A Head Full of Dreams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Head Full of Dreams
Álbum de estúdio de Coldplay
Lançamento 4 de dezembro de 2015 (2015-12-04)[1]
Gravação 2014–15;
Henson Recording Studio (Malibu, CA)
AIR Studios (Londres)
The Bakery and The Beehive (Londres)
Gênero(s) Pop, pop rock, disco[2][3][4][5]
Duração 45:45
Gravadora(s)
Produção
  • Rik Simpson
  • Stargate
  • Daniel Green
  • Digital Divide
Cronologia de Coldplay
Ghost Stories
(2014)
Kaleidoscope
(2017)
Singles de A Head Full of Dreams
  1. "Adventure of a Lifetime"
    Lançamento: 6 de novembro de 2015
  2. "Hymn for the Weekend"
    Lançamento: 25 de janeiro de 2016
  3. "Up&Up"
    Lançamento: 22 de abril de 2016
  4. "A Head Full of Dreams"
    Lançamento: 19 de agosto de 2016
  5. "Everglow"
    Lançamento: 11 de novembro de 2016

A Head Full of Dreams é o sétimo álbum de estúdio da banda britânica de rock alternativo Coldplay.[6] Foi lançado no dia 4 de dezembro de 2015, pelas gravadoras Parlophone e Atlantic Records. O disco serve como segundo lançamento da banda através da gravadora Atlantic, depois de ter sido transferida da Capitol Records America em 2013. Para o desenvolvimento de algumas faixas do disco, Coldplay contou com a colaboração de Beyoncé, Noel Gallagher, Tove Lo e Merry Clayton. O álbum foi produzido por Rik Simpson e Stargate.[7][8] Uma grande especulação em torno do lançamento do álbum se fez pelo fato de a banda tratá-lo como o "álbum final".[9]

A Head Full of Dreams estreou em segundo lugar nas paradas dos mais vendidos no Reino Unido e nos Estados Unidos, tendo uma performance ligeiramente inferior em relação ao disco anterior, Ghost Stories.[10] O disco recebeu críticas variadas dos especialistas, com alguns dando boas notas enquanto outros deram avaliações não muito favoráveis.[11]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Coldplay começou a trabalhar em A Head Full of Dreams no verão de 2014, enquanto ainda estava promovendo Ghost Stories, sexto álbum de estúdio da banda. Durante uma entrevista para a Radio 2, o baixista Guy Berryman e o guitarrista Jonny Buckland deram uma dica sobre a diferença entre A Head Full of Dreams e seu antecessor - Buckland chamou de "noite para o dia", comparando o estilo de Ghost Stories ao tema edificante esperado de A Head Full of Dreams. O vocalista Chris Martin insinuou o estilo do álbum dizendo que a banda estava tentando fazer algo colorido e esperançoso. Ele também afirmou que seria algo para "embaralhar seus pés."[carece de fontes?]

Em 26 de Setembro de 2015, a banda se apresentou no Global Citizen Festival de 2015, em Nova Iorque, desempenhando um conjunto de seis músicas, incluindo uma nova canção intitulada "Amazing Day".[12] O produtor da banda Rik Simpson confirmou que a canção estaria no novo álbum.[13]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Adventure of a Lifetime" foi lançada como o primeiro single do disco 6 de novembro de 2015.[7][8] A banda publicou em suas páginas oficiais do Facebook e Twitter um vídeo com a hashtag #AOALvideo e uma data, 27 de novembro. Após, o vídeo que acompanha a canção foi lançado na mesma data.[14][15] Dirigido por Mat Whitecross, o conceito do vídeo foi elaborado após Chris Martin, membro da banda, conhecer o cineasta britânico Andy Serkis num avião e terem desenvolvido ideias. O vídeo levou seis meses para ser finalizado.[16]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 60/100[11]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 3.5 de 5 estrelas.[17]
Chicago Tribune 2 de 4 estrelas.[18]
The Daily Telegraph 3 de 5 estrelas.[19]
The Guardian 3 de 5 estrelas.[20]
The Independent 3 de 5 estrelas.[21]
NME 4/5[22]
Pitchfork 4.8/10[23]
Q 4 de 5 estrelas.[24]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas.[25]
Spin 6/10[26]

A Head Full of Dreams recebeu críticas mistas dos críticos. No agregador de resenhas Metacritic, o álbum tem uma pontuação média de 60, com base em 27 avaliações.[11] Jon Dolan da Rolling Stone, escreveu que A Head Full of Dreams "pode ​​ser o álbum mais brilhante do Coldplay de todos os tempos" e concluiu: "Ele [Chris Martin] insinuou que este poderia ser o último álbum do Coldplay; se assim for, eles estão saindo em uma nota sustentada de graça."[25] Barry Nicolson da NME disse que o álbum é "a coleção mais satisfatória de músicas que eles escreveram em anos."[22]

Alexis Petridis da The Guardian, achou que A Head Full of Dreams "está frustrado pela sensação de que o Coldplay não está totalmente comprometido com a grande ideia do álbum" e comentou: "É um ponto discutível, seja um sinal de conservadorismo inato ou de um banda que sabe exatamente o que eles estão fazendo, que entendem que você não vai continuar lotando os estádios de esportes do Meio-Oeste se você assustar os cavalos."[20] Citando a falta de vontade da banda de se desviar de sua fórmula testada e verdadeira, Ian Gormely da Exclaim!, escreveu que "A Head Full of Dreams pode ter sido uma obra-prima poptimista. Em vez disso, é apenas outro álbum do Coldplay, com toda a bagagem – tanto positiva quanto negativa – que isso implica."[27]

Stephen Thomas Erlewine do AllMusic, deu ao álbum 3-1/2 de 5 estrelas e reconheceu que "[a] mensagem [de que há um mundo grande, brilhante e belo apenas esperando para ser descoberto se você simplesmente abrir seu coração e viver um pouco] é descaradamente cafona", mas concluiu que "sob a administração de Chris Martin, o Coldplay abraça alegremente o queijo, aumentando tanto o brilho quanto o sentimento para que o álbum pareça genuíno em seu abraço de eternos clichês de meia-idade."[17]

Em uma crítica de 1/5 estrelas nas revisões regulares de música de Truck & Driver, Shaun Connors perguntou "por que esse material monótono tedioso foi bem-sucedido?", comentando que o raciocínio para isso derrota toda a explicação racional. Ele continuou: "Com esta última coleção de tédio, há contribuições de Beyoncé (uma vocalista) e Noel Gallagher (um guitarrista)", para concluir com: "Com base neste álbum, eles ou ficaram sem ideias ou se entediaram sem sentido (ou ambos)..."[28] Scott Dransfield, do Under the Radar, classificou o álbum como "insuportavelmente insípido na melhor das hipóteses e ofensivo na pior das hipóteses".[29]

A NME classificou o álbum como o 35º melhor álbum de 2015.[30]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Guy Berryman, Jonny Buckland, Will Champion e Chris Martin

Edição padrão[31]
N.º TítuloProdutor(es) Duração
1. "A Head Full of Dreams"  
3:43
2. "Birds"  
  • Simpson
  • Stargate
3:49
3. "Hymn for the Weekend"  
  • Simpson
  • Stargate
  • Digital Divide
4:18
4. "Everglow"  
  • Simpson
  • Stargate
4:42
5. "Adventure of a Lifetime"  
  • Simpson
  • Stargate
4:23
6. "Fun" (com a participação de Tove Lo)
  • Simpson
  • Stargate
4:27
7. "Kaleidoscope"  
  • Simpson
  • Stargate
1:51
8. "Army of One" (incluindo a faixa oculta "X Marks the Spot")
  • Simpson
  • Stargate
  • Daniel Green ("X Marks the Spot")
6:16
9. "Amazing Day"  
  • Simpson
  • Stargate
4:31
10. "Colour Spectrum" (estilizado como "Spectre des couleurs.svg")Green 1:00
11. "Up&Up"  
  • Simpson
  • Stargate
6:45
Duração total:
45:45
Faixa bônus japonesa[32]
N.º Título Duração
12. "Miracles"   3:55
Notas

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabelas musicais (2015) Melhor
posição
 Austrália (ARIA)[33] 2
 Bélgica (Ultratop 50 Flandres)[34] 2
 Bélgica (Ultratop 40 Valônia)[35] 2
 Países Baixos (MegaCharts)[36] 2
 Finlândia (IFPI)[37] 7
 Alemanha (Media Control Charts)[38] 3
 Hungria (MAHASZ)[39] 3
 Irlanda (IRMA)[40] 3
 Itália (FIMI)[41] 2
 Japão (Oricon)[42] 7
 Nova Zelândia (RMNZ)[43] 4
 Noruega (VG-lista)[44] 1
Escócia (Scottish Albums Chart)[45] 2
 Suécia (Sverigetopplistan)[46] 3
 Reino Unido (UK Albums Chart)[47] 1
 Estados Unidos (Billboard 200)[10] 2

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificador Certificação
 Alemanha BM Platina[48]
 Austrália ARIA Platina[49]
 Bélgica BEA Platina[50]
 Nova Zelândia Recorded Music NZ Ouro[51]
 Reino Unido BPI 2× Platina[52]
Portugal Portugal AFP 2× Platina[53]
 Estados Unidos RIAA Platina[54]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato Gravadora Número de catálogo
Mundo 4 de dezembro de 2015 Parlophone 0825646982646
LP 0825646982158

Referências

  1. "Coldplay reveal 'final' album, A Head Full of Dreams". Página acessada em 22 de novembro de 2015.
  2. Breihan, Tom (4 de dezembro de 2015). «Premature Evaluation: Coldplay A Head Full Of Dreams» (em inglês). Stereogum. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  3. Murphy, John (8 de dezembro de 2015). «Coldplay – A Head Full of Dreams» (em inglês). musicOMH. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  4. Paine, Andre (4 de dezembro de 2015). «Coldplay - A Head Full of Dreams, album review: 'uplifting, preppy pop with a pristine finish'». London Evening Standard (em inglês). Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  5. Manning, Craig (6 de dezembro de 2015). «"Coldplay - A Head Full of Dreams (staff review)» (em inglês). AbsolutePunk. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  6. "Coldplay Announce New LP 'A Head Full of Dreams'". Página acessada em 21 de novembro de 2015.
  7. a b Minsker, Evan; Monroe, Jazz. «Coldplay Enlist Beyoncé, Noel Gallagher, More for New Album, Share "Adventure of a Lifetime"». Pitchfork Media. Consultado em 22 de novembro de 2015. 
  8. a b Lars Brandle (6 de novembro de 2015). «Coldplay Announces New Album Featuring Beyonce & Tove Lo; Premieres New Song: Listen» (em inglês). Billboard (Prometheus Global Media). Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  9. «A Head Full of Dreams pode ser o último». Consultado em 22 de novembro de 2015. 
  10. a b "Adele's '25' Rules for Third Week at No. 1, Coldplay Debuts at No. 2 on Billboard 200". Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  11. a b c «Reviews for A Head Full of Dreams by Coldplay». Metacritic. Consultado em 9 de dezembro de 2015. 
  12. Daniel Kreps (27 de setembro de 2015). «Coldplay Debut New Song, Perform With Ariana Grande at Global Citizen». Rolling Stone. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  13. «Coldplay confirm new music». www.skynews.com.au. Consultado em 18 de dezembro de 2015. 
  14. «Coldplay | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 15 de novembro de 2015. 
  15. «Coldplay on Twitter». Twitter. Consultado em 15 de novembro de 2015. 
  16. «"Coldplay Monkeys Around in 'Adventure of a Lifetime' Video: Watch"». Billboard (em inglês). 27 de novembro de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2015. 
  17. a b Erlewine, Stephen Thomas. «A Head Full of Dreams – Coldplay». AllMusic. Consultado em 4 de dezembro de 2015. 
  18. Kot, Greg (4 de dezembro de 2015). «Coldplay is bigger, catchier on 'A Head Full of Dreams'». Chicago Tribune 
  19. Brown, Helen (3 de dezembro de 2015). «Coldplay, A Head Full of Dreams, album review: 'Coldplay get their groove back with Beyoncé'». The Daily Telegraph. Consultado em 4 de dezembro de 2015. 
  20. a b Petridis, Alexis (4 de dezembro de 2015). «Coldplay: A Head Full of Dreams review – a failure to commit to pop». The Guardian. Consultado em 4 de dezembro de 2015. 
  21. Gill, Andy (4 de dezembro de 2015). «Coldplay, A Head Full of Dreams: 'Too much emotional laundry but it's a step in the right direction', album review». The Independent. Consultado em 4 de dezembro de 2015. 
  22. a b Nicholson, Barry (4 de dezembro de 2015). «Coldplay – A Head Full Of Dreams». NME. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2015 
  23. Berman, Stuart (4 de dezembro de 2015). «Coldplay: A Head Full of Dreams». Pitchfork. Consultado em 5 de dezembro de 2015. 
  24. Lynskey, Dorian (Janeiro de 2016). «Seventh Heaven». Q. p. 110 
  25. a b Dolan, Jon (4 de dezembro de 2015). «A Head Full of Dreams». Rolling Stone. Consultado em 4 de dezembro de 2015. 
  26. Unterberger, Andrew (4 de dezembro de 2015). «Review: Coldplay Are All Too Eager to Exit Gracefully With 'A Head Full of Dreams'». Spin 
  27. Gormely, Ian (3 de dezembro de 2015). «Coldplay – A Head Full of Dreams». Exclaim!. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  28. Connors, Shaun (Março de 2016). «Review: Left Cold». Truck & Driver. Sutton, Inglaterra: Road Transport Media. p. 30 
  29. Dransfield, Scott (11 de dezembro de 2015). «Coldplay: A Head Full of Dreams». Under The Radar. Consultado em 2 de fevereiro de 2018. 
  30. «NME's Albums of the Year 2015». NME. Time Inc. UK. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 10 de dezembro de 2015. 
  31. «A Head Full of Dreams by Coldplay». iTunes Store US. Apple, Inc. Consultado em 6 de novembro de 2015. 
  32. «A Head Full of Dreams - Japan Bonus Track - COLDPLAY CD Album». CDJapan. Consultado em 8 de novembro de 2015. 
  33. «ARIA Australian Top 50 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 12 de dezembro de 2015. 
  34. Coldplay – A Head Full of Dreams (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  35. Coldplay – A Head Full of Dreams (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  36. Coldplay – A Head Full of Dreams (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  37. Coldplay – A Head Full of Dreams (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 13 de dezembro de 2015.
  38. Longplay-Chartverfolgung at Musicline (em alemão). Musicline.de. Media Control. Consultado em 11 de dezembro de 2015.
  39. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége (em húngaro). Mahasz.hu. LightMedia. Consultado em 11 de dezembro de 2015.
  40. GFK Chart-Track (em inglês). Chart-Track.co.uk. GFK Chart-Track. IRMA. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  41. «Album - Classifica settimanale WK 49 (dal 2015-12-04 al 2015-12-10)». Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  42. Oricon Top 50 Albums (em japonês). Oricon. Consultado em 11 de dezembro de 2015.
  43. «NZ Top 40 Albums Chart». Recorded Music NZ. Consultado em 13 de dezembro de 2015. 
  44. http://lista.vg.no/liste/topp-40-album/2
  45. 2015-12-11 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  46. http://www.sverigetopplistan.se/. Click on "Veckans albumlista".
  47. 2015-12-11 Top 40 Official UK Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 12 de dezembro de 2015.
  48. "Gold-/Platin-Datenbank (Coldplay; 'A Head Full of Dreams')". Bundesverband Musikindustrie. Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  49. "ARIA Albums Chart - 14/12/2015". Australian Recording Industry Association. Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  50. "Ultratop − Goud en Platina – 2015". Belgian Entertainment Association. Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  51. "New Zealand album certifications". Recorded Music NZ. Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  52. "British album certifications". British Phonographic Industry. Página acessada em 13 de dezembro de 2015.
  53. "Portuguese album certifications". Associação Fonográfica Portuguesa. Página acessada em 25 de agosto de 2017.
  54. "RIAA: A Head Full of Dreams". RIAA. Página acessada em 10 de setembro de 2016.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.