Asvagosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Aśvaghoṣa)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Asvagosa (em devanágari: अश्वघोष; transl: Aśvaghoṣa) foi um filósofo e poeta indiano, nascido em Saketa, Índia Central (ca. 80 - ca. 150). Acredita-se que foi o primeiro dramaturgo em sânscrito e é considerado como o maior poeta indiano depois de Calidasa. Foi um estudante que não seguia os ensinamentos budistas, para depois perde uma discussão com Parsva e se converter ao budismo. Chegou a ser conselheiro religioso do rei cuchana Canisca I.

Asvagosa Também escreveu um épico sobre a vida de Buda chamando Budacarita (Os atos de Buda), em sânscrito, e o Maalancara (O livro da Glória). Outro de seus escritos foi o Saundarananda, um poema cávia com a questão da conversão de Nanda, o meio-irmão de Buda, de modo que pudesse alcançar a iluminação. A primeira parte do livro descreve a vida de Nanda e segundo as doutrinas budistas e práticas ascéticas.

Obras principais[editar | editar código-fonte]

  • Sariputrapracarana, drama;
  • Saundarananda, epopeia;
  • Maalancara (O livro da Glória);
  • Budacarita (Os atos de Buda), epopeia.