A Florada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Florada
Autor Antonio Ferrigno
Data 1903
Gênero pintura histórica
Técnica tinta a óleo
Dimensões 100 centímetros x 150 centímetros
Localização Museu Paulista
Sound-icon.svg Descrição audível da obra no Wikimedia Commons

A Florada é uma pintura de Antonio Ferrigno. A data de criação é 1903. Está localizada em Museu do Ipiranga. Faz parte de uma série de pinturas realizadas por Ferrigno a partir de uma encomenda do proprietário da Fazenda Santa Gertrudes, Eduardo da Silva Prates, o Conde de Prates.[1] A tela, junto com outras cinco pinturas de Ferrigno sobre a mesma fazenda, participou com o aval do governo brasileiro da Exposição Universal de Saint Louis, em que obteve sucesso no objetivo de representar a vida no Brasil.[2][3] Um óleo sobre tela, a pintura tem 98 centímetros de altura e 147,5 centímetros de largura.[4]

O tema da obra é a riqueza dos recursos naturais na produção cafeeira, enfatizando o status da Fazenda Santa Gertrurdes. A pintura tem elementos que remetem ao bucolismo, portanto não enfatizou a capacidade produtiva da propriedade.[4] Na obra, há principalmente a representação da extensão da fazenda, em que se destaca sua grandiosidade. Há personagens femininas, no canto direito da tela, trabalhando.[5]

As obras de Ferrigno sobre o café, incluindo A Florada, foram descritas como "verdadeiras jóias quanto ao tratamento como documento de uma cultura".[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"A Florada", de Antonio Ferrigno, retorna a São Paulo para exposição na Pinacoteca | Museu Paulista». www.mp.usp.br. Consultado em 2 de maio de 2018 
  2. Cultural, Instituto Itaú. «Antônio Ferrigno | Enciclopédia Itaú Cultural». Enciclopédia Itaú Cultural 
  3. Tarasantchi, Ruth Sprung (30 de dezembro de 1995). «O paisagismo: contribuições italianas à visão brasileira». Revista de Italianística. 3 (3): 93–101. ISSN 2238-8281. doi:10.11606/issn.2238-8281.v3i3p93-101 
  4. a b «A Florada». Picturing the Americas. 13 de julho de 2015 
  5. Henrique, Nogueira, Manuela (12 de agosto de 2016). «Georgina de Albuquerque: trabalho, gênero e raça em representação» 
  6. Tarasantchi, Ruth Sprung (2002). Pintores paisagistas: São Paulo, 1890 a 1920. [S.l.]: EdUSP. ISBN 9788531405983