ADE

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o óleo veterinário. Para outros significados, veja Ade.
O ADE é erroneamente procurado por quem quer ganhar músculos em pouco tempo.

ADE é um óleo composto vitamínico lipossolúvel das vitaminas A, D, E.[1], de coloração amarelo-alaranjada, e de uso exclusivamente veterinário,[2] injetável.[3]

A função principal do óleo é suprir necessidades de carência de vitaminas lipossolúveis[2] diretamente e prevenir infecções nos animais.[4], ainda assim com uso restrito a alguns grupos de animais (permitido para bovinos, equinos, suínos, caprinos, ovinos e coelhos[3][4], e com claras recomendações para não se usar em cães e gatos[3])

Porém o ADE adquiriu uma nova utilidade quando foi descoberto que os resultados ao injetá-lo em partes localizadas do corpo, conhecido como "hipertrofia local"[3], sendo similares ao óleo Synthol[3], outro óleo injetável, bastante popular no mercado americano, utilizado para inchar o músculo, dando uma falsa aparência de músculo malhado.

O uso do Synthol/ADE e outros óleos localizados apenas traz o inchaço instantâneo pelo acúmulo de óleo na região[1], e não aumenta de forma alguma fibras musculares[2] e/ou força.[1] Pelo contrário, já houve até casos em que o uso contínuo de ADE causou a redução da massa magra.[5]

O uso do ADE entre todos os óleos de crescimento local (que por conceito já são seriamente contra-indicados[3]) é considerado o mais danoso[4] e mais doloroso, por não ser um produto especializado em crescimento local como os outros óleos (e sim um produto veterinário), não contém analgésico em sua fórmula.[3]

O ADE por si só pode causar abscessos[4] no local injetado e proximidades, infecções[4], embolia[3] e necrose[4] do membro, o que causa uma futura amputação[1]. As consequências da injeção do ADE são: paralisia[4] (caso na hora da injeção seja atingido um nervo), parada respiratória, infarto e parada cardíaca.[4]. Em caso de complicações gerais, não é raro chegar a casos fatais.[3]


Referências

  1. a b c d Philipe. «ADE: uma ótima maneira de ficar forte sem perder tempo malhando». MundoGump.com. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  2. a b c «O Que é ADE?». UmMetrossexual.com. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  3. a b c d e f g h i «Óleos para crescimento localizado». Hipertrofia.org. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  4. a b c d e f g h «Efeitos Colaterais do ADE». Hipertrofia.org. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  5. «Anabolizantes: Risco?». Gruposaude. Consultado em 19 de janeiro de 2011 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um óleo ou relacionado a óleos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.