A Confissão de Lúcio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Confissão de Lúcio
Autor(es) Mário de Sá-Carneiro
Idioma português
País  Portugal
Género Conto
Editora Tip. do Comércio
Lançamento 1914
Páginas 206

Confissão de Lúcio é um conto escrito por Mário de Sá-Carneiro.

O conto A Confissão de Lúcio é uma das obras mais importantes de Mário de Sá-Carneiro porque contém três das suas obsessões dominantes: o suicídio, o amor e o anormal avançando até à loucura.

O conto narra a história de um triângulo - Lúcio, Marta, Ricardo - onde os estudiosos vêem em Ricardo o outro de Lúcio, e Marta a ponte de ligação entre eles.

Apresentado sob a forma de romance policial, a exemplo das novelas fantásticas de Edgar Poe, o conto inicia com uma breve introdução, em que o narrador, Lúcio, assumindo-se como autor, justifica o seu objectivo: confessar-se inocente após ter cumprido os dez anos de prisão a que fora condenado por assassínio de um amigo, Ricardo de Loureiro. O narrador promete dizer toda a verdade, "mesmo quando ela é inverosímil", sobre essa morte ocorrida em circunstâncias misteriosas e sem testemunhas, mas considerada judicialmente "crime passional". Lúcio percebe uma semelhança entre Marta e Ricardo. Ele diz que os dois têm os mesmos gostos e até o mesmo sabor do beijo ( Lúcio e Ricardo beijaram-se por causa de uma brincadeira). Por ser um texto de vanguarda, já que o autor se empenhou na busca de novos significantes numa ruptura com o modelo centrado no código princípio-meio-fim, esta obra de ficção continua aberta a novos estudos.

É a narrativa que "para todos os efeitos" faz arrancar "o cânone contemporâneo, português e homossexual", segundo o crítico e escritor Eduardo Pitta, em "Fractura" (ed. Angelus Novus, 2003; pág. 12).

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Ricardo de Loureiro - poeta, artista.
  • Gervásio Vila-Nova - artista falido (escultor).
  • Fonseca - pintor pobre.
  • Lúcio Vaz - escritor, amante de Marta.
  • Marta - heroína, escultural, mulher de Ricardo.
  • Americana rica

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mário de Sá-Carneiro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]