A-Lex

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A-Lex
Álbum de estúdio de Sepultura
Lançamento 23 de janeiro de 2009
Gravação 2008
Gênero(s) Thrash metal, groove metal
Duração 54:19
Gravadora(s) SPV Records
Atração Records
Produção Stanley Soares, Sepultura
Cronologia de Sepultura
The Best of Sepultura
(2006)
Kairos
(2011)

A-Lex é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda brasileira de thrash metal Sepultura,[1] que foi lançado em 23 de janeiro de 2009 pela SPV Records e pela Atração Records no Brasil.[2] É o primeiro álbum lançado após a entrada de Jean Dolabella na banda, substituindo Igor Cavalera na bateria.

Todo o álbum é inspirado na obra "A Laranja Mecânica" (1962) de Anthony Burgess, seguindo a linhagem do álbum anterior a A-Lex, de 2006, Dante XXI, que também foi inspirado numa obra literária, A Divina Comédia, de Dante Alighieri.

Bastidores[editar | editar código-fonte]

O álbum foi gravado em São Paulo nos Estúdios Trama e foi mixado no estúdio Mega durante 2008, desde fevereiro, quando começado o processo de composição, até agosto, quando a banda terminou o processo de mixagem e revelou a lista de músicas e o título do álbum.

Andreas Kisser comentou sobre as influências obtidas do trabalho de Burgess:

O título é praticamente um trocadilho com o personagem central da obra, Alex, e o latino para a expressão "sem lei": ab(longe de, sem) + Lex(lei); presumidamente, essa é uma referência de como Alex e suas companhias viviam.

Divulgação do álbum[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2008, as canções "We've Lost You" e "The Treatment" estavam disponíveis, completas, na página do MySpace da banda.

Em 16 de janeiro de 2009, o álbum foi lançado, por completo, para execução exclusiva na Last.fm.[4]

Um clip foi gravado em São Paulo, para a canção "We've Lost You", sendo lançado em fevereiro de 2009.

Sepultura vai começar a turnê mundial de divulgação, A-Lex World Tour 2009, na Europa. Depois, passará pela América do Norte, alguns festivais de música, e também na Ásia/Oceania. A turnê pode durar até 2010.

Recepção do público[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas. [5]
About.com 3.5 de 5 estrelas. [6]
Record Collector 3 de 5 estrelas. [7]
Sea of Tranquility 4.5 de 5 estrelas. [8]
Glide magazine 4 de 5 estrelas. [9]

Na primeira semana de vendas, A-Lex vendeu 5,000 cópias no Brasil[10] e 1,600 cópias nos Estados Unidos..[11] Foi bem recebido pela crítica.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas são escritas pelo Sepultura, exceto "Ludwig Van", baseada na Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven e "Paradox", com letra co-escrita por Lucas Kater.

  1. "A-Lex I" - 1:53
  2. "Moloko Mesto" - 2:09
  3. "Filthy Rot" - 2:45
  4. "We've Lost You" - 4:13
  5. "What I Do!" - 2:01
  6. "A-Lex II" - 2:18
  7. "The Treatment" - 3:23
  8. "Metamorphosis" - 3:01
  9. "Sadistic Values" - 6:50
  10. "Forceful Behavior" - 2:27
  11. "Conform" - 1:54
  12. "A-Lex III" - 2:03
  13. "The Experiment" - 3:28
  14. "Strike" - 3:40
  15. "Enough Said" - 1:36
  16. "Ludwig Van" - 5:29
  17. "A-Lex IV" - 2:46
  18. "Paradox" - 2:15

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Sepultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.