A-10 Thunderbolt II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A-10 Thunderbolt II
Picto infobox aircraft.png
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de ataque ao solo, suporte e observador de linha de frente, com motores turbofan, bimotor monoplano
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Fairchild Republic
Período de produção 1972-1984
Quantidade produzida 716 unidade(s)
Custo unitário US$118 milhões (1994)
Primeiro voo em 10 de maio de 1972 (43 anos)
Introduzido em março de 1977
Variantes
  • YA-10A
  • A-10A
  • OA-10A
  • YA-10B
  • A-10C
  • A-10PCAS
  • A-10 "civil"
Tripulação 1
Especificações (Modelo: A-10A)
Dimensões
Comprimento 16,26 m (53,3 ft)
Envergadura 17,53 m (57,5 ft)
Altura 4,47 m (14,7 ft)
Área das asas 47  (506 ft²)
Peso(s)
Peso vazio 11 321 kg (25 000 lb)
Peso carregado 21 361 kg (47 100 lb)
Peso de decolagem 23 000 kg (50 700 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x turbofans General Electric TF34-GE-100A
Força de empuxo (por motor) 4 111 kgf (40 300 N)
Performance
Velocidade máxima 833 km/h (449 kn)
Velocidade de cruzeiro 560 km/h (302 kn)
Alcance bélico 467 km (290 mi)
Alcance (MTOW) 4 150 km (2 580 mi)
Teto máximo 13 700 m (44 900 ft)
Razão de subida 30 m/s
Aviônica
Tipo(s) de radar(es) AN/AAS-35(V) Pave Penny laser tracker pod
Head up display
Contramedidas eletrônicas SUU-42A/A dispensador de flares e chaff ou
ECM AN/ALQ-131 ou AN/ALQ-184 ou
Sniper Advanced Targeting Pod ou AN/AAQ-28(V) LITENING
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 1x 30 mm GAU-8/A Gatling gun
Foguetes
  • 4× LAU-61/LAU-68 com 19× / 7× Hydra 70 mm
  • 4× LAU-5003 com 19× CRV7 70 mm
  • 6× LAU-10 com 4× 127 mm (5.0 in) Zuni rockets
Mísseis AR-AR 2 AIM-9 Sidewinder
AR Solo AGM-65 Maverick (todos os tipos);
Bombas Mark 80 ou
Mark 77 incendiária ou
Bombas de fragmentação BLU-1, BLU-27/B Rockeye II, Mk20, BL-755 e CBU-52/58/71/87/89/97 ou
Paveway ou
JDAM ou
WCMD
Notas
Outros: 2 x tanques externos de 600 US-gal (2 270 l)
Dados de: The Great Book of Modern Warplanes[1] , Fairchild-Republic A/OA-10[2] e USAF[3]

O A/OA-10 Thunderbolt II foi o primeiro avião norte-americano de combate produzido especialmente para suporte aéreo próximo de forças terrestres. Este caça tem uma excelente maneabilidade a baixas altitudes e velocidades, consituindo numa plataforma de ataque com uma ótima fiabilidade, podendo atacar alvos terrestres como edifícios, Carro de combate, infantaria ou outros veículos.[4]

Operações[editar | editar código-fonte]

A inclusão do A-10 na frota aérea não foi bem acolhida pela Força Aérea dos Estados Unidos, que sempre apostou em bombardeiros de grande altitude e os caças de alta performance F-15 e F-16 e se mostrava determinada em delegar o apoio aéreo a helicópteros. O A-10 projectava-se, no entanto, para missões de baixa altitude, lentas, notadamente contra blindados soviéticos estacionados na Europa Oriental.

Este avião provou o seu mérito durante a Guerra do Golfo em 1991, destruindo mais de 1.000 blindados, 2.000 outros veículos militares, e 1.200 peças de artilharia. As baixas foram de apenas 5 aviões, um número bastante inferior ao estimado pelos militares.

Campanhas[editar | editar código-fonte]

Em 1999 o A-10 volta a ser utilizado na Guerra do Kosovo, mais tarde durante a invasão do Afeganistão em 2001 desde a base em Bagram, incluindo a operação Anaconda em Março de 2002, e a Guerra do Iraque de 2003. Nesta última apenas foram utilizados sessenta unidades, sendo destruída apenas uma, perto de do Aeroporto Internacional de Bagdad, já no final da campanha.

O A-10 está projetado para permanecer ao serviço até 2028, quando será possivelmente substituído pelo F-35. Em 2005 a frota de A-10 irá dispor de actualizações ao nível do sistema de mira, ECM e da possibilidade de ser armado com bombas inteligentes. Porém, este avião pode permanecer ao serviço indefinidamente devido ao baixo custo e características únicas que o F-35 não poderá incluir, como a metralhadora e a baixa velocidade.[5]

Armamento[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Spick, Mike. The Great Book of Modern Warplanes, pp. 21, 44–48. London: Salamander Books, 2000. ISBN 1-84065-156-3.
  2. Jenkins, Dennis R. Fairchild-Republic A/OA-10 Warthog. North Branch, Minnesota: Specialty Press, 1998. ISBN 1-58007-013-2.
  3. "A-10/OA-10 fact sheet." U.S. Air Force
  4. Força Aérea dos Estados Unidos. Visitado em 2 de Abril de 2013.
  5. Wetzel, Gary. A-10 Thunderbolt II Units of Operation Enduring Freedom 2002-07 (em inglês). 1 ed. Estados Unidos: Osprey Publishing, 2013. 96 p. 1 vol. vol. 1. ISBN 978-1780963044


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.