AES Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde novembro de 2011). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

AES Brasil, ou AES Holdings Brasil Ltda, é uma subsidiária da AES Corporation com sede em Barueri, SP, Brasil.

O Grupo AES Brasil é controlador de cinco empresas, que atuam no setor de energia elétricaAES Eletropaulo, AES Sul, AES Tietê, AES Uruguaiana e AES Serviços. Está presente no país desde 1997[1]. Todas as empresas do Grupo AES Brasil, exceto a AES Sul, que é totalmente controlada pela AES, integram a holding Companhia Brasiliana de Energia, formada pela AES Corp., que detém 50,01% do capital votante, e pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), com 49,99% do capital votante.

Geração de Energia[editar | editar código-fonte]

No segmento de geração de energia, a AES Brasil possui, no Estado de São Paulo, a AES Tietê, que conta com um parque gerador composto por dez usinas hidrelétricas nas regiões Central e Noroeste do Estado, além de sete PHCs ( pequenas centrais hidrelétricas) no Estado de Minas Gerais [2], com capacidade instalada de 2.651 MW – o que corresponde a 21% da energia gerada em território paulista e a 2,6% do mercado nacional. No Estado do Rio Grande do Sul, a AES Brasil é controladora da AES Uruguaiana. Primeira usina termelétrica a operar com gás natural no Brasil, a empresa iniciou suas atividades em 2000 na cidade de Uruguaiana. A usina tem capacidade instalada de 639 MW.

Distribuição de Energia[editar | editar código-fonte]

No setor de energia, a AES Brasil possui duas distribuidoras: AES Eletropaulo e AES Sul. A AES Eletropaulo distribui energia elétrica para 5,8 milhões de clientes em 24 municípios da Região Metropolitana de São Paulo - incluindo a capital. São 16,3 milhões de pessoas em uma área de 4.526 km², que concentra a região socioeconômica mais importante do país. A AES Eletropaulo é a maior distribuidora em faturamento e consumo da América Latina [3]. A área de atuação da AES Sul estende-se por 118 municípios do Estado do Rio Grande Sul, na fronteira com a Argentina e Uruguai e nas regiões dos Vales, Central e Metropolitana. Atende cerca de 1,1 milhão de clientes – aproximadamente 3,4 milhões de pessoas - na parte Centro-Oeste do Estado, totalizando 99,5 mil km de área de concessão.[4]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Ao fim de 2010, as empresas do Grupo AES Brasil apresentaram EBTIDA de R$ 4,2 bilhões e lucro líquido de R$ 2,2 bilhões - um crescimento de 2,7% em relação a 2009. São cerca de 7 milhões de clientes que contam com serviços prestados com segurança e qualidade por mais de 12 mil colaboradores próprios e contratados atuando na força de trabalho.

Referências