A Lei do Desejo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La ley del deseo
A Lei do Desejo (PT/BR)
Flag of Spain.svg Espanha
1987 •  cor •  102 min 
Direção Pedro Almodóvar
Roteiro Pedro Almodóvar
Elenco Eusebio Poncela
Carmen Maura
Antonio Banderas
Miguel Molina
Género drama
Classificação Inadequado para menores de 16 anos i DEJUS (Brasil)
Idioma espanhol
Página no IMDb (em inglês)

La ley del deseo (br / pt: A Lei do Desejo) é um filme espanhol de 1987 dirigido por Pedro Almodóvar.

Foi o primeiro filme espanhol polémico da história, por abordar assuntos que na época eram grandes tabus da sociedade, como a homossexualidade, a pedofilia, a SIDA e a mudança de sexo. Foi o primeiro filme erótico a ser exibido em Portugal na RTP1, integralmente, depois do escândalo que foi o filme «Pato com Laranja» em 1983.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois da estreia do seu último filme, o realizador Pablo Quintero é abandonado pelo amante, Juan, que decide ir viver para uma pequena aldeia costeira. Mantendo ambos uma belíssima amizade, para continuar a sua carreira e esquecer tudo o que passou, Pablo inicia o seu próximo projecto, onde participam Tina, a sua solitária irmã transexual, e Ada, uma rapariga adoptada. A obra, quando estreia, torna-se num sucesso, e quando celebram o acontecimento Pablo é seduzido por António, o filho de um ministro importante, e ambos apaixonam-se um pelo outro. António, ao saber da antiga paixão de Pablo e ao saber que ainda são amigos, dirige-se à aldeia onde vive Juan e empurra-o do alto de um penhasco. Na hora do crime, António decide usar uma camisa de Pablo, para que as suspeitas recaiam sobre ele e Tina, o que acontece de facto. Entretanto, Pablo sofre um acidente de automóvel e perde a memória. Tina tenta curar o irmão, recordando-lhe as suas relações sentimentais. Nesse momento, descobre-se que Tina mudou de sexo para manter uma relação incestuosa com o seu pai, que vem de há muitos anos. E a partir daí, começam a acontecer coisas que mudarão para sempre a vida de Pablo e Tina, e António irá encontrar a paga pela sua injustiça e pelo seu amor doentio.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Berlim 1987 (Alemanha)

  • Vencedor do prêmio de Melhor Filme de Longa-Metragem do Ano.

San Francisco International Lesbian & Gay Film Festival 1987 (EUA)

  • Vencedor na categoria de Melhor Longa-Metragem.

Festival de Cine de Bogotá 1988 (Colômbia)

  • Venceu nas categoria de Melhor Atriz (Carmen Maura), Melhor Diretor (Pedro Almodóvar), Melhor Edição (José Salcedo) e Melhor Roteiro (Pedro Almodóvar).
  • Indicado na categoria de Melhor Filme.

Fotogramas de Plata 1988 (Espanha)

  • Venceu na categoria de Melhor Filme Espanhol.
  • Indicado nas categorias de Melhor Ator em Cinema (Antonio Banderas) e Melhor Atriz em Cinema (Carmen Maura).

Premios Sant Jordi 1988 (Espanha)

  • Venceu na categoria de Melhor Ator Espanho (Antonio Banderas).
  • Escolhido como o melhor filme pelo público.

Recepção e Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A cena mais famosa do filme é a que mostra Antonio (personagem de Banderas), fazendo sexo anal com Pablo.
  • Este filme estreou em Portugal na televisão, na RTP1, denominado na época de "Canal 1", na rubrica "Última Sessão", transmitida às 23 horas e 45 minutos do dia 16 de Fevereiro de 1991. Depois do escândalo que suscitou a exibição do filme "Pato com Laranja", este foi o segundo filme erótico emitido na televisão pública, provocando também uma grande revolução na sociedade portuguesa em relação aos filmes eróticos.
  • Quando o filme foi exibido, muitos telespectadores indignaram-se com a sua exibição, devido aos conteúdos ousados que o filme tem, e remeteram uma data de queixas para a Alta Autoridade para a Comunicação Social, o que originou o célebre "Processo da Lei do Desejo". No final, a mesma entidade entendeu que o filme foi exibido num horário decente e que as queixas foram infundadas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]