ATP de Acapulco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abierto Mexicano Telcel
ATP de Acapulco
Abierto-mexicano-de-tenis-3 0.jpeg
Cancha Central durante a edição de 2015
Detalhes
Local Hotel Princess Mundo Imperial
México Acapulco, México
Organização Associação de Tenistas Profissionais (ATP)
Direção Raúl Zurutuza
Categoria ATP 500
Piso duro
Premiação 32 simplistas (principal)
16 simplistas (qualificatório)
16 duplas (principal)
4 duplas (qualificatório)
Participantes US$ 2.000.845
Quadras Estadio
Grandstand
Cancha 2
Cancha 3
Cancha 4
Cancha 1
Página oficial abiertomexicanodetenis.com
Tennisball current event.svg Edição atual
Combinado masculino e feminino
   ATP      WTA   
Atualizado em: 1º de março de 2020

O ATP de Acapulco (também conhecido como Abierto Mexicano Telcel, para fins de patrocínio), é um torneio profissional de tênis masculino disputado em quadra de saibro, no Fairmont Acapulco Princess, em Acapulco, no México.

Finais[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice-campeão Resultado
2020 Espanha Rafael Nadal Estados Unidos Taylor Fritz 6–3, 6–2
2019 Austrália Nick Kyrgios Alemanha Alexander Zverev 6–3, 6–4
2018 Argentina Juan Martín del Potro África do Sul Kevin Anderson 6–4, 6–4
2017 Estados Unidos Sam Querrey Espanha Rafael Nadal 6–3, 7–63
2016 Áustria Dominic Thiem Austrália Bernard Tomic 7–66, 4–6, 6–3
2015 Espanha David Ferrer Japão Kei Nishikori 6–3, 7–5
2014 Bulgária Grigor Dimitrov África do Sul Kevin Anderson 7–61, 3–6, 7–65
2013 Espanha Rafael Nadal Espanha David Ferrer 6–0, 6–2
2012 Espanha David Ferrer Espanha Fernando Verdasco 6–1, 6–2
2011 Espanha David Ferrer Espanha Nicolás Almagro 7–64, 26–7, 6–2
2010 Espanha David Ferrer Espanha Juan Carlos Ferrero 6–3, 3–6, 6–1
2009 Espanha Nicolas Almagro França Gaël Monfils 6–4, 6–4
2008 Espanha Nicolás Almagro Argentina David Nalbandian 6–1, 7–61
2007 Argentina Juan Ignacio Chela Espanha Carlos Moyà 6–3, 7–62
2006 Peru Luis Horna Argentina Juan Ignacio Chela 7–56, 6–4
2005 Espanha Rafael Nadal Espanha Álbert Montañés 6–1, 6–0
2004 Espanha Carlos Moyà Espanha Fernando Verdasco 6–3, 6–0
2003 Argentina Agustín Calleri Argentina Mariano Zabaleta 7–5, 3–6, 6–3
2002 Espanha Carlos Moyà Brasil Fernando Meligeni 7–64, 7–64
2001 Brasil Gustavo Kuerten Espanha Galo Blanco 6–4, 6–2
2000 Argentina Juan Ignacio Chela Argentina Mariano Puerta 6–4, 7–64
Torneio não realizado em 1999
1998 Chéquia Jiří Novák Bélgica Xavier Malisse 6–3, 6–3
1997 Espanha Francisco Clavet Espanha Joan Albert Viloca 6–4, 7–67
1996 Áustria Thomas Muster Chéquia Jiří Novák 7–63, 6–2
1995 Áustria Thomas Muster Brasil Fernando Meligeni 7–64, 7–5
1994 Áustria Thomas Muster Brasil Roberto Jabali 6–3, 6–1
1993 Áustria Thomas Muster Espanha Carlos Costa 6–2, 6–4

Duplas[editar | editar código-fonte]

Ano Campeões Vice-campeões Resultado
2020 Polónia Łukasz Kubot
Brasil Marcelo Melo
Colômbia Juan Sebastián Cabal
Colômbia Robert Farah
7–66, 46–7, [11–9]
2019 Alemanha Alexander Zverev
Alemanha Mischa Zverev
Estados Unidos Austin Krajicek
Nova Zelândia Artem Sitak
2–6, 7–64, [10–5]
2018 Reino Unido Jamie Murray
Brasil Bruno Soares
Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
7–64, 7–5
2017 Reino Unido Jamie Murray
Brasil Bruno Soares
Estados Unidos John Isner
Espanha Feliciano Lopez
6–3, 6–3
2016 Filipinas Treat Huey
Bielorrússia Max Mirnyi
Áustria Alexander Peya
Alemanha Philipp Petzschner
7–65, 6–3
2015 Croácia Ivan Dodig
Brasil Marcelo Melo
Polónia Mariusz Fyrstenberg
México Santiago Gonzalez
7–62, 5–7, 10–3
2014 África do Sul Kevin Anderson
Austrália Matthew Ebden
Espanha Feliciano López
Bielorrússia Max Mirnyi
6–3, 6–3
2013 Polónia Łukasz Kubot
Espanha David Marrero
Itália Simone Bolelli
Itália Fabio Fognini
7–5, 6–2
2012 Espanha David Marrero
Espanha Fernando Verdasco
Espanha Marcel Granollers
Espanha Marc López
6–3, 6–4
2011 Roménia Victor Hănescu
Roménia Horia Tecău
Brasil Marcelo Melo
Brasil Bruno Soares
6–1, 6–3
2010 Polónia Łukasz Kubot
Áustria Oliver Marach
Itália Fabio Fognini
Itália Potito Starace
6–0, 6–0
2009 Chéquia František Čermák
Eslováquia Michal Mertiňák
Polónia Łukasz Kubot
Áustria Oliver Marach
4–6, 6–4, [10–7]
2008 Áustria Oliver Marach
Eslováquia Michal Mertiňák
Argentina Agustín Calleri
Peru Luis Horna
6–2, 36–7, [10–7]
2007 Itália Potito Starace
Argentina Martín Vassallo Argüello
Chéquia Lukáš Dlouhý
Chéquia Pavel Vízner
6–0, 6–2
2006 Chéquia František Čermák
Chéquia Leoš Friedl
Itália Potito Starace
Itália Filippo Volandri
7–5, 6–2
2005 Espanha David Ferrer
Espanha Santiago Ventura
Chéquia Jiří Vaněk
Chéquia Tomáš Zíb
4–6, 6–1, 6–4
2004 Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
Argentina Juan Ignacio Chela
Chile Nicolás Massú
6–2, 6–3
2003 Bahamas Mark Knowles
Canadá Daniel Nestor
Espanha David Ferrer
Espanha Fernando Vicente
6–3, 6–3
2002 Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
Chéquia Martin Damm
Chéquia David Rikl
6–1, 3–6, [10–2]
2001 Estados Unidos Donald Johnson
Brasil Gustavo Kuerten
África do Sul David Adams
Argentina Martín García
6–3, 7–65
2000 Zimbabwe Byron Black
Estados Unidos Donald Johnson
Argentina Gastón Etlis
Argentina Martín Rodríguez
6–3, 7–5
Torneio não realizado em 1999
1998 Chéquia Jiří Novák
Chéquia David Rikl
Argentina Daniel Orsanic
México David Roditi
6–4, 6–2
1997 Equador Nicolás Lapentti
Argentina Daniel Orsanic
México Luis Herrera
México Mariano Sánchez
4–6, 6–3, 7–6
1996 Estados Unidos Donald Johnson
Estados Unidos Francisco Montana
Equador Nicolás Pereira
Espanha Emilio Sánchez
6–2, 6–4
1995 Argentina Javier Frana
México Leonardo Lavalle
Alemanha Marc-Kevin Goellner
Itália Diego Nargiso
7–5, 6–3
1994 Estados Unidos Francisco Montana
Estados Unidos Bryan Shelton
Estados Unidos Luke Jensen
Estados Unidos Murphy Jensen
6–3, 6–4
1993 México Leonardo Lavalle
Brasil Jaime Oncins
Argentina Horacio de la Peña
México Jorge Lozano
7–6, 6–4

Ligações externas[editar | editar código-fonte]