A Ópera Mágica do Cantor Maldito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


A Ópera Mágica do Cantor Maldito
Álbum de estúdio de Fausto
Lançamento 2003
Gravação Primavera a Outono de 2003, Estúdios Xangrilá
Género(s) Música popular portuguesa
Idioma(s) Português
Formato(s) LP ou CD
Editora(s) Sony Music
Cronologia de Fausto
Crónicas da terra ardente (1994)
Em Busca das Montanhas Azuis (2011)

A Ópera mágica do cantor maldito é o 11º álbum de originais de Fausto Bordalo Dias, editado em 2003.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "O redil (Introdução)" – 2:44
  2. "Era uma vez um cantor maldito" – 4:59
  3. "Num sonho de águas claras" – 4:06
  4. "A ouro e prata" – 4:55
  5. "Eis aqui o agiota" – 4:07
  6. "Eis ali o dito cantor" - 5:10
  7. "E tão só o verde dos teus olhos" – 3:58
  8. "Um breve bilhete apenas" – 4:41
  9. "A nova-brigada-dos-coronéis-de-lápis-azul" – 4:23
  10. "Adeus orelhas-de-abano" – 3:53
  11. "Bárbaros em «passerelle»" – 5:20
  12. "Os mangas-de-alpaca" – 4:27
  13. "Materialista… sou eu" – 4:26
  14. "Se já não chamo p'lo teu nome" – 3:20
  15. "A penumbra da claridade" – 4:04
  16. "E o cantor olha as estrelas" – 5:20
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.