA em 5 de março de 2018.[13] Seu single seguinte, "Kooda", se estreou no número 61 daHot 100, na semana de 23 de dezembro de 2017.[14] Em 14 de janeiro de 2018, Hernandez lançou seu terceiro single, "Keke", com Fetty Wap e A Boogie wit da Hoodie.[15]

Pouco depois, Hernandez anunciou sua mixtape de estreia, Day69.[16] A mixtape foi lançada em 23 de fevereiro de 2018 e se estreou no número quatro na parada de álbuns americana, a Billboard 200, com 55.000 unidades equivalentes a álbuns, das quais 20.000 eram vendas tradicionais (ou seja, vendas de álbuns inteiros).[17][18] De acordo com Jon Caramanica, do The New York Times, a mixtape foi uma consequência da "explosão do SoundCloud rap" e foi notável por sua disposição de se desviar do som predominante do hip-hop.[3] Após o lançamento do Day69, duas músicas do álbum, "Billy" e "Rondo", debutaram na Billboard Hot 100, com "Billy" chegando ao número 50 e "Rondo" ao 73.[19][20]

Em abril de 2018, Hernandez lançou a música "Gotti", um remix de um recurso anterior que ele fez para o artista Packman, intitulado "Got it, Got it".[21] Foi gravado um videoclipe para esse tema, vídeo esse que foi lançado em 16 de abril de 2018. O videoclipe mostra Hernandez doando pacotes de notas de 100 dólares para cidadãos pobres na República Dominicana.[22][23] A música foi adicionada ao Day69 como uma música bônus e estreou no número 99 na Billboard Hot 100, saindo da parada na semana seguinte. "Gotti" se tornou, assim, a sexta entrada consecutiva de Hernandez na Hot 100.[19]

Hernandez provocou polêmica em maio de 2018, quando se envolveu em um tiroteio com a comitiva do rapper Casanova, de Nova Iorque, como parte de uma disputa; isso levou Hernandez a perder um contrato de cinco milhões de dólares e ser banido do Barclays Center.[24] Após o tiroteio, Hernandez ficou em silêncio no que se refere ao lançamento de música ou prévias de novas canções, antes de lançar "Tati", com DJ Spinking, em Junho de 2018. "Tati" se estreou no número 43 na Billboard Hot 100.[24]

Em julho de 2018, Hernandez teve seu primeiro tema a entrar no Top 10 da Billboard Hot 100, "Fefe", com Murda Beatz e Nicki Minaj. A música estreou no número quatro e chegou ao número três em sua segunda semana na parada.[25]

Questões pessoais e legais[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2015, Hernandez se declarou culpado de uma acusação criminal de uso de uma criança em uma performance sexual. Hernandez foi acusado de três acusações após um incidente de fevereiro de 2015 em que teve contato sexual com uma menina de 13 anos e posteriormente distribuiu vídeos do incidente online. Três vídeos são descritos na queixa criminal contra Hernandez. No primeiro vídeo, "a criança se envolve em relações sexuais orais com o réu Taquan Anderson, acusado separadamente, enquanto o réu, Daniel Hernandez, fica atrás da criança fazendo um movimento de empurrar com a pélvis e batendo em suas nádegas. A criança está nua no vídeo." Os outros vídeos mostram a criança sentada no colo de Hernandez, enquanto seus seios são apalpados por Anderson e, mais tarde, sentada nua no colo de Anderson e Hernandez.[26]

Em uma entrevista de novembro de 2017, Hernandez afirmou ter "nenhum contato sexual" com a menina e negou saber que ela era menor de idade. Hernandez também alegou ter dezessete anos na época do incidente, embora a data de nascimento listada na queixa contra ele e em sua declaração à polícia mostre que ele tinha dezoito anos na época.[27]

Sob seu acordo, Hernandez deve obter seu GED (General Educational Development), abster-se de postar imagens sexualmente explícitas ou violentas de mulheres ou crianças nas mídias sociais, e não cometer outro crime por dois anos, entre outras injunções. Se cumprido, o acordo judicial daria a Hernandez três anos de liberdade vigiada e ele não teria que se registrar como agressor sexual; se não, Hernandez poderia enfrentar até três anos de prisão. Em uma audiência de janeiro de 2018, foi revelado que Hernandez havia falhado no teste GED, mas teve sua sentença suspensa até 10 de abril de 2018.[28][29] A data do tribunal foi posteriormente adiada, alegadamente porque o tribunal não tinha uma cópia do GED de Hernandez..[30] Antes de suas acusações de má conduta sexual, Hernandez cumpriu pena de prisão por agressão e venda de heroína.[10]

Em 12 de julho de 2018, Hernandez foi preso em Nova Iorque por um mandado pendente relacionado a um incidente em que supostamente estrangulou um jovem de 16 anos no shopping Galleria em Houston em janeiro de 2018.[31]

Durante meados de 2018, Hernandez esteve envolvido em desavenças com vários rappers de Chicago, incluindo Chief Keef e Lil Reese.[32] Em 2 de junho de 2018, o Chief Keef foi baleado em frente ao W Hotel em Nova Iorque, mas não foi atingido; nenhum ferimento resultou do incidente.[33] Devido à contenda em curso, Hernandez foi confirmado para ser investigado pelo Departamento de Polícia de Nova York para o possível envolvimento com o incidente, apesar de estar em Los Angeles no momento do tiroteio.[34][35]

Na madrugada de 22 de julho de 2018, Hernandez foi sequestrado, espancado e assaltado por três desconhecidos no Brooklyn. Ele havia terminado de filmar um videoclipe quando três assaltantes armados agarraram Hernandez do lado de fora de sua casa e a pistola o açoitou. Os ladrões eventualmente levaram mais de US $ 750 mil em jóias personalizadas e aproximadamente US $ 35 mil em dinheiro. Hernandez escapou de seu veículo e chamou a ajuda da polícia por meio de um estranho. Ele foi levado ao hospital.[36]

Devido a seus contínuos problemas legais à luz de sua barganha, o escritório do promotor público de Manhattan anunciou que Hernandez poderia enfrentar até três anos de prisão e possível registro de criminoso sexual em seu caso de 2015.[37] A condenação está agendada para 2 de outubro de 2018.[38]

No dia 18 de outubro de 2018 o rapper foi acusado pelo FBI de fazer parte de uma gangue de rua violenta, chamada Nine Trey Gangsta Bloods. Portanto, o cantor poderá ser condenado à prisão perpétua, caso seja comprovada alguma ligação sua com os crimes cometidos.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Mixtapes[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Posição mais alta no ranking Certificações
US
[18]
AUS
[39]
CAN
[40]
DEN
[41]
NOR
[42]
NZ
[43]
SWE
[44]
SWI
[45]
UK
[46]
Day69 4 11 5 26 14 15 15 20 20

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Título Ano Posição mais alta no ranking Certificações Álbum
US
[48]
US
R&B/
HH

[49]
US
Rap

[50]
AUS
[51]
NZ
Heat.

[52]
UK
[46]
"Gummo" 2017 12 7 6 Day69
"Kooda" 50 29
"Keke"[53]
(com Fetty Wap e A Boogie wit da Hoodie)
2018 43 22 20 9
"Gotti"[54] 99 50 7 95
"Tati"[55]
(apresentando DJ Spinking)
46 23 8 100 ASA
"Fefe"
(apresentando Nicki Minaj e Murda Beatz)
3 3 3 8 17

Como artista destacado[editar | editar código-fonte]

Título Ano Posição mais alta no ranking Álbum
GER
[56]
SWI
[45]
"Zkittlez"
(Gringo apresentando 6ix9ine)
2018 6 29 ASA

Outras músicas gravadas[editar | editar código-fonte]

Título Ano Posição mais alta no ranking Certificações Álbum
US
[57]
NZ
Heat.

[58]
SWE
Heat.

[59]
SWI
[45]
"Billy" 2018 50 4 1 93 Day69
"Rondo"
(apresentando Tory Lanez e Young Thug)
73 8

Tours[editar | editar código-fonte]

  • World Domination Tour (2018)[60]

Referências

  1. «A Timeline of 6ix9ine's Controversial Beefs, Behavior & Canceled Shows». Billboard. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 3 de agosto de 2018 
  2. Frank Guan (28 de março de 2018). «SoundCloud Rap Has Its First No. 1 Album — Now What?». Vulture 
  3. a b c d Jon Caramanica (21 de março de 2018). «Two SoundCloud Rap Outlaws Push Boundaries From the Fringes». The New York Times 
  4. Rich Juzwiak (14 de dezembro de 2017). «Details in Child Sex Complaint Against Rapper 6ix9ine Contradict His Public Comments». Jezebel. Consultado em 18 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 5 de abril de 2018 
  5. "Open Space: Tekashi69 - YouTube". Entrevista com o Mass Appeal, publicado em 3 de agosto de 2017. Veja o minuto 4:09.
  6. a b "The 6IX9INE Interview - YouTube". Entrevista com No Jumper, publicada em 24 de julho de 2017. Ver minutos 20:34–22:32.
  7. a b Frank Guan (23 de fevereiro de 2018). «How Fast Can 6ix9ine Paint Himself Into a Corner?». Vulture. Consultado em 27 de maio de 2018 
  8. «Meet 6ix9ine: The First Rap Star of 2018 Is Easy to Hate, Impossible to Ignore». The Ringer. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  9. No Jumper (8 de julho de 2018), The ZillaKami & SosMula Interview, consultado em 7 de agosto de 2018 
  10. a b «Here's What You Need To Know About Controversial Brooklyn Rapper 6ix9ine & His Breakout Hit 'Gummo'». Genius. 15 de novembro de 2017. Consultado em 8 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2017 
  11. «GUMMO - 6ix9ine | Songs, Reviews, Credits | AllMusic». Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  12. "Billboard Hot 100: December 30, 2017". Billboard.
  13. a b c d e f g «Gold & Platinum: 6ix9ine - RIAA». Recording Industry Association of America. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  14. "Billboard Hot 100: December 23, 2017". Billboard.
  15. «6ix9ine Drops New KeKe Video». XXL. 14 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  16. «6ix9ine Shares Release Date for His Debut Mixtape». XXL. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  17. a b «6ix9ine Drops Debut Mixtape 'Day69'». XXL. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 23 de fevereiro de 2018 
  18. a b Caulfield, Keith (4 de março de 2018). «Bon Jovi's Back at No. 1 on Billboard 200 Albums Chart». Billboard. Consultado em 5 de março de 2018 
  19. a b «Tekashi 6ix9ine Scores Sixth Consecutive Hot 100 Entry With "Gotti"». HotNewHipHop. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  20. «6ix9ine's "Billy," "Rondo" Debut On Billboard Hot 100». Headline Planet. 6 de março de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  21. «New Music: 6ix9ine "Got It, Got It" Feat. Packman (Explicit Audio)». 97.9 The Beat. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  22. «6ix9ine Shows Off His Melodic Side on New Song 'Gotti': Listen». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  23. «6ix9ine Gives Back to the Community in New 'Gotti' Video: Watch». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  24. a b http://hiphopdx.com, HipHopDX -. «Alleged Tekashi 6ix9ine Affiliate Arrested Over Barclays Shooting». HipHopDX. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  25. «Drake Dominates Hot 100 for Fourth Week With 'In My Feelings,' DJ Khaled's All-Star 'No Brainer' Debuts at No. 5». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  26. Rich Juzwiak (14 de dezembro de 2017). «Details in Child Sex Complaint Against Rapper 6ix9ine Contradict His Public Comments». Jezebel. Consultado em 18 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 5 de abril de 2018 
  27. Nick Mojica (14 de dezembro de 2017). «New Details in Tekashi 6ix9ine's Sexual Misconduct Case». XXL. Consultado em 29 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2018 
  28. Nick Mojica (30 de janeiro de 2018). «Judge Gives 6ix9ine One Last Chance to Pass GED Test». XXL. Consultado em 5 de abril de 2018. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2018 
  29. Rich Juzwiak (30 de janeiro de 2018). «Sentencing in Rapper 6ix9ine's Child Sex Case Delayed Because He Failed His GED». Jezebel. Consultado em 5 de abril de 2018. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2018 
  30. Joshua Espinoza (10 de abril de 2018). «6ix9ine's Court Date in Child Sex Case Postponed». Complex. Consultado em 9 de junho de 2018 
  31. Strauss, Matthew (11 de julho de 2018). «6ix9ine Arrested for Allegedly Choking 16-Year-Old». Pitchfork. Consultado em 12 de julho de 2018 
  32. «Tekashi 6ix9ine Goes on a Troll Tour Across Chicago». The Source. 13 de junho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  33. «Chief Keef Shot at Outside New York City Hotel». XXL. 2 de junho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  34. «6ix9ine Under Investigation for Involvement in Chief Keef NYC Shooting: Report». Billboard. 18 de junho de 2018. Consultado em 23 de julho de 2018 
  35. Anna Gaca (18 de junho de 2018). «6ix9ine Under Investigation in Attempted Shooting of Chief Keef: Report». Spin. Consultado em 19 de junho de 2018 
  36. «Tekashi 6ix9ine Kidnapped, Robbed and Hospitalized (Report)». Variety. 22 de julho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  37. «6ix9ine Could Face Prison in 2015 Sexual Misconduct Case». 9 de agosto de 2018 
  38. http://hiphopdx.com, HipHopDX -. «Tekashi 6ix9ine Faces Up to 3 Years In Prison & Sex Offender Registration» 
  39. «ARIA Australian Top 50 Albums». Australian Recording Industry Association. 5 de março de 2018. Consultado em 3 de março de 2018 
  40. «Canadian Albums: March 10, 2018». Billboard. Consultado em 6 de março de 2018 
  41. «Album Top-40 Uge 31, 2018». Hitlisten. Consultado em 8 de agosto de 2018 
  42. «VG-lista – Topp 40 Album uke 9, 2018». VG-lista. Consultado em 3 de março de 2018 
  43. «NZ Top 40 Albums Chart». Recorded Music NZ. 5 de março de 2018. Consultado em 2 de março de 2018 
  44. «Sverigetopplistan – Sveriges Officiella Topplista». Sverigetopplistan. Consultado em 20 de abril de 2018  Click on "Veckans albumlista".
  45. a b c «Discographie 6ix9ine – hitparade.ch». Consultado em 5 de março de 2018 
  46. a b «6ix9ine | full Official Chart history». Official Charts Company. Consultado em 21 de abril de 2018 
  47. a b c d e f «Gold/Platinum: 6ix9ine - Music Canada». Music Canada. Consultado em 16 de agosto de 2018 
  48. Peak chart positions for singles on the US Billboard Hot 100:
  49. Peak chart positions for singles on the US R&B/Hip-Hop Songs chart:
  50. "Fefe": «Nicki Minaj Chart History: Rap Songs». Billboard. Consultado em 31 de julho de 2018 
  51. «ARIA Australian Top 50 Singles». Australian Recording Industry Association. 6 de agosto de 2018. Consultado em 4 de agosto de 2018 
  52. «NZ Heatseeker Singles Chart». Recorded Music NZ. 4 de junho de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018 
  53. «KEKE - Single by 6ix9ine, Fetty Wap & A Boogie wit da Hoodie on Apple Music». iTunes. Consultado em 24 de janeiro de 2018 
  54. «6ix9ine Shows Off His Melodic Side on New Song 'Gotti': Listen». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2018 
  55. «TATI (feat. DJ SPINKING) - Single by 6ix9ine». iTunes. Consultado em 27 de maio de 2018 
  56. «Single-Charts». offiziellecharts.de. Consultado em 10 de agosto de 2018 
  57. Peaks of other charted songs in the US:
  58. «NZ Heatseeker Singles Chart». Recorded Music NZ. 5 de março de 2018. Consultado em 2 de março de 2018 
  59. «Swedish Heatseeker Chart – 23 mars 2018». Consultado em 24 de março de 2018 
  60. «6ix9ine Shares World Domination Tour Dates - XXL». XXL Mag