Aéropostale (marca)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aéropostale
Razão social Aeropostale, Inc.
Tipo Empresa privada
Slogan "Aero Now"[1]
(em Inglês)
Cotação OTC Pink:AROPQ
Indústria Varejo  • Têxtil  • Moda
Fundação 1973 (44 anos)
Sede Nova Iorque, Nova Iorque,
 Estados Unidos
Área(s) servida(s) Mundo
Locais 848[2]
Empregados ± 21.000 (2015)[2]
Website oficial Aeropostale.com

A Aéropostale, Inc., conhecida como Aéropostale ou AERO, é uma empresa multinacional dos Estados Unidos de lojas de roupas e acessórios focada no público de meninos e meninas entre 14 e 17 anos e operadora das lojas P.S. From Aeropostale focada no público de 4 e 12 anos.[2]

Possui aproximadamente 848 lojas próprias concentradas principalmente nos Estados Unidos, Canadá e México, além de operar sob acordos de vendas em diversos países e em um site global de vendas.[3]

Pedido de falência[editar | editar código-fonte]

Com uma dívida aproximada de US$ 390 milhões em 2014, a empresa entrou com um pedido de falência na corte especializada de Nova York. O plano de recuperação previa o fechamento de 150 lojas e a venda de ativos em 6 meses para redução dos prejuízos.[4] Especialistas apontaram como causas o avanço das lojas online e o acirramento da competição com outras empresas do ramo fast-fashion como Forever 21, H&M, Uniqlo e Zara.[5][6]

Em 2016 um grupo liderado por empresas credoras administradoras dos espaços das lojas restantes arrematou por US$ 243 milhões os ativos da empresa, encerrando o plano de recuperação e realizando a reabertura de lojas antigas.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sheila Shayon (4 de agosto de 2014). «Aeropostale Crops Its Brand to Reveal Younger, Fresher AERO». Brand Channel. Consultado em 17 de março de 2017 
  2. a b c Aéropostale (23 de março de 2015). «Form 10-K». Sec.gov. Consultado em 17 de março de 2017 
  3. PRNewswire (1 de agosto de 2014). «P.S. From Aeropostale Launches In Mexico». Cision Newswire. Consultado em 26 de junho de 2017 
  4. Bloomberg (4 de maio de 2016). «Aeropostale pede falência e vai fechar mais de 150 lojas». Gazeta do povo. Consultado em 26 de junho de 2017 
  5. Kim Bhasin (3 de outubro de 2016). «Adolescentes rebeldes ameaçam gigantes de roupas nos EUA». Exame. Consultado em 26 de junho de 2017 
  6. Phil Wahba (13 de outubro de 2016). «Aéropostale Won't Go Out of Business After All». Fortune. Consultado em 26 de junho de 2017 
  7. Tiffany Kary (9 de dezembro de 2016). «Aeropostale Wins Approval of $243 Million Sale to Mall Group». Bloomberg. Consultado em 26 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.