AES Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
AES Brasil
Razão social AES Tietê Energia SA
Energia
Sede São Paulo, SP
Proprietário(s) AES Corporation
Website oficial www.aesbrasil.com.br

A AES Brasil é uma subsidiária da AES Corporation, uma das maiores empresas de energia dos Estados Unidos.

A AES Brasil atua nos setores de serviços, geração, armazenamento de energia elétrica. Está presente no país desde 1997[1]. Todas as empresas do Grupo AES Brasil integram a holding Companhia Brasiliana de Energia, formada pela AES Corp., que detém 50,01% do capital votante, e pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), com 49,99% do capital votante.

Geração de Energia[editar | editar código-fonte]

No segmento de geração de energia, a AES Brasil possui, no Estado de São Paulo, um parque gerador composto por nove usinas hidrelétricas nas regiões Central e Noroeste do Estado, além de três PHCs ( pequenas centrais hidrelétricas) no Estado de Minas Gerais [2], com capacidade instalada de 2.651 MW – o que corresponde a 21% da energia gerada em território paulista e a 2,6% do mercado nacional.

Reposicionamento da marca AES no Brasil[editar | editar código-fonte]

Desde novembro de 2020, a AES adotou o sistema de marca única no país. Assim, todas as empresas passaram a adotar a marca AES Brasil. A mudança visa facilitar o reposicionamento da marca para a liberalização do mercado de energia no Brasil no futuro. [3]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Ao fim de 2010, as empresas do Grupo AES Brasil apresentaram EBITDA de R$ 4,2 bilhões e lucro líquido de R$ 2,2 bilhões - um crescimento de 2,7% em relação a 2009. São cerca de 7 milhões de clientes que contam com serviços prestados com segurança e qualidade por mais de 12 mil colaboradores próprios e contratados atuando na força de trabalho.

Referências

  1. Grupo AES Brasil
  2. Tietê, AES. «Nossas Plantas | AES Tietê». AES Tietê. Consultado em 13 de março de 2018 
  3. thunders. «AES Tietê passa a se chamar AES Brasil e lança plataforma digital». canalenergia.com.br. Consultado em 14 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]