Aşk-ı Memnu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aşk-ı Memnu
Amor Proibido (AO/BR/MZ)
Informação geral
Também conhecido(a) como Forbidden Love[1] (distribuição)
Formato Série
Gênero
Duração 90 minutos
Baseado em Aşk-ı Memnu
de Halit Ziya Uşaklıgil
País de origem  Turquia
Idioma original turco
Produção
Diretor(es) Hilal Saral
Produtor(es) Kerem Çatay
Cinematografia Hüseyin Tunç
Roteirista(s) Ece Yörenç
Melek Gençoğlu
Elenco
Tema de abertura Amor Proibido por Banda Malta[2]
Compositor da música-tema Toygar Işıklı
Empresa(s) de produção Ay Yapım
Exibição
Emissora de televisão original Kanal D
Formato de exibição 576i (4:3 SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 4 de setembro de 2008 – 24 de junho de 2010
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 79 (158 na versão internacional)
Cronologia
Programas relacionados Pasión prohibida
Fructul oprit

Ask-ı Memnu (bra: Amor Proibido ) é uma série de televisão turca de 2008, protagonizada por Beren Saat e Kıvanç Tatlıtuğ. Com produção da Ay Yapım e exibição do Kanal D, é uma adaptação do romance homônimo de Halit Ziya Uşaklıgil, dirigida por Hilal Saral e escrita por Ece Yörenç e Melek Gençoğlu. A série bateu recordes de audiência em seu país, convertendo-se em uma das séries mais exitosas da Turquia.

No Brasil foi exibida pela Band,[3] entre 18 de dezembro de 2017 e 2 de julho de 2018 em 168 capítulos, substituindo Exathlon Brasil,[4] e sendo substituída por Asas do Amor. Inicialmente, seria levada ao ar em julho, mas o canal optou por reexibir Mil e Uma Noites, substituindo Ezel no horário nobre.[5] Ganhou trilha sonora e música em português pela Banda Malta.[2] Foi exibido em Angola (às 19h) e Moçambique (às 20h) pela Zap Novelas,[6] entre 14 de fevereiro a 18 de setembro de 2017, substituindo Uma Questão de Honra e sendo substituída por Não Te Deixarei Ir.[7]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Bihter Yöreoğlu (Beren Saat) é uma linda jovem que leva uma vida de luxos. Guarda uma imensa mágoa de sua mãe, a ambiciosa Firdevs (Nebahat Çehre), por esta haver causado a morte do seu pai quando flagrada num ato de infidelidade conjugal.

Em uma de suas visitas ao cemitério, Bihter percebe que interessa ao viúvo Adnan Ziyagil (Selçuk Yöntem), um senhor gentil, bem mais velho que ela. Ao notar os planos de sua mãe em conquistá-lo para colocar as garras no patrimônio, ela se aproxima do milionário empresário e converte-se em sua esposa, por pura vingança.

Ela passa a sentir carinho pelo marido e, a princípio, se dedica a conquistar o amor dos seus dois enteados, Nihal (Hazal Kaya) e Bülent (Batuhan Karacakaya). Porém a intromissão de Behlül (Kıvanç Tatlıtuğ), sobrinho de consideração de Adnan, mudará os rumos dessa história.

Behlül é um jovem atrativo, mulherengo e ocioso, que embora já conhecesse Bihter (ele namorou sua irmã, Peyker), começa a ter olhos para ela apenas depois do casamento da moça com o seu tio de consideração, que o criara desde criança, como a um filho. Por conhecê-lo muito bem, Bihter não consegue levá-lo a sério, mas passa a corresponder às suas investidas à medida em que convive com ele.

Eles passam a viver uma paixão às escondidas dentro da mesma mansão, fazendo com que cresça um sentimento. O amor de Behlül é colocado em xeque muitas vezes na história, quando ele é obrigado a escolher entre a fortuna e a mulher do tio.

Para encobrir o romance, o casal de amantes acaba se envolvendo numa complicada teia de mentiras. Behlül vai se tornando um homem cada vez mais sem atitude e remoído pela culpa, enquanto Bihter acaba se revelando cada dia mais ciumenta e obsessiva. Com o transcurso do tempo, se desencadeará uma série de outros fatores que afetará tragicamente a toda a família.

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Turquia[editar | editar código-fonte]

O sucesso foi tanto que até o parlamento em Ancara paralisou suas funções para assistir ao episódio final, que atingiu a incrível marca de 73,7% de audiência. Por causa de cenas ousadas nos frequentes encontros amorosos entre o casal de amantes Bihter e Behlül, com beijos que, diziam os mais conservadores, duravam cerca de 4 (quatro) minutos, a série foi repudiada e impedida de adentrar alguns países muçulmanos mais tradicionais.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil em sua estreia o drama euro-asiático marcou em seu primeiro capítulo na grande São Paulo média de 2 pontos, com direito a picos de 5 e share (número de televisores ligados) de 3%, assegurando o quarto lugar da faixa em que foi ao ar (20h27-21h03) – Globo 33, SBT 10 e Record 6, o folhetim teve uma média nacional de 2,3 pontos de audiência em seu último capítulo nacionalmente. No Norte e Nordeste, a novela turca foi muito bem aceita, tanto que o grande recorde de Amor Proibido foi em Belém. Por lá, a novela marcou 7 pontos de média em seu último capítulo, um índice absolutamente excelente para os padrões da Band.

Todavia, os bons números não ficaram por ai. Em cidades como Salvador (2,6 pontos), Recife (2,9 pontos), Campinas (3,3 pontos) e Brasília (2,8 pontos), a novela também teve bom desempenho.

Ademais, em outras cidades do Brasil, Amor Proibido teve uma audiência bem abaixo do que até a própria Band espera para o horário das 20h30. Em cidades como Rio de Janeiro (1,9 ponto), Goiânia (1,5 ponto) e Florianópolis (1,5 ponto), o índice foi minimamente digno. Mas em Fortaleza e Vitória, o índice foi péssimo: Na capital cearense, a novela obteve apenas 0,6 ponto de audiência em seu fim. O número foi ainda pior na capital do Espírito Santo. Por lá, teve quase traço absoluto de Ibope. O folhetim marcou apenas 0,1 ponto.[8]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Beren Saat Bihter Yöreoğlu Ziyagil
Kıvanç Tatlıtuğ Behlül Haznedar
Nebahat Çehre Firdevs Yöreoğlu
Selçuk Yöntem Adnan Ziyagil
Zerrin Tekindor Deniz De Courton
Hazal Kaya Nihal Ziyagil
Batuhan Karacakaya Bülent Ziyagil
Eda Özerkan Elif Bender
Nur Fettahoğlu Peyker Yöreoğlu Önal
İlker Kızmaz Nihat Önal
Baran Akbulut Beşir Elçi
Pelin Ermiş Cemile
Fatma Karanfil Şaheste
Rana Cabbar Süleyman Efendi
Zerrin Nişancı Aynur Önal
Recep Aktuğ Hilmi Önal
Gülizar Irmak Sevil
Gülsen Tuncer Arsen Ziyagil
Evren Duyal Nesrin
Ufuk Kaplan Katia
Zerrin Arbaş Hülya
Münir Akça Melih Yöreoğlu

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Temporada Episódios Exibição original
Inicio Final
1 38[9] 4 de setembro de 2008 18 de junho de 2009
2 41 3 de setembro de 2009 24 de junho de 2010

Exibição[editar | editar código-fonte]

Aşk-ı Memnu quebrou recordes de audiência na Turquia.[10] Um grande sucesso no Paquistão, com audiência de 11,9 em seu último episódio. Foi visto por mais de 90 milhões de pessoas no Paquistão. Exibida três vezes, foi o primeiro drama estrangeiro a conseguir tantas altas audiências naquele país. A série foi dublado em muitas línguas, incluindo árabe, espanhol, persa, português e urdu.

País Canal
Irão Irão Gem Classic
Eslovénia Eslovénia PopTV
Bulgária Bulgária bTV

Nova tv Diema Family

Croácia Croácia Doma TV
Paquistão Paquistão Urdu1
Roménia Romênia Pro TV
Sérvia Sérvia Prva Srpska Televizija
Grécia Grécia ANT1
Arábia Saudita Arábia Saudita MBC4
Hungria Hungria Duna TV
Indonésia Indonésia MNCTV
Malásia Malásia RTM TV2
Singapura Singapura MediaCorp TV12 okto
Hong Kong Hong Kong TVB Pearl
China China Public Television Service
Marrocos Marrocos 2M TV
Montenegro Montenegro TV In
Chile Chile Canal 13
Peru Peru Latina Television
Letónia Letónia LNT
Israel Israel Viva Plus
Ucrânia Ucrânia 1+1
Eslováquia Eslováquia TV Doma
Tunísia Tunísia NESSMA TV
Egito Egito Play Hekayat | MBC Masr 2
Equador Equador Gama Tv
Argentina Argentina Telefe
Uruguai Uruguai Canal 10
Angola Angola Zap Novelas
Moçambique Moçambique
Brasil Brasil Band
República Checa República Checa Kino Barrandov

Dublagem Brasileira[editar | editar código-fonte]

personagem Dublador/Dubladora
Bither Priscila Ferreira
Behlul Spencer Toch
Adnan Cassius Romero
Firdevs Alessandra Araujo
Nylay Jussara Marques
Bulent Erico Espada / Lipe Volpato
Deniz Mara Lídia
Peyker Maira Paris
Nihat Rodrigo Nanal
Hilmi Ricardo Fabio
Ahsen Elisa Vilon
Besir Yuri Chesman
Cemile Lívia Simardi
Elif Fernanda Hartmann
Suleyman Antonio Moreno
Sayeste Rosana Beltrame
Nesrin Cássia Bisceglia
Katya Erika Kou

Embora represente um item que causa bastante polêmica, a dublagem de Amor Proibido pode ser considerada um marco positivo. As vozes encaixaram-se de forma satisfatória, com no máximo uma ou duas atuações questionáveis, o que não tirou o brilho do conjunto. Destaque para os dubladores do senhor Adnan, da senhora Firdevs e do vilão Hilmi Önal.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos

Em 2012, a rede norte-americana Telemundo adquiriu os direitos para fazer uma adaptação.[11] Em janeiro de 2013 foi lançado com o nome de Pasión prohibida, sendo realizado pela falecida Mónica Spear e Jencarlos Canela.[12]

Romênia

Em 15 de janeiro de 2018 estreou Fructul oprit, uma adaptação transmitida pela rede romena Antena 1.[13]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]