ALCO RS-11

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


ALCO RS-11
TPW exposta no Illinois Railway Museum, 16 de julho de 2005.
Descrição
Propulsão
Fabricante ALCO/MLW
Modelo RS-11
Ano de fabricação 1956
Locomotivas fabricadas 426
Classificação AAR B-B
Tipo de serviço Road Switcher
Características
Bitola 1.435 mm
Tipo de combustível Diesel
Fabricante do motor ALCO
Motor primário 251B
Performance
Potência total 1.800 Hp (1.3 MW)
Operação
Ferrovias Originais
Situação Em serviço

A ALCO RS-11 é uma locomotiva diesel-elétrica no padrão Road Switcher (Comutadora de Via) com 1,800 Hp (1,3 MW) que possui dois eixos por truque, na configuração B-B de arranjo de rodeiros.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

As primeiras RS-11 foram produzidas pela ALCO no inicio de 1956. Esta locomotiva classificada pela ALCO como modelo DL-701, era a substituta da locomotiva RS-3. Com um motor diesel V12, de 1,800 Hp (1,3 MW) 251B, a RS-11 foi a resposta da ALCO frente a locomotiva GP9 da Electro-Motive Diesel ou simplesmente EMD da General Motors. O motor turbocharger da RS-11 acelerava rápido, tendo alta força de tração, reduzindo assim o uso de combustível. Foi muito versátil usada tanto para o transporte de cargas como também o de passageiros.

Compradores originais[editar | editar código-fonte]

O maior comprador das RS-11 foi a ferrovia Norfolk and Western Railway (N&W), que adquiriu um total de 99 unidades (35 adicionais após a fusão com a Nickel Plate Road (NKP).). Outros grandes compradores da RS-11 foram as ferrovias Northern Pacific Railway (NP), Pennsylvania Railroad (PRR) e Southern Pacific Railroad (SP). Com aproximadamente 426 unidades produzidas para os Estados Unidos da América e México, em 8 anos de produção, a RS-11 foi a Road Switcher mais bem sucedida da ALCO e promoveu uma grande competição com as road switchers da EMD. Algumas unidades de RS-11 ainda se encontram em serviço em linhas curtas das ferrovias estadunidenses.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]