A Ópera Mágica do Cantor Maldito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Ópera Mágica do Cantor Maldito
Álbum de estúdio de Fausto
Lançamento 2003
Gravação Primavera a Outono de 2003, Estúdios Xangrilá
Género(s) Música popular portuguesa
Duração 69:56 min
Idioma(s) Português
Formato(s) LP ou CD
Editora(s) Sony Music
Cronologia de Fausto
Crónicas da Terra_Ardente (1994)
Em Busca das Montanhas Azuis (2011)

A Ópera mágica do cantor maldito é o 11º álbum de originais de Fausto Bordalo Dias, editado em 2003. [1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "O redil (Introdução)" – 2:44
  2. "Era uma vez um cantor maldito" – 4:59
  3. "Num sonho de águas claras" – 4:06
  4. "A ouro e prata" – 4:55
  5. "Eis aqui o agiota" – 4:07
  6. "Eis ali o dito cantor" - 5:10
  7. "E tão só o verde dos teus olhos" – 3:58
  8. "Um breve bilhete apenas" – 4:41
  9. "A nova-brigada-dos-coronéis-de-lápis-azul" – 4:23
  10. "Adeus orelhas-de-abano" – 3:53
  11. "Bárbaros em «passerelle»" – 5:20
  12. "Os mangas-de-alpaca" – 4:27
  13. "Materialista… sou eu" – 4:26
  14. "Se já não chamo p'lo teu nome" – 3:20
  15. "A penumbra da claridade" – 4:04
  16. "E o cantor olha as estrelas" – 5:20

Referências

  1. «Release "A Ópera Mágica Do Cantor Maldito" by Fausto - MusicBrainz». MusicBrainz. Consultado em 4 de junho de 2018. 



Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.