A Única Mulher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Única Mulher
Só é impossível até acontecer
Informação geral
Formato Telenovela
Género Drama
Romance
Mistério
Duração ± 60 min
Estado Finalizada
Criador(es) Maria João Mira
André Ramalho
País de origem  Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) António Borges Correia
Produtor(es) Plural Entertainment
Elenco Ana Sofia Martins
Lourenço Ortigão
Alexandra Lencastre
José Wallenstein
Ângelo Torres
Rita Pereira
(ver mais)
Tema de abertura "Única Mulher", de Anselmo Ralph
Tema de encerramento "Única Mulher", de Anselmo Ralph
Empresa(s) de produção Plural Entertainment
Localização Lisboa
Luanda
Exibição
Emissora de televisão original PortugalTVI
Formato de exibição 480i SDTV
1080i HDTV
Transmissão original 15 de março de 2015 – 6 de janeiro de 2017
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 561 no total
189 (1ª temporada)
174 (2ª temporada)
198 (3ª temporada)
Cronologia
O Beijo do Escorpião
Ouro Verde

A Única Mulher foi uma telenovela portuguesa produzida pela Plural Entertainment e transmitida pela TVI entre 15 de março de 2015[1] e 6 de janeiro de 2017[2] substituindo meses mais tarde O Beijo do Escorpião e sendo substituída por Ouro Verde. É escrita por Maria João Mira e André Ramalho, com ideia original de José Eduardo Moniz[3] e tem direção de António Borges Correia. Foi gravada em Portugal e em Angola, nomeadamente em Luanda.[4] É a novela de maior dureção uma vez feita em Portugal, ultrapassando até mesmo Remédio Santo e Anjo Selvagem ambas da TVI.

Conta com Ana Sofia Martins, Lourenço Ortigão, Alexandra Lencastre, Ângelo Torres e Rita Pereira nos principais papeis da trama.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O colapso de um grande Banco nacional desencadeia o (re)encontro de duas realidades. E o conflito entre duas famílias.

1ª temporada[editar | editar código-fonte]

Luís Miguel (Lourenço Ortigão) é um jovem engenheiro que procura fazer carreira em Angola. Para trás, ele deixa uma família tradicional e conservadora, afetada pela crise. O seu pai Jorge (José Wallenstein) é dono de uma construtora nacional, em risco de falência, e a sua mãe Pilar (Alexandra Lencastre) espera sair rica de um casamento desfeito.

Em Angola, Luís Miguel conhece Mara (Ana Sofia Martins), uma enfermeira que o salva de morte certa. O pai da rapariga, Norberto (Ângelo Torres) é um empresário angolano com importantes investimentos em Portugal e também o principal cliente da construtora de Jorge. Ele tem na mão o destino da empresa mas tem grande ressentimento contra os portugueses que, durante a guerra colonial, assassinaram o seu pai. A herança deste passado e os interesses do presente transformam o que seria uma disputa empresarial no choque de dois mundos.

Mas nada sobrevive à vingança de uma mulher: Luena (Rita Pereira) é filha de retornados que perderam tudo o que tinham, com a independência de Angola. Ela quer recuperar o património da família, acima de tudo. Até de si própria...[5]

2ª temporada[editar | editar código-fonte]

Passado um ano, as bebés de Mara e Luís Miguel dão os primeiros passos.

Antes de morrer, Cândida (Laurinda Chiungue) mostra a Vita (Maura Faial) a sua certidão de nascimento que revela que a sua verdadeira mãe ainda está viva e trabalha na casa de Norberto Venâncio. A princípio, Neuza (Mina Andala) não quer acreditar nem aceitar. Mais tarde, vai ao musseque e, rendida às evidências, pede perdão à filha e mostra-se disposta a ser mãe dela. Mas Vita não é bem aquilo que aparenta ser; em conjunto com César (Pêpê Rapazote), médico pediatra, a dupla chega para assombrar e destabilizar a vida de Mara e Luís Miguel.[6] Vita começa a trabalhar como ama das duas gémeas e a seduzir silenciosamente Luís Miguel. A traição será uma questão de tempo...[7]

Com o rosto desfigurado e presa a uma cadeira de rodas, Pilar não se conforma com o seu destino. Para além de ter sido enganada e roubada por António (Pedro Carmo), Luis Miguel não lhe perdoa o facto de ela lhe ter feito tanto mal para o separar de Mara. Toda a família lhe vira as costas e ela tenta o suicídio. Nessa altura, os filhos ficam aflitos e Luís Miguel, acompanhado por Mara, tenta travar as loucuras da mãe. Na verdade, Pilar não vai facilitar a vida dos filhos e da nora. Leandro (Freddy Costa) é o seu fisioterapeuta e faz de tudo para que ela não perca as esperanças de um dia voltar a andar, formando uma relação improvável de amizade com um homem de raça negra, algo que tanto ela desprezava.[8]

Sem conseguir superar a morte do noivo, Sara (Joana de Verona) fecha-se na casa de Diogo e todos os dias se embebeda. Preocupado com as loucuras da sua filha, António recruta Tânia e Radu para a seguirem e vigiarem. Na ocasião, Sara e Leandro conhecem-se e os dois envolvem-se num romance também ele improvável. Mas a fase autodestrutível de Sara vai destabilizar o seu amor.

Norberto continua na prisão e é ameaçado e espancado várias vezes. Ramiro, também na mesma prisão, vai tentando salvar o empresário angolano dos problemas onde se mete, mas acaba por ser esfaqueado. António tenta a todo o custo acabar com a vida de Norberto dentro da prisão, mausdos seus capangas é morto e as provas contra Norberto são absolvidas.

Agora fora da prisão, Norberto promete vingança e não regressa sozinho, juntado-se a Pilar e unindo forças para reaver aquilo que era seu e acabar com a vida de António.[9][10][11]

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

À beira-mar, Luena e Norberto passeiam a cavalo, felizes. Mara chega ao hospital onde começará a trabalhar nesse dia. Entretanto, o primeiro dia de trabalho de Mara promete ser agitado e, quando esta está a receber o relatório dos doentes, chega uma mulher que sofreu um acidente. Carlos (Pedro Laginha), o marido, está de cabeça perdida e sai do hospital a toda a velocidade. Luena é surpreendida com um pedido de casamento de Norberto, que aceita logo. Carlos entra no hospital enraivecido e dispara, atingindo Leandro num braço. Henrique manda bloquear as entradas do hospital e chama a polícia. Carlos dispara sobre Mara, que cai, chamando por Luís Miguel.[carece de fontes?]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem Temporada
1 2 3
Ana Sofia Martins Mara Venâncio Regular
Lourenço Ortigão Luís Miguel Sacramento Regular
Alexandra Lencastre Pilar Sacramento Regular
Rita Pereira Luena da Silva Regular
Ângelo Torres Norberto Venâncio Regular
José Wallenstein Jorge Sacramento Regular
Paulo Pires Henrique Albergaria Regular
Paula Neves Concha Albergaria Regular
Nuno Homem de Sá Albino («Bino») das Dores Regular
Mina Andala Neuza dos Anjos Regular
Marta Melro Rafaela Mestre Regular
Sílvia Rizzo Isabel Batista Regular
João Catarré Ramiro Neves/João Vicente Regular
Alberto Magassela Arsénio Kianda Regular
Matilde Breyner Maria Antónia («Mitó») Borralho Regular
Sofia Baessa Yolanda Gamboa Regular
Kelly Bailey Francisca Sacramento Regular
Bruno Cabrerizo Santiago Ortiz Regular
Sara Prata Daniela Fragoso Regular
Ana Marta Ferreira Clara Albergaria Regular
Ricardo de Sá Bruno Borralho Regular
Gany Ferreira Kizua Kianda Regular
Leonor Seixas Sílvia Caiado Regular
Pedro Lima Pedro Caiado Regular
Inês Gonçalves Mafalda Barros Regular
Lia Gama Berta Vieira Regular
Leandro Pires Artur Gamboa Regular Participação
Joana de Verona Sara Sacramento Regular Participação
Graciano Dias Diogo Mendonça Regular Participação
Maria Leite Ana Maria Baptista Regular Participação
André Nunes Orlando Barros Regular
Orlando Costa Sebastião Pereira Regular
Catarina Matos Isaura («Isaurinha») das Dores Regular
Irma Ribeiro Patrícia das Dores Regular
Manuel Wiborg Inspetor Alberto Camacho Recorrente Regular Participação
Pedro Carmo António de Lucena Recorrente Regular
Joana Câncio Tânia Shevtchenko Recorrente Regular Participação
João Didelet Radu Pompescu Recorrente Regular
Pedro Barroso Rodrigo Dias Recorrente Regular
Maura Faial Vita Molungo Participação Regular
Rita Brütt Inspetora Laura Gomes Recorrente Participação
Rita Cruz Rosário Venâncio Recorrente
Alfredo Brito Raúl Falcão Recorrente
Fredy Costa Leandro Nascimento Regular
Lídia Franco Guilhermina («Mina») Albergaria Regular Participação
Pêpê Rapazote Dr. César Varela Regular
Soraia Tavares Soraia Recorrente Regular
Igor Regalla Telmo Nascimento Recorrente Regular
Marta Faial Leila Barbosa Regular
Pedro Laginha Carlos Oliveira Regular
Miguel Valle Tomé Quintela Regular
Jorge Gonçalves Afonso Quintela Regular
Pedro Giestas João Regular
Tomás Alves Rui Tavares Regular
Nuno Gil Xavier Mendes Regular
Marina Albuquerque Julieta Regular
Karla Muga Selma Barbosa Regular
Nuno Janeiro Rolando Ladeira Regular
Ricardo Trêpa Xico Alegria Regular
Sofia de Portugal Graça Regular
João Cabral Guilherme Regular
Mafalda Vilhena Valéria Regular
Laurent Filipe Bill White Regular
Rita Loureiro Carmo Apuim Regular
Susana Mendes Benedita Salgado Regular
Joana Aguiar Filipa («Pipa») Apuim Regular
Guida Maria Amélia Regular
Carlos Vieira Nuno Regular
José Carlos Pereira Cabé Recorrente
Luís Esparteiro Jeremy Recorrente
Heidi Berger Leonor «Nonô» Regular

Elenco infantil[editar | editar código-fonte]

  • Bruno Semedo - Kandimba (Temporada 1-3)
  • Maria Arrais - Joana Fragoso (Temporada 1-3)
  • Isaac Carvalho - João Norberto (Júnior) da Silva (Temporada 1-3)
  • Diana Melo - Matilde Caiado (Temporada 1-2)
  • João Fernandes - Tomás Caiado (Temporada 1-2)

Elenco adicional[editar | editar código-fonte]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Na TVI, a telenovela é exibida desde 15 de março de 2015, às 21h30.[12]
Até 2016, foram confirmadas exportações para Angola e Moçambique, com apenas 3 a 4 semanas de diferença entre Portugal,[13] para Chile,[14][15] Cabo Verde,[16] Argentina,[17] Paraguai,[18] Uruguai,[19] França, Colômbia e Bolívia.

A TVI Internacional também transmite a telenovela em países como Andorra, Espanha, Austrália, etc..

A 21 de julho de 2015, a TVI dá início à campanha de final da 1.ª temporada, sendo a primeira vez que uma telenovela portuguesa é separada por temporadas, com objetivo de se aproximar ao formato de série e reinventar a história e personagens.[20][21] A 17 de outubro do mesmo ano, dá-se o final da 1.ª temporada. Tal como essa temporada, também a 2.ª foi apresentada num evento especial e acaba por estrear dia 19 de outubro.[22]

O sucesso da 2.ª temporada leva à produção de mais uma temporada.[23] A 5 de abril de 2016, começa a campanha dos últimos episódios da 2.ª temporada, sendo o último episódio exibido dia 30 de abril.[24] Tal como anteriormente, a 3.ª temporada começa novamente dois dias depois, a 2 de maio.[25] Com a estreia de A Impostora, a telenovela passou a ser exibida num horário mais tardio. O final da novela, dividido em dois episódios consecutivos, foi para o ar no dia 6 de janeiro de 2017 sendo promovido durante todo o dia através de uma emissão especial durante as manhãs e as tardes do canal.[26]

Exibições por data de estreia
País Canal Título adaptado Temporadas Estreia Final Horário
Portugal TVI A Única Mulher 3 15 de março de 2015 6 de janeiro de 2017 Segunda a sexta, às 21h30
Angola DSTV A Única Mulher 3 21 de abril de 2015 [27][28] 20 de fevereiro de 2017 Segunda a sexta, às 21h00
Moçambique Segunda a sexta, às 22h00
Chile Canal 13 La Única Mujer 1 30 de agosto de 2015 [29] 19 de fevereiro de 2016 Segunda a sexta, às 17h45
Cabo Verde TCV A Única Mulher 2 19 de outubro de 2015 [16] Em exibição Segunda a sábado, às 19h00
Paraguai Telefuturo La Única Mujer 1 30 de novembro de 2015 [30] 27 de maio de 2016 Segunda a sexta, às 19h00
Uruguai Monte Carlo TV 4 de janeiro de 2016 9 de setembro de 2016 [31] Segunda a sexta, às 17h00
Bolívia Unitel 10 de agosto de 2016 [32] Em exibição Segunda a sexta, às 11h00
França Outre-Mer première Mara, une femme unique 30 de agosto de 2016 [33] Em exibição Segunda a sexta, às 11h30 [34]
Colômbia Telecaribe La Única Mujer 1 de setembro de 2016 [35] Em exibição Segunda a sexta, às 12h00
Argentina El Trece 2017 [17]

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

A Única Mulher, Vol. 1
Banda sonora de Vários artistas
Lançamento 15 de junho de 2015
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Farol Música
Cronologia de Vários artistas
A Única Mulher, Vol. 2

A banda sonora original da telenovela foi lançada no dia 15 de junho e esteve em 1.º lugar no top de compilações.[36] O CD traz 19 canções, incluindo o êxito que dá nome à produção:

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Única Mulher"   Anselmo Ralph Genérico 3:37
2. "Tudo em Mim"   Kataleya Mara 4:37
3. "Chandelier"   Sia Luena 3:36
4. "Mulher Perfeita"   Badoxa feat. G Amado Francisca e Santiago 4:14
5. "Vamos Ficar Por Aqui (Acústico)"   C4 Pedro   3:54
6. "Mar Azul"   Yola Semedo feat. Paulo Flores Pilar 4:16
7. "Kwanza Burro"   Matias Damásio   4:54
8. "Fazer O Que Ainda Não Foi Feito"   Pedro Abrunhosa & Comité Caviar Luís Miguel 4:54
9. "Lisboa Mulata"   Dead Combo Concha 4:20
10. "Conqueror"   Estelle Mara e Luís Miguel 4:27
11. "Homem Muito Brasa"   SEDA Mitó 3:40
12. "Foram Cardos Foram Prosas"   Manuela Moura Guedes Sílvia e Pedro 3:47
13. "Mountains"   Carolina Deslandes feat. Agir Daniela 3:51
14. "Tá-me Esperare"   Badoxa   4:34
15. "Nta Konsigui"   Elida Almeida   4:41
16. "A Menina Dança #1"   Dead Combo Pilar 2:58
17. "Sedutora"   Angel Fortes   4:18
18. "Meu Bom Bom"   Justin & Mikey   3:58
19. "Rock Like This"   Mastiksoul   3:52


A Única Mulher, Vol. 2
Banda sonora de Vários artistas
Lançamento 5 de fevereiro de 2016
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Farol Música
Cronologia de Vários artistas
A Única Mulher, Vol. 1
A Única Mulher, Vol. 3

Faixas Não incluídas (1º temporada)[editar | editar código-fonte]

Yann Tiersen - A Midsummer Evening (Tema de Concha e Henrique)

O sucesso da segunda temporada traz um segundo volume com novas canções.[37][38] O CD contém novamente 19 canções, incluindo também o tema principal da produção:

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Única Mulher"   Anselmo Ralph Genérico 3:37
2. "Teu Fã"   Master Jake   3:48
3. "Controla"   Badoxa   4:16
4. "Porque Te Amo"   Tó Semedo feat. Boss AC   4:35
5. "Fica Parado"   Pérola   3:48
6. "Tu És A Mulher"   C4 Pedro   4:36
7. "Meu Bem"   Justin & Mikey   4:34
8. "Loucos"   Matias Damásio   4:34
9. "Tomam El"   Elida Almeida   4:17
10. "Vai-te Embora"   Nsoki   4:32
11. "Mãi Weya Ué"   Pérola   4:26
12. "Matemática do Amor"   Matias Damásio   4:32
13. "Unstoppable"   April Francisca 3:21
14. "Asteroid"   Mesa   4:05
15. "My Treasure"   Nsoki   4:07
16. "African Beauty"   C4 Pedro feat. DJ Maphorisa   4:30
17. "A Casa Vai Abaixo"   LMS   3:27
18. "Dama Dança"   Os Avilos   3:01
19. "Entra na Roda"   Gigadeejay feat. Taty Agressivo   2:48


A Única Mulher, Vol. 3
Banda sonora de Vários artistas
Lançamento 20 de setembro 2016
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Sony Music
Cronologia de Vários artistas
A Única Mulher, Vol. 2

O terceiro e último volume da coleção inclui, tal como os dois anteriores, o tema principal da telenovela bem como novos temas da temporada interpretados por Aurea, João Pedro Pais, entre outros...[39]

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Única Mulher"   Anselmo Ralph Genérico 3:37
2. "Tá Pegar Fogo"   C4 Pedro   4:02
3. "O Tal Amigo"   Master Jake   4:35
4. "Hoje Só Tu e Eu"   Badoxa   4:33
5. "Uma em Um Milhão"   2Much   4:49
6. "Deixa o Mundo Falar"   Jey V   4:02
7. "Norte"   João Pedro Pais Luís Miguel 3:49
8. "I Didn't Mean It"   Aurea Luena 4:24
9. "Apaixona"   Yasmine Carvalho   3:59
10. "Vai Embora (Remix)"   Justin & Mikey   4:33
11. "Eu Bem Sei"   Jay Laroye   3:46
12. "Volta"   R. Lynda   3:44
13. "Louca"   G-Amado feat. Edmundo Vieira   4:05
14. "I Need This Girl"   Virgul   3:45
15. "Good For You"   Mastiksoul   3:02
16. "Spetxa One"   C4 Pedro   4:44
17. "Faz Acontecer (Soulwave Remix)"   Ivan   4:43
18. "Dentu Bó"   Dino d'Santiago   3:59

O Concerto[editar | editar código-fonte]

Perante o sucesso de A Única Mulher, alguns dos cantores portugueses e angolanos da banda sonora da novela vão reunir-se para um grande espetáculo. O concerto realizar-se-á no dia 24 de setembro de 2016, no Campo Pequeno. Alguns dos artistas confirmados são: Áurea, Pérola, C4 Pedro, Carolina Deslandes, Badoxa, Master Jake, 2Much, April Ivy, Matias Damásio, entre outros.[40] Os bilhetes custam entre 20 a 25 euros.[41] No dia 8 de dezembro de 2016, após um episódio de "A Única Mulher", a TVI emitiu o concerto. A começar por volta da 00h, ao longo de 2 horas de emissão, o programa registou 2% de rating e 16% de share. [carece de fontes?]

Prémios[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Prémio Categoria Resultado
2015
A Única Mulher
Prémios Áquila[42][43] Melhor Telenovela Venceu
Alexandra Lencastre
Melhor Atriz Principal Venceu
Mina Andala
Melhor Atriz Secundária Venceu
Paulo Pires
Melhor Ator Secundário Venceu
A Única Mulher
Troféus TV 7 Dias [44] Melhor Telenovela Venceu
Melhor Música de Genérico Indicado
Alexandra Lencastre Melhor Atriz Protagonista Venceu
Kelly Bailey Revelação do Ano Indicado
Ana Sofia Martins Venceu
2016
A Única Mulher
Troféus de Televisão Impala Melhor Telenovela Venceu
Melhor Música de Genérico Venceu

Audiências[editar | editar código-fonte]

Na estreia, dia 15 de Março de 2015, A Única Mulher foi líder e marcou 18,1% de rating e 33,5% de share, sendo o melhor resultado de uma estreia de uma telenovela da TVI desde O Beijo do Escorpião (2014).[45] Exibida às 21h30, a telenovela vice-liderava o horário. Ao 7.º episódio, a telenovela derrota a concorrência pela primeira vez e aumenta os números deixados pela anterior, Jardins Proibidos, no mesmo horário.[46] A partir de julho de 2015, aliado à morte de um dos protagonistas[47], a telenovela passou a liderar frequentemente e tomou várias vezes o lugar de programa mais visto em Portugal.[48] A 17 de outubro de 2015, sábado, o último episódio da primeira temporada registou 15,8% de rating e 33,6% de share, sendo o programa mais visto do dia.[49] A segunda temporada estreia dois dias depois, segunda-feira, e regista 17,7% de rating e 34,3% de share, sendo novamente o programa mais visto e o 2.º melhor resultado da telenovela.[50][51] O último episódio da temporada, dia 30 de abril (sábado), foi o programa mais visto, conquistando uma audiência de 14,1% de rating e 29,9% share.[52] A 3.ª temporada estreia dois dias depois, segunda-feira, e regista 17,2% de rating e 33,7% de share, sendo o segundo programa mais visto e líder no seu horário.[53] Ao fim de 561 episódios exibidos, o episódio final de A Única Mulher registou 15,7% de rating e 35,3% de share e foi exibido dia 6 de janeiro (sexta) às 21h40, liderando o horário.[54]

Média Episódios
exibidos
Rating Share Ref.
2015 Março 15 14,4% 28,6% [55]
Abril 26 14,1% 28,5%
Maio 27 13,9% 28,9%
Junho 28 13,1% 27,9%
Julho 28 14,1% 30,5%
Agosto 26 13,4% 29,3%
Setembro 25 14,0% 28,8%
Outubro 26 15,0% 30,9%
Novembro 28 14,1% 29,4%
Dezembro 26 14,4% 30,5%
2016 Janeiro 25 14,8% 29,8% [56]
Fevereiro 28 14,8% 29,6%
Março 29 14,8% 29,6% [57]
Abril 26 16,4% 32,3% [58]
Maio 27 15,1% 30,4% [59]
Junho 26 13,5% 27,9%
Julho 26 13,1% 28,5%
Agosto 27 13,3% 29,6%
Setembro 24 12,4% 28,9% [60]
Outubro 21 11,3% 28,1%
Novembro 22 9,4% 26,7% [61]
Dezembro 19 9,4% 25,4% [62]
2017 Janeiro 6 12,6% 30,3% [63]
Total 561 13,5% 29,1%

Nota: Cada ponto de rating equivale a 95 000 espetadores. Os dados incluem visualização em diferido a partir do mês de junho.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • A Única Mulher é uma das produções mais caras de sempre da TVI, .[64]
  • É a primeira telenovela portuguesa a ser exportada imediatamente para outro país sem ainda ter estreado em Portugal.
  • Teve título provisório de Projeto Angola e posteriormente Flor de Angola.[65]
  • A atriz Alexandra Lencastre, que interpreta Pilar Sacramento, chegou a ser ameaçada durante as gravações em Angola devido ao cariz racista da sua personagem.[66]

Referências

  1. ««A Única Mulher» chega à TVI a 15 de março». Consultado em 6 de março de 2015 
  2. ««A Única Mulher» já tem data para chegar ao fim». Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  3. «Única Mulher em gala de ante-estreia em Luanda». Expansão. 20 de abril de 2015 
  4. «A marginal de Luanda vai ser tão conhecida como o Corcovado». Consultado em 14 de novembro de 2014 
  5. ««A Única Mulher»: Sinopse». Consultado em 15 de Março de 2015 
  6. «A Única Mulher - César». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  7. «A Única Mulher - Vita». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  8. «A Única Mulher - Leandro». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  9. «A Única Mulher - 17 a 23 de outubro». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  10. «Tudo o que Mara vai sofrer na 2ª temporada de "A Única Mulher"». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  11. «A Única Mulher - 31 de outubro a 6 de novembro». Consultado em 6 de novembro de 2015 
  12. «Segunda-feira: TVI antecipa "A Única Mulher" a "Mar Salgado"». Consultado em 16 de março de 2015 
  13. ««A Única Mulher» vai ser transmitida em Angola». Consultado em 13 de fevereiro de 2015 
  14. «Nueva teleserie: La Única Mujer». Consultado em 30 de julho de 2015 
  15. «Canal 13 importa teleserie portuguesa en busca de emular el éxito turco». Consultado em 31 de julho de 2015 
  16. a b «TCV estreia novela portuguesa "A Única Mulher"». Consultado em 29 de janeiro de 2016 
  17. a b «Se vienen más telenovelas extranjeras a las pantallas de los distintos canales». Consultado em 5 de novembro de 2015 
  18. «Se viene muy pronto La Unica Mujer». Consultado em 15 de novembro de 2015 
  19. «"La Única Mujer" debuta en la pantalla de Monte Carlo TV». Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  20. «O que vai acontecer na segunda temporada». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  21. «"A Única Mulher" vai ter segunda temporada». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  22. «Festa de 'A Única Mulher' reuniu vários famosos». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  23. «"A Única Mulher": começaram as gravações da terceira temporada». Consultado em 27 de abril de 2016 
  24. «TVI anuncia últimos episódios da segunda temporada de «A Única Mulher»». Consultado em 27 de abril de 2016 
  25. «Saiba quando estreia a terceira temporada de «A Única Mulher»». Consultado em 27 de abril de 2016 
  26. Citação vazia (ajuda) 
  27. «DStv Angola adquire telenovela produzida pela TVI de Portugal». Consultado em 17 de março de 2015 
  28. «DStv1». Consultado em 2 de abril de 2015 
  29. «Así será el intenso arribo de una teleserie portuguesa a Canal 13». Consultado em 31 de agosto de 2015 
  30. «¡Se viene en 4 días LaÚnicaMujer!». Consultado em 27 de novembro de 2015 
  31. «LA ÚNICA MUJER > ÚLTIMO CAPÍTULO». Consultado em 13 de setembro de 2016 
  32. «Programación - Unitel». Consultado em 5 de outubro de 2016 
  33. «Mara, une femme unique». Consultado em 3 de setembro de 2016 
  34. «Mara : une femme unique : épisodes 1-10». Consultado em 3 de setembro de 2016 
  35. «¡En Telecaribe nos reacomodamos para darte más!». Consultado em 13 de setembro de 2016 
  36. «A banda sonora de «A Única Mulher» mais perto de si». Consultado em 21 de junho de 2015 
  37. «Segundo CD de «A Única Mulher» já disponível». Consultado em 29 de janeiro de 2016 
  38. «A Única Mulher Vol.2 (Banda Sonora Original)». Consultado em 20 de fevereiro de 2016 
  39. «A Única Mulher Vol. 3». Consultado em 17 de setembro de 2016 
  40. http://www.tvi.iol.pt/aunicamulher/extras/noticias/nao-perca-o-concerto-de-a-unica-mulher/57a0ba580cf22c4188c4dc11
  41. http://ticketline.sapo.pt/evento/A-UNICA-MULHER-14260/sessao/45936_30_1474749000
  42. ««Prémios Áquila 2015»: conheça a lista de nomeados». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  43. «Novela da TVI vence Prémios Áquila». Consultado em 10 de dezembro de 2015 
  44. «Troféus TV 7 Dias 2016: os nomeados». Consultado em 30 de março de 2016 
  45. «Veja como correu a estreia de "A Única Mulher" na TVI». Consultado em 16 de março de 2015 
  46. «"A Única Mulher" atira "Mar Salgado" para 2.º lugar». Consultado em 22 de março de 2015 
  47. «Protagonista abandona «A Única Mulher» [Spoiler]». Consultado em 12 de julho de 2015 
  48. «'A Única Mulher' continua à frente de 'Mar Salgado'». Consultado em 12 de julho de 2015 
  49. «Final da temporada de "A Única Mulher" bate nos 18 pontos de rating». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  50. «Regressos: quantos viram A Única Mulher e 5 Para a Meia-Noite?». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  51. «Saiba como estreou a segunda temporada de "A Única Mulher"». Consultado em 20 de outubro de 2015 
  52. «Saiba como foi a audiência do final da 2ª temporada de "A Única Mulher"». Consultado em 1 de maio de 2016 
  53. «Audiências – 02-05-2016». Consultado em 21 de maio de 2016 
  54. «A Única Mulher despede-se com liderança tranquila - Espalha-Factos». Espalha-Factos. 7 de janeiro de 2017 
  55. «Telenovelas TVI // Audiências de outubro de 2015». Consultado em 6 de março de 2016 
  56. «Saiba como foram as audiências das novelas em fevereiro de 2016». Consultado em 6 de março de 2016 
  57. «Saiba como foram as audiências das novelas em março de 2016». Consultado em 7 de abril de 2016 
  58. «Saiba como foram as audiências das novelas em abril de 2016». Consultado em 21 de maio de 2016 
  59. «Saiba como foram as audiências das novelas em maio de 2016». Consultado em 21 de junho de 2016 
  60. «"A Impostora" mantém-se à frente de "Amor Maior": saiba como foram as audiências das novelas em outubro de 2016 | Zapping». www.zapping-tv.com. Consultado em 4 de dezembro de 2016 
  61. «"Amor Maior" assume a liderança: Saiba como foram as audiências das novelas em novembro de 2016 | Zapping». www.zapping-tv.com. Consultado em 2 de dezembro de 2016 
  62. «Saiba como foram as audiências das novelas em dezembro de 2016 | Zapping». www.zapping-tv.com. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  63. «Saiba como foram as audiências das novelas em janeiro de 2017 | Zapping». www.zapping-tv.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  64. ««A Única Mulher» é o segundo maior investimento da TVI de sempre». Consultado em 16 de março de 2015 
  65. ««Projeto Angola»: TVI já prepara nova novela para 2015 - Quinto Canal». quinto-canal.com. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  66. «Alexandra Lencastre alvo de ameaças durante as gravações de "A Única Mulher"». Consultado em 2 de abril de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]