A Fábrica de Nada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Fábrica de Nada
 Portugal
2017 •  cor •  177 min 
Realização Pedro Pinho
Produção João Matos
Argumento Pedro Pinho
Luísa Homem
Leonor Noivo
Tiago Hespanha
Jorge Silva Melo (ideia)
Baseado em De Nietsfabriek de Judith Herzberg
Género Drama musical
Música José Smith Vargas
Pedro Rodrigues
Cinematografia Vasco Viana
Edição Cláudia Oliveira
Edgar Feldman
Luísa Homem
Companhia(s) produtora(s) Terratreme Filmes
Distribuição Portugal Film (Portugal)
Memento Films (França)
Lançamento França 25 de maio de 2017 (Cannes)
Portugal 21 de setembro de 2017
França 13 de dezembro de 2017
Idioma Português, francês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

A Fábrica de Nada é um filme português do género drama musical, realizado e escrito por Pedro Pinho, Luísa Homem, Leonor Noivo e Tiago Hespanha, com base na ideia de Jorge Silva Melo e na peça teatral De Nietsfabriek da escritora holandesa Judith Herzberg.[1] É protagonizado por Carla Galvão, José Smith Vargas, Américo Silva e Dinis Gomes. A sua estreia mundial ocorreu a 25 de maio de 2017 na Quinzena dos Realizadores, durante a septuagésima edição do Festival de Cannes, onde venceu o Prémio da Federação Internacional de Críticos de Cinema.[2] Estreou-se em Portugal a 21 de setembro de 2017, e em França a 13 de dezembro do mesmo ano.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Carla Galvão
  • José Smith Vargas
  • Njamy Sebastião
  • Joaquim Bichana Martins
  • Daniele Incalcaterra
  • Rui Ruivo
  • Hermínio Amaro
  • António Santos
  • Américo Silva
  • Dinis Gomes

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Ano Prémios Categorias Destinatários e nomeados Resultado Referências
2017 Festival de Cannes Prémio da Federação Internacional de Críticos de Cinema A Fábrica de Nada Venceu [2]
Festival de Cinema de Munique Prémio CineVision de melhor novo filme A Fábrica de Nada Venceu [3]
Festival de Cinema de Jerusalém Prémio Espírito da Liberdade de melhor filme A Fábrica de Nada Indicado [4]

Referências

  1. Sobral, Cláudia (25 de maio de 2017). «A Fábrica de Nada ou de um novo mundo». I 
  2. a b «"A Fábrica de Nada", de Pedro Pinho, eleito pela crítica o melhor filme de todas as secções de Cannes». Rádio Renascença. 29 de maio de 2017 
  3. Lusa (1 de julho de 2017). «"A fábrica de nada" de Pedro Pinho vence em Munique». Diário de Notícias 
  4. «The Nothing Factory». Festival de Cinema de Jerusalém (em inglês). Cinemateca de Jerusalém. Consultado em 14 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.