6ix9ine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
6ix9ine
6ix9ine em julho de 2018
Nome completo Daniel Hernandez
Outros nomes
  • Tekashi69[1]
  • Tekashi 6ix9ine[2]
  • Wallah Dan[3]
Nascimento 8 de maio de 1996 (24 anos)
Nova Iorque, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Filho(s) 2[4]
Ocupação
Carreira musical
Período musical 2014—presente
Gênero(s)
Instrumento(s) Vocal
Gravadora(s)
  • 10K Projects
  • Create Music Group
  • Scumgang Records
Assinatura
6ix9ine's signature.svg
Página oficial
6ix9ineshops.com

Daniel Hernandez (Nova Iorque, 8 de maio de 1996), conhecido profissionalmente como 6ix9ine (pronuncia-se "six nine"), é um rapper e compositor americano. Sua música foi marcada por um estilo agressivo de rap, enquanto sua controversa persona pública é caracterizada por seus distintos cabelos cor de arco-íris, tatuagens extensas, disputas públicas com outras celebridades e questões legais.[7]

6ix9ine chegou à fama no final de 2017 com o lançamento de seu single de estreia, "Gummo". No início de 2018 lançou a mixtape Day69, que estreou no número quatro na parada de álbuns da Billboard 200.[8] "Fefe", com Nicki Minaj, principal single de seu álbum de estreia, Dummy Boy, se tornou o single de maior sucesso de 6ix9ine, alcançando o número três na Billboard Hot 100.[9] Apesar da recepção negativa da crítica, Dummy Boy recebeu certificado de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA).[10] O videoclipe de seu primeiro single desde que foi libertado da prisão, "Gooba", quebrou o recorde de vídeo de hip hop online mais visto nas primeiras 24 horas.[11]

Em 2015, 6ix9ine se declarou culpado de uma acusação de uso de uma criança em uma performance sexual e foi sentenciado a quatro anos em liberdade condicional, além de ter de cumprir 1.000 horas de serviço comunitário.[12] Em 2018, ele foi preso por acusações de racketeering, posse de armas e drogas. Em 2019 se declarou culpado de nove acusações, incluindo conspiração para assassinato, assalto à mão armada, e recebeu uma sentença de 2 anos de prisão.[13] Em abril de 2020, Tekashi foi colocado em prisão domiciliar devido à pandemia de COVID-19, após temores de sua vulnerabilidade à doença devido à sua condição de asma.[14][15]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Daniel Hernandez nasceu em 8 de maio de 1996 em Bushwick, Brooklyn, Nova Iorque, filho de mãe mexicana e pai porto-riquenho. Sua mãe, Natividad Perez-Hernandez, foi aos Estados Unidos em 1988 em busca de vida e oportunidade melhores; ela também é diabética e teve uma operação em quatro hérnias.[16] Hernandez cresceu falando espanhol e cantou em espanhol nas faixas "Bebe" e "Mala" em 2018 e "YAYA" em 2020 .[17]

Hernandez foi expulso da escola no 8º ano e não retornou.[18] Em 2009, seu pai foi assassinado, o que levou Hernandez a trabalhar em vários empregos e vender maconha para ajudar sua mãe financeiramente.[18]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2014–2016: Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Hernandez começou a lançar músicas de rap em 2014. Nos três anos seguintes, ele lançou várias faixas e vídeos com títulos como "Scumlife", "Yokai" e "Hellsing Station", chamando a atenção devido ao seu estilo de rap agressivo e ao uso de anime nos seus vídeos musicais. Muitas de suas primeiras canções foram lançadas pela FCK THEM, uma gravadora da Eslováquia.[19] Obtendo fama como um meme da Internet, por seu cabelo tingido de arco-íris e dentes chapeados de arco-íris, ele acabou se tornando um associado do rapper Zillakami, de Nova Iorque.[20] Mais tarde, Hernandez começou uma briga com Zillakami após o primeiro ter supostamente roubado instrumentais e músicas que eles fizeram juntos.[21]

O lançamento da música "POLES1469", em abril de 2017, que contou com Hernandez ao lado do cantor e rapper Trippie Redd, do estado do Ohio, foi a primeira música de Hernandez a receber visualizações significativas no YouTube.[19]

2017–presente: Avanço e Day69[editar | editar código-fonte]

6ix9ine exibindo seu cabelo de cor de arco-íris em novembro de 2017

Hernandez ganhou destaque nas mídias sociais devido a um post do Instagram, de julho de 2017, que se tornou viral tanto no Reddit quanto no Twitter. Nesse post, se destacou a aparência excêntrica de Hernandez (cabelos tingidos de arco-íris, uma grade de dentes arco-íris e várias versões do número 69 tatuadas em seu corpo), tendo, assim, o rapper se tornado em um meme da internet.[22]

O single de estreia comercial de Hernandez, "Gummo", foi lançado em 10 de novembro de 2017 e acabou chegando ao número 12 na Billboard Hot 100, dos EUA.[23][24] Foi certificado platina pela RIAA em 5 de março de 2018.[25] Seu single seguinte, "Kooda", se estreou no número 61 daHot 100, na semana de 23 de dezembro de 2017.[26] Em 14 de janeiro de 2018, Hernandez lançou seu terceiro single, "Keke", com Fetty Wap e A Boogie wit da Hoodie.[27]

Pouco depois, Hernandez anunciou sua mixtape de estreia, Day69.[28] A mixtape foi lançada em 23 de fevereiro de 2018 e se estreou no número quatro na parada de álbuns americana, a Billboard 200, com 55.000 unidades equivalentes a álbuns, das quais 20.000 eram vendas tradicionais (ou seja, vendas de álbuns inteiros).[29][30] De acordo com Jon Caramanica, do The New York Times, a mixtape foi uma consequência da "explosão do SoundCloud rap" e foi notável por sua disposição de se desviar do som predominante do hip-hop.[6] Após o lançamento do Day69, duas músicas do álbum, "Billy" e "Rondo", debutaram na Billboard Hot 100, com "Billy" chegando ao número 50 e "Rondo" ao 73.[31][32]

Em abril de 2018, Hernandez lançou a música "Gotti", um remix de um recurso anterior que ele fez para o artista Packman, intitulado "Got it, Got it".[33] Foi gravado um videoclipe para esse tema, vídeo esse que foi lançado em 16 de abril de 2018. O videoclipe mostra Hernandez doando pacotes de notas de 100 dólares para cidadãos pobres na República Dominicana.[34][35] A música foi adicionada ao Day69 como uma música bônus e estreou no número 99 na Billboard Hot 100, saindo da parada na semana seguinte. "Gotti" se tornou, assim, a sexta entrada consecutiva de Hernandez na Hot 100.[31]

Hernandez provocou polêmica em maio de 2018, quando se envolveu em um tiroteio com a comitiva do rapper Casanova, de Nova Iorque, como parte de uma disputa; isso levou Hernandez a perder um contrato de cinco milhões de dólares e ser banido do Barclays Center.[36] Após o tiroteio, Hernandez ficou em silêncio no que se refere ao lançamento de música ou prévias de novas canções, antes de lançar "Tati", com DJ Spinking, em Junho de 2018. "Tati" se estreou no número 43 na Billboard Hot 100.[36]

6ix9ine durante uma performance em Amsterdã em junho de 2018

Em julho de 2018, Hernandez teve seu primeiro tema a entrar no Top 10 da Billboard Hot 100, "Fefe", com Murda Beatz e Nicki Minaj. A música estreou no número quatro e chegou ao número três em sua segunda semana na parada.[37]

Questões pessoais e legais[editar | editar código-fonte]

Em 12 de julho de 2018, Hernandez foi preso em Nova Iorque por um mandado pendente relacionado a um incidente em que supostamente estrangulou um jovem de 16 anos no shopping Galleria em Houston em janeiro de 2018.[38]

Durante meados de 2018, Hernandez esteve envolvido em desavenças com vários rappers de Chicago, incluindo Chief Keef e Lil Reese.[39] Em 2 de junho de 2018, o Chief Keef foi baleado em frente ao W Hotel em ( iKAI MOB ) Nova York e, mas não foi atingido; nenhum ferimento resultou do incidente.[40] Devido à contenda em curso, Hernandez foi confirmado para ser investigado pelo Departamento de Polícia de Nova York para o possível envolvimento com o incidente, apesar de estar em Los Angeles no momento do tiroteio.[41][42]

Na madrugada de 22 de julho de 2018, Hernandez foi sequestrado, espancado e assaltado por três desconhecidos no Brooklyn. Ele havia terminado de filmar um videoclipe quando três assaltantes armados agarraram Hernandez do lado de fora de sua casa e a pistola o açoitou. Os ladrões eventualmente levaram mais de US $ 750 mil em jóias personalizadas e aproximadamente US $ 35 mil em dinheiro. Hernandez escapou de seu veículo e chamou a ajuda da polícia por meio de um estranho. Ele foi levado ao hospital.[43]

Devido a seus contínuos problemas legais à luz de sua barganha, o escritório do promotor público de Manhattan anunciou que Hernandez poderia enfrentar até três anos de prisão.[44] A condenação está agendada para 2 de outubro de 2018.[45]

No dia 18 de outubro de 2018 o rapper foi acusado pelo FBI de fazer parte de uma gangue de rua violenta, chamada Nine Trey Gangsta Bloods. Portanto, o cantor poderá ser condenado à prisão perpétua, caso seja comprovada alguma ligação sua com os crimes cometidos.

Recentemente, um dos co-réus foi condenado a 62 meses de prisão por envolvimento em um assalto à mão armada no ano passado. Muitos dos réus optaram por aceitar acordos no caso, em vez de avançar com o julgamento, exceto dois deles. Anthony “Harv” Ellison é acusado de realizar o sequestro de 6ix9ine que ocorreu em 2018. Ellison é supostamente responsável por sequestrar, assaltar e roubar o rapper. Mas o advogado dele na verdade não compra essa versão.

Ele diz que “Nenhum roubo, sequestro ou agressão aconteceu” em entrevista para uma emissora de TV. “Isso não aconteceu. Ele fez com que parecesse um assalto ou sequestro.” Novos documentos judiciais revelaram que o incidente foi capturado por imagens de vigilância, que Cannick acredita que acabarão por funcionar a seu favor durante o julgamento. “Eles estão dizendo que o carro [onde o sequestro supostamente ocorreu] foi grampeado pelo governo”, acrescentou. “Acreditamos que isso será muito útil para a defesa.”

Cannick afirma que o incidente foi essencialmente encenado para promover o álbum de 6ix9ine. Depois que os documentos revelaram que 6ix9ine colocou dinheiro pela cabeça de Ellison, Cannick também disse que foi apenas para se mostrar. “Ele tinha os recursos e, aparentemente, ele teve acesso a indivíduos que o realizariam”, disse ele. “Você deve se perguntar se foi ou não real”.

Em setembro de 2019 especula-se que o fim da sua carreira estaria perto por conta da sentença de sua prisão.

Deverá entrar para o programa de proteção de testemunhas, após ter testemunhado em tribunal contra dois membros do gangue Nine Trey Bloods. [46]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de 6ix9ine

Turnês[editar | editar código-fonte]

  • World Domination Tour (2018)[47]

Referências

  1. «Tekashi69 Has Plan to Get Out of Jail Before September Racketeering Trial» (em inglês). TMZ. 8 de abril de 2019 
  2. Maduakolam, Emmanuel (1 de fevereiro de 2019). «Tekashi 6ix9ine Pleads Guilty to Nine Criminal Counts, Details Emerge» (em inglês). HYPEBEAST 
  3. Cheung, HP (8 de agosto de 2017). «10 More New Rappers You Should Know» (em inglês). HYPEBEAST 
  4. Price, Joe (19 de dezembro de 2019). «Court Hearing Reveals 6ix9ine Has a Second Child» (em inglês). Complex 
  5. Guan, Frank (28 de março de 2018). «SoundCloud Rap Has Its First No. 1 Album — Now What?» (em inglês). Vulture 
  6. a b Caramanica, Jon (21 de março de 2018). «Two SoundCloud Rap Outlaws Push Boundaries From the Fringes» (em inglês). The New York Times 
  7. Witt, Stephen (16 de janeiro de 2019). «Tekashi 69: The Rise and Fall of a Hip-Hop Supervillain» (em inglês). Rolling Stone 
  8. «Billboard 200 Chart» (em inglês). Billboard. Consultado em 11 de maio de 2020 
  9. «6ix9ine Releases New Album 'Dummy Boy' With Kanye West, Nicki Minaj & More: Listen» (em inglês). Billboard. 27 de novembro de 2018 
  10. «Gold & Platinum» (em inglês). RIAA. Consultado em 11 de maio de 2020 
  11. Lavin, Will (10 de maio de 2020). «Tekashi 6ix9ine's 'GOOBA' breaks YouTube record for biggest 24-hour debut in hip-hop» (em inglês). NME 
  12. Vicentini, Rodolfo (26 de outubro de 2018). «Rapper Tekashi69 é condenado por simular sexo com adolescente de 13 anos». UOL 
  13. «Rapper Tekashi69 é condenado a dois anos de prisão após testemunhar contra gangue». G1. 18 de dezembro de 2019 
  14. «Tekashi 6ix9ine é colocado em prisão domiciliar por receio da Covid-19». UOL. 2 de abril de 2020 
  15. Li, David K.; Dienst, Jonathan (2 de abril de 2020). «Rapper Tekashi 6ix9ine released from jail early amid coronavirus health concerns» (em inglês). NBC News 
  16. «6ix9ine's court letters from family members and friends» (PDF) (em inglês) 
  17. Burks, Tosten (10 de agosto de 2018). «6ix9ine Previews Two New Spanish Tracks With Anuel AA» (em inglês). XXL 
  18. a b "The 6IX9INE Interview - YouTube". Entrevista com No Jumper, publicada em 24 de julho de 2017. Ver minutos 20:34–22:32.
  19. a b Frank Guan (23 de fevereiro de 2018). «How Fast Can 6ix9ine Paint Himself Into a Corner?». Vulture. Consultado em 27 de maio de 2018 
  20. «Meet 6ix9ine: The First Rap Star of 2018 Is Easy to Hate, Impossible to Ignore». The Ringer. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  21. No Jumper (8 de julho de 2018), The ZillaKami & SosMula Interview, consultado em 7 de agosto de 2018 
  22. «Here's What You Need To Know About Controversial Brooklyn Rapper 6ix9ine & His Breakout Hit 'Gummo'». Genius. 15 de novembro de 2017. Consultado em 8 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2017 
  23. «GUMMO - 6ix9ine | Songs, Reviews, Credits | AllMusic». Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  24. "Billboard Hot 100: December 30, 2017". Billboard.
  25. «Gold & Platinum: 6ix9ine - RIAA». Recording Industry Association of America. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  26. "Billboard Hot 100: December 23, 2017". Billboard.
  27. «6ix9ine Drops New KeKe Video». XXL. 14 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  28. «6ix9ine Shares Release Date for His Debut Mixtape». XXL. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  29. «6ix9ine Drops Debut Mixtape 'Day69'». XXL. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 23 de fevereiro de 2018 
  30. Caulfield, Keith (4 de março de 2018). «Bon Jovi's Back at No. 1 on Billboard 200 Albums Chart». Billboard. Consultado em 5 de março de 2018 
  31. a b «Tekashi 6ix9ine Scores Sixth Consecutive Hot 100 Entry With "Gotti"». HotNewHipHop. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  32. «6ix9ine's "Billy," "Rondo" Debut On Billboard Hot 100». Headline Planet. 6 de março de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  33. «New Music: 6ix9ine "Got It, Got It" Feat. Packman (Explicit Audio)». 97.9 The Beat. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  34. «6ix9ine Shows Off His Melodic Side on New Song 'Gotti': Listen». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  35. «6ix9ine Gives Back to the Community in New 'Gotti' Video: Watch». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  36. a b http://hiphopdx.com, HipHopDX -. «Alleged Tekashi 6ix9ine Affiliate Arrested Over Barclays Shooting». HipHopDX. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  37. «Drake Dominates Hot 100 for Fourth Week With 'In My Feelings,' DJ Khaled's All-Star 'No Brainer' Debuts at No. 5». Billboard. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  38. Strauss, Matthew (11 de julho de 2018). «6ix9ine Arrested for Allegedly Choking 16-Year-Old». Pitchfork. Consultado em 12 de julho de 2018 
  39. «Tekashi 6ix9ine Goes on a Troll Tour Across Chicago». The Source. 13 de junho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  40. «Chief Keef Shot at Outside New York City Hotel». XXL. 2 de junho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  41. «6ix9ine Under Investigation for Involvement in Chief Keef NYC Shooting: Report». Billboard. 18 de junho de 2018. Consultado em 23 de julho de 2018 
  42. Anna Gaca (18 de junho de 2018). «6ix9ine Under Investigation in Attempted Shooting of Chief Keef: Report». Spin. Consultado em 19 de junho de 2018 
  43. «Tekashi 6ix9ine Kidnapped, Robbed and Hospitalized (Report)». Variety. 22 de julho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  44. «6ix9ine Could Face Prison in 2015 Sexual Misconduct Case». 9 de agosto de 2018 
  45. http://hiphopdx.com, HipHopDX -. «Tekashi 6ix9ine Faces Up to 3 Years In Prison & Sex Offender Registration» 
  46. https://blitz.pt/principal/update/2019-09-24-Governo-dos-Estados-Unidos-nao-paga-remocao-de-tatuagens-na-cara-de-Tekashi-6ix9ine?fbclid=IwAR0YcDM3tpf5mcVsNGQV_U0FN8o3HHQKVmMVro9zqegWls0mh-yJsx6Gbg8. Consultado em 26 de setembro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  47. «6ix9ine Shares World Domination Tour Dates - XXL». XXL Mag