A Lua Q Eu T Dei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de A Lua Que Eu Te Dei)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"A Lua Q Eu T Dei"
Single de Ivete Sangalo
do álbum Beat Beleza
Lançamento 20 de março de 2001
Formato(s)
Gravação 2000
Gênero(s) Pop
Duração 3:32
Gravadora(s) Universal
Composição Herbert Vianna
Cronologia de singles de Ivete Sangalo
"Pererê
(2000)
"Bug, Bug, Bye, Bye"
(2001)

A Lua Q Eu T Dei é uma canção gravada pela cantora baiana Ivete Sangalo, para o seu segundo álbum de estúdio, intitulado Beat Beleza (2000). A balada romântica, escrita por Herbert Vianna, foi lançada como segundo single do álbum em março de 2001. Para promover a canção, a Universal Music a colocou na trilha sonora da novela "Porto dos Milagres, da Rede Globo, o que fez com que a canção tivesse mais conhecimento.

"A Lua Q Eu Te Dei" foi a primeira canção de Ivete a receber uma indicação ao Grammy Latino na categoria "Melhor Canção Brasileira". Nas paradas de sucesso, a canção alcançou a posição de número 13. Um videoclipe para a canção, contando com Ivete no centro de uma caixa de imagens, intercalado por cenas de casais, incluindo dois casais gays e outro de velhinhos, foi lançado em abril de 2001.

Composição e letra[editar | editar código-fonte]

"A Lua Q Eu T Dei" foi escrita por Herbert Vianna, sendo a segunda canção que Herbert escreveu para Ivete - a primeira sendo o hit "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim" de seu primeiro álbum, "Ivete Sangalo" (1999).[1] "A Lua Q Eu T Dei" segue o mesmo caminho lírico de "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", falando de um amor incondicional, onde a protagonista canta, "Posso te falar dos sonhos, das flores, de como a cidade mudou, posso te falar do medo, do meu desejo, do meu amor." No refrão, a cantora enfatiza, "Eu posso falar da tarde que cai e aos poucos deixa ver no céu a lua que um dia eu te dei, pra brilhar por onde você for, me queira bem, durma bem, meu amor."[2]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Silvio Essinger do Cliquemusic disse que a canção "é a faixa mais óbvia do disco," dizendo que a "suavidade permanece, mas sem grande surpresa vocal."[3] "A Lua Q Eu T Dei" foi a primeira canção de Ivete a concorrer a um Grammy Latino, no ano de 2001, na categoria "Melhor Canção Brasileira", mas perdeu para a canção "Esperando na Janela", de Gilberto Gil.

Comercial[editar | editar código-fonte]

Após o carnaval de 2001, "A Lua Q Eu T Dei" foi lançada como single, tendo a missão de fazer mais sucesso que "Pererê" (que alcançou apenas a posição de número 44). "A Lua Q Eu T Dei" estreou nas paradas de sucesso no dia 10 de março de 2001, alcançando o pico de número 13, no dia 12 de maio de 2001.[4] Segundo a Crowley Broadcast Analysis (empresa que monitora as rádios para informações musicais), "A Lua Q Eu T Dei" foi a 10ª canção mais tocada no ano de 2001.[5]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

"A Lua Q Eu T Dei" fez parte da trilha sonora da novela Porto dos Milagres (2001), da Rede Globo,[6] como tema dos personagens Dulce (interpretada por Paloma Duarte e Rodrigo (papel de Kadu Moliterno).[7] Ivete também cantou a canção no show na Fonte Nova, que deu origem ao CD/DVD MTV ao Vivo, de 2004. A canção também entrou nas compilações, Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim (2002), A Arte de Ivete Sangalo (2005), Novo Millennium (2005), Ivete Sangalo 2006 (2006)[8], Perfil (2007)[9] e Baladas de Ivete (2012) - a última na versão ao vivo.[10]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe foi lançado em abril de 2001, e foi dirigido por Caio Abreia, Chico Abreia e Manitou Felipe. A montagem foi feita por Marcelo Moraes, a fotografia por Edgar Moura e o Estúdio Mega finalizou o clipe. No videoclipe, Ivete está no centro de uma caixa de imagens que os diretores chamaram de "subconsciente". "É como se ela estivesse envolvida por suas próprias lembranças, que passam continuamente nas quadro paredes visíveis do cubo", disse um dos diretores.[11] "Escolhemos imagens que simbolizassem os pensamentos, mas que não fossem óbvias, que não fossem legendas de fotos. [...] Elas representam ideias de amor, perda, dor e sonho". O videoclipe também faz uma homenagem ao compositor da canção, Herbert Vianna, utilizando imagens de um clipe do músico.[11]

Na maioria das cenas, Ivete aparece no centro da caixa, mas as cenas dela são complementadas por planos de outros casais, seja ele de um casal de garotas, outro de garotos, um tatuado e uma patricinha, e até mesmo um casal de idosos. Segundo Abreia, "Quisemos humanizar um pouco o clipe, para não concentrar nela o tempo todo. Por isso, decidimos escolher casais que saem do padrão e mostrar que o amor existe e é tão grande como em qualquer outro casal".[11]

Posição nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Tabelas semanais[editar | editar código-fonte]

Paradas (2001) Posição
 Brasil - (Hot 100 Brasil)[4] 13

Tabelas de fim de ano[editar | editar código-fonte]

Tabela Musical (2001) Melhor
posição
 Brasil (Crowley Broadcast Analysis)[12] 17

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2001 Grammy Latino Melhor Canção Brasileira Indicado
MTV Video Music Brasil Videoclipe de MPB Indicado

Referências

  1. «Folha da Região: Gôndola». Folha da Região. 10 de janeiro de 2001. Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  2. «A Lua Que Eu Te Dei, de Ivete Sangalo». Letras e Músicas. UOL. Consultado em 22 de dezembro de 2013 
  3. Silvio Essinger (2000). «Cliquemusic: Disco: Beat Beleza». Consultado em 9 de Setembro de 2012 
  4. a b «Hot 100 Brasil» (PDF). Consultado em 2 de outubro de 2013 
  5. «Música de Ana Carolina é a mais tocada nas rádios em 2001». Diário do Grande ABC. 12 de dezembro de 2001. Consultado em 4 de janeiro de 2014 
  6. «Porto dos Milagres - Allmusic». Allmusic. Consultado em 22 de dezembro de 2013 
  7. «Porto dos Milagres - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 23 de dezembro de 2013 
  8. «A Lua Q Eu T Dei - Ivete Sangalo | Allmusic». Allmusic. Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  9. «A Lua Q Eu T Dei - Ivete Sangalo, Herbert Vianna | Allmusic». Allmusic. Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  10. «Baladas de Ivete - Ivete Sangalo | Allmusic». Allmusic. Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  11. a b c «ISSUU - Revista Tela Viva - 104 - abril 2001 by Converge Comunicações». Revista Tela Viva. Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  12. «Sucesso Year-End 2001». Sucesso Charts. Consultado em 9 de janeiro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Ivete Sangalo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.