Açaí (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde maio de 2018).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Açaí é uma canção composta pelo músico e cantor Djavan para seu 5º álbum de estúdio: "Luz"[1] mas incluída anteriormente no álbum "Fantasia" da cantora Gal Costa[2] do qual também participava "Faltando um Pedaço", também de Djavan, sendo as duas consideradas hits.

Na letra da canção Djavan fala sobre a manhã (em alguns versos diretamente sobre a manhã na região norte do Brasil): "Solidão de manhã/Poeira tomando assento/Rajada de vento"[3] onde ele usa expressões e mitos da cultura nortista; usando nesta parte somente características litorâneas: "A paixão puro afã/Místico clã de sereia/Castelo de areia/Ira de tubarão, ilusão/O sol brilha por si".

Ao continuar da letra Djavan representa a expressão "Som de assombração" como o silêncio do início da manhã; ao seguir vem "…coração/Sangrando toda palavra sã", nesta parte Djavan usa a frase como um modo a querer dizer expressões positivas sobre a manhã, onde ele troca "falando" por "sangrando" e "coração" e "toda palavra sã" representam a "emoção" e a "expressão positiva".

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Luz (1982)[editar | editar código-fonte]

[4]

  • Arranjos:Jorge G. del Barrio; Ronnie Foster
  • Bateria: Téo Lima
  • Contrabaixo: Abraham Laborie
  • Saxofone Soprano: Zé Nogueira
  • Viola de Arco: Alan Harshman; Dave Schwartz; Linn Subotnick; Virgínia Majewski
  • Violino: Anatole Kaminsky, Assa Drori; Brenton Banks; George Kast; Gerry Vinci; Harry Bluestone; Karen Jones; Marshall Sosson; Nate Ross; Ron Clark; Sheldon Sanov; Stan Plummer
  • Violoncelo: Barbara Badgley; Earl Madison; Frederick Seykora; Ray Kelley
  • Voz e Violão Ovation: Djavan

Referências