A Escalada do Monte Improvável

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Climbing Mount Improbable
[A escalada do monte improvável [1]]
A Escalada do Monte Improvável (PT)
A Escalada do Monte Improvável : uma defesa da teoria da evolução [2] (BR)
Autor (es) Richard Dawkins
Idioma Inglês
Assunto 1.Genética evolucionária 2. Morfogênese 3. Seleção Natural [3]
Género Seleção Natural : Ciências biológicas
Ilustrador Lalla Ward
Editora Norton
Lançamento 1996
Páginas 340
ISBN 0-393-03930-7
Edição portuguesa
Tradução Fernanda Alcântara
Editora Gradiva
Lançamento 1999
Páginas 363
ISBN 972-662-654-4
Edição brasileira
Tradução Suzana Sturlini Couto
Arte de capa Marc Cohen
Editora Companhia das Letras[4]
Lançamento 2 de maio de 1998
Páginas 376
ISBN 9788571647763
Cronologia
Último
O Rio que Saía do Éden
Desvendando o Arco-íris
Próximo
Foto tirada por celular do livro físico de 1998

A Escalada do Monte Improvável é um livro do biólogo Richard Dawkins, lançado em 1996. Este livro discorre sobre probabilidade e como esta se aplica à teoria da evolução, além de demonstrar como pode a natureza produzir organismos tão complexos a partir da seleção natural. O livro é ilustrado pela esposa de Dawkins, Lalla Ward. O assunto tem aplicação tão abrangente que pode ser encontrado em bibliotecas de cursos de biologia, matemática, ciências sociais e outros.

{{[5]}}

Descrição[editar | editar código-fonte]

Por consenso generalizado, o biólogo Richard Dawkins é o mais influente cientista da evolução contemporâneo. Não apenas isso: tem se distinguido por sua eficácia na transmissão, para o público leigo, das idéias centrais dessa teoria fundamental. A sua é uma voz segura e sensata em meio às ondas de irracionalismo criacionista que às vezes ameaçam o darwinismo. Neste livro ele proporciona uma fascinante viagem em direção ao cume do "monte Improvável", imagem que criou para representar o caminho evolutivo das espécies vegetais e animais, numa resposta ao mesmo tempo incisiva e fascinante àqueles que ainda acreditam num mundo criado por divindades [1]

[6] Ocupante da primeira cátedra acadêmica voltada para a divulgação científica em uma universidade de primeiro escalão, o biólogo Richard Dawkins oferece neste livro uma fascinante viagem em direção ao cume do "monte Improvável", imagem que usa para representar o caminho evolutivo das espécies vegetais e animais. Ele mostra que, ao contrário do que supõe muitos críticos da evolução, o monte Improvável não se escala por uma parede proibitivamente íngreme, mas é atingido pelo outro lado, onde há uma longa e suave encosta por onde se alcança o topo com segurança. A escalada do Monte improvável (livro) é uma resposta ao mesmo tempo incisiva e fascinante àqueles que ainda acreditam num mundo criado por divindades. 

[7] A teoria da evolução de Charles Darwin constitui um dos marcos do pensamento moderno sobre a posição do homem no Universo. Ao oferecer uma explicação racional para a presença, na Terra, de abelhas e elefantes, minhocas e jaguatiricas, roseiras e jacarandás, ao ligar os organismos vivos a seres cujos restos são preservados na forma de fósseis, Darwin deu um passo gigantesco em direção à compreensão dos fenômenos da vida, afirmando que as espécies de plantas e bichos transformam-se com a passagem do tempo. O homem é apenas um animal, decerto diferenciado pela inteligência, mas ainda assim um animal, que chegou à sua forma atual ao evoluir de ancestrais mais primitivos. Desde cedo essa concepção do ser humano ofendeu a mentalidade religiosa. Darwin representava uma ameaça mortal a esse gênero de perspectiva, e por isso foi combatido. Nos últimos anos, a constatação de que a condição humana não pode ser compreendida apenas por meio do conhecimento da Natureza tem levado a uma desilusão com a ciência e, com isso, a uma reação renovada contra a teoria da evolução. Um dos argumentos do fundamentalismo religioso é o de que a evolução seria demasiadamente improvável para que pudesse acontecer. Em A escalada do monte Improvável, Dawkins exibe a falácia desse argumento e, no processo, oferece evolutivo em diversas espécies animais - incluindo algumas criadas em computador.

Referências

  1. http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=10831
  2. http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=10831
  3. Ficha catalográfica (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil). - ISBN 85-7164-776-3
  4. Companhia das Letras. «A ESCALADA DO MONTE IMPROVÁVEL - Richard Dawkins». Consultado em 26 de novembro de 2012. 
  5. http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=10831
  6. A escalada do monte improvável (Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 72 04532-002 - São Paulo - SP: Companhia das Letras). 1998. pp. Contra capa. 
  7. Trecho orelha do livro Companhia das Letras [S.l.] 1998. pp. Orelha do Livro.