822 a.C.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • A primeira menção (em registros chineses) aos Hunos. Eles emergiram do planalto ao norte do Tibete. As fontes chinesas afirmam que, na virada do século III a.C., os hunos pressionaram ao leste em território Han, obrigando os imperadores chineses a construírem a Grande Muralha.[1]
  • Tratado de paz entre o rei tibetano e o imperador Tang

Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Michael Fergus; Janar Jandosova (2003). Kazakhstan: Coming of Age. [S.l.]: Stacey International. p. 109. ISBN 978-1-900988-61-2 
  2. Dingxin Zhao (16 de outubro de 2015). The Confucian-Legalist State: A New Theory of Chinese History. [S.l.]: Oxford University Press. p. 116. ISBN 978-0-19-935174-9