A Igreja do Diabo (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Igreja do Diabo
Portugal Portugal /  França /  Brasil
2014 •  cor •  107 min 
Realização Manoel de Oliveira
Produção Sandro Aguilar
Luís Urbano
Argumento Manoel de Oliveira
Baseado em — Ideias de Canário
A Igreja do Diabo
Missa do Galo
 
de Machado de Assis
Elenco Lima Duarte
Fernanda Montenegro
Ricardo Trêpa
Género comédia dramática
Cinematografia Sabine Lancelin
Edição Valérie Loiseleux
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

A Igreja do Diabo é um filme coproduzido entre França, Brasil e Portugal, que iria ser realizado por Manoel de Oliveira, no Rio de Janeiro.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Um jovem português (Ricardo Trêpa), vai ao Brasil e hospeda-se em uma pensão de um homem infiel, que trai sua esposa com o consenso desta. A isso junta-se uma visita do diabo à Terra para fundar uma igreja, as ilusões de um ornitólogo e a história do jovem Maciel, que se encanta por dona Conceição enquanto seu marido vai à missa do galo. Baseado nos contos "Ideias do Canário", "A Igreja do Diabo" e "Missa do Galo", de Machado de Assis.

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme seria realizado em 2011, porém Oliveira e a produção do filme optaram por realizar o filme "O Gebo e a Sombra", baseado no escritor português Raul Brandão, que foi lançado em 2012 e conta no elenco com Jeanne Moreau, Claudia Cardinale e Michael Lonsdale, que foi rodado em Paris. A opção do diretor valia que este filme era mais adequado ao mundo atual por tratar da questão do dinheiro na sociedade contemporânea[2].

Em novembro de 2013, Oliveira manifestou a vontade de filmar o projeto embora reconheça dificuldades quanto a idade, a saúde e a questão de financiamento, em entrevista publicada na revista francesa Cahiers du Cinéma. Com o seu falecimento, em 2 de Abril de 2015, o projecto do filme ficou suspenso, desconhecendo-se ainda se poderá vir a ser realizado por outro cineasta.

Em 2017 foi lançado o filme "A Comédia Divina", baseado no mesmo texto de Machado de Assis: http://www.olharimaginario.com.br/a-comedia-divina/

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.