A14 (autoestrada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A14

Autoestrada do Baixo Mondego
Portugal

Mapa da autoestrada A14
Tipo Autoestrada
Extensão 40 km
Orientação Poente a Nascente
Extremos
 • Poente:
 • Nascente:

Figueira da Foz
Coimbra (Norte)
Interseções  A 1 ,  A 17  N 109, N 111, N 335, N 234-1, M 600 e  IP 3 
Administração Infraestruturas de Portugal
Concessionária Brisa
Regime Portagens (28 km)
Gratuito (12 km)
Tráfego médio diário 11.333 (Agosto de 2019)

A A14 ou Autoestrada do Baixo Mondego[1] é uma autoestrada portuguesa, que liga Coimbra com a Figueira da Foz, pertencendo ambas à sub-região Região de Coimbra, pertencendo à Região Centro, tendo uma extensão total de 39,9 km.

Em Coimbra, a autoestrada começa no norte da cidade, tendo um nó com a A1, que segue direção a sul a Lisboa e direção a norte ao Porto, e com o IP3, que segue a leste direção a Viseu. Chegando antes à cidade da Figueira da Foz, a autoestrada tem um nó com a A13, que segue direção a sul a Leiria e direção a norte a Aveiro.

A autoestrada foi inaugurada em 1994 entre a Figueira da Foz e Montemor-o-Velho, com uma extensão de 12 km, seguindo até Ançã em 2001, com mais 13,4 km, chegando ao nó com a A1, no norte de Coimbra em 2002, crescendo em mais 5,5 km de extensão, tendo um perfil de duas vias de circulação para cada sentido em todo o seu percurso.

A Brisa é a concessionária desde do começo da entrada em serviço da autoestrada. A autoestrada tem regime de portagem convencional entre Coimbra e Montemor-o-Velho, até à Figueira da Foz é gratuita. Os preços atuais das portagens para o trajeto total da autoestrada é de 2,50€ para a classe C1, 4,50€ para a classe C2, 5,75€ para a classe C3 e 6,40€ para a classe C4.[2]

Troços[editar | editar código-fonte]

Troço Entrada de serviço Estado Km
Figueira da FozMontemor-o-Velho 1994 Em serviço 12
Montemor-o-VelhoAnçã 2001 Em serviço 13,4
AnçãCoimbra  A 1  2002 Em serviço 5,5

Capacidade[editar | editar código-fonte]

Troço Perfil Km
Figueira da FozMontemor-o-Velho Spain traffic signal s11a.svg 12
Montemor-o-VelhoAnçã Spain traffic signal s11a.svg 13,4
AnçãCoimbra  A 1  Spain traffic signal s11a.svg 5,5

Tráfego[editar | editar código-fonte]

Entre a Figueira da Foz e o nó com a  A 17  regista-se o maior tráfego diário da autoestrada, ultrapassando mais de 20 mil veículos diáriamente. Seguindo até Ançã, o tráfego é mais reduzido, não ultrapassando os 7 mil veículos diários. Chegando a Coimbra, o tráfego volta a aumentar com o nó com a  A 1 , ultrapassando mais de 10 mil veículos diariamente e seguindo até às Portagens de Coimbra Norte o tráfego aumenta para 20 mil veículos diáriamente.[3]

Troço Tráfego médio diário, agosto de 2019
Figueira da Foz–Zona Portuária 20.342
Zona Portuária–Vila Verde 20.342
Vila Verde A 17  20.064
 A 17 Montemor-o-Velho (sul) 18.116
Montemor-o-Velho (sul)–Montemor-o-Velho (norte) 6.607
Montemor-o-Velho (norte)–Arazede 6.689
ArazedeAnçã 6.982
Ançã A 1  10.724
 A 1 –Portagens Coimbra Norte 22.837
Tráfego médio diário da A14 11.333

Saídas[editar | editar código-fonte]

Saída Nome da Saída Estrada que liga
Spain traffic signal s1.svg Figueira da Foz
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 1 Aveiro
Leiria
N 109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 2 Vila Verde
Zona Portuária
M 600
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 3 Vila Verde N 111-2
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 3A Aveiro
Leiria
 A 17 
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 4 Maiorca

Montemor-o-Velho (oeste)
Sítio Classificado dos Montes de Santa Olaia e Ferrestelo
Verride

N 111/M601
Peaje.png Praça de Portagem de Montemor-o-Velho
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 5 Montemor-o-Velho (este) N 111
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 6 Arazede N 335
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 7 Ançã N 234-1
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 8 Lisboa/Condeixa/Coimbra Sul
Porto/Mealhada
 A 1 
Peaje.png Praça de Portagem de Coimbra-Norte
NO road sign 504.svg Portuguese traffic sign via rapida.JPG direcção

Viseu

Coimbra Norte

 IP 3 

Referências

  1. «Decreto-Lei n.º 247-C/2008». Diário da República — 1.ª série. 30 de dezembro de 2008. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  2. «Cálculo de percursos com portagens». portagens.infraestruturasdeportugal.pt. Consultado em 8 de abril de 2022 
  3. IMT, IMT (2021). «Relatório de Tráfego» (PDF)