AEL Sistemas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
AEL Sistemas
Razão social AEL Sistemas S.A.
Nome(s) anterior(es) Aeroeletrônica
Sociedade anônima
Atividade Fabricação de componentes eletrônicos
Gênero Militar
Fundação 1982; há 39 anos
Sede Brasil Porto Alegre
Presidente Sergio Horta
Empregados ±500 (2020)
Empresa-mãe Israel Elbit Systems
Website oficial www.ael.com.br

A AEL Sistemas S.A., antiga Aeroeletrônica, fundada em 1982, é uma empresa subsidiária da Elbit Systems dedicada ao projeto, desenvolvimento, fabricação, suporte logístico e manutenção de setores de defesa, espaço e segurança pública. Sua aplicação é em veículos aéreos remotamente pilotados (ARPs) como Hermes 450, terrestres como a torre de armas do blindado do Exército Brasileiro o VBTP-MR Guarani, navais como a modernização do caça McDonnell Douglas A-4 Skyhawk da Marinha Brasileira, eletro-ópticos.

Pioneira na modernização de várias aeronaves da FAB, Embraer EMB-314 Super Tucano, AMX, F-5EM que leva também o suprimento de peças.[4]

Referências

  1. «AEL Sistemas». AEL Sistemas. Consultado em 20 de agosto de 2020 
  2. «Aeroeletrônica assina contrato para fornecimento de torretas para o Guarani». DefesaNet. Consultado em 20 de agosto de 2020 
  3. «AEL Sistemas». LinkedIn. Consultado em 20 de agosto de 2020 
  4. «Sergio Gonçalves Horta é o novo Presidente da AEL Sistemas». Poder Aéreo. 19 de dezembro de 2014. Consultado em 18 de outubro de 2015