A Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Oliveira
L'Ulivo
"Insieme per l'Italia"
Líder Romano Prodi
Massimo D'Alema
Francesco Rutelli
Fundação 6 de março de 1995
Dissolução 14 de outubro de 2007
Sede Roma,  Itália
Espectro político Centro-esquerda
Sucessor Partido Democrático
Afiliação nacional L'Unione

A Oliveira (em italiano L'Ulivo) foi uma colizão de partidos políticos italianos pertencentes ao centro e à esquerda, nascida em 1995 por iniciativa de Romano Prodi com o fim de constituir uma grande aliança entre todas as forças social-democratas e democratas cristãs do parlamento italiano e da sua tradição, relançando uma política de reformas e re-saneamento de uma Itália, naquele período, ainda em uma grave crise econômica e social. E com o objetivo de derrotar a coalizão comandada por Silvio Berlusconi, que, recém-constituída, havia conseguido num primeiro momento uma débil maioria nas eleições legislativas de 1994.

Partidos membros[editar | editar código-fonte]

Membros fundadores[editar | editar código-fonte]

Partidos Ideologia
Partido Democrático de Esquerda Socialismo democrático
Partido Popular Italiano Democracia cristã, Esquerda cristã
Federação dos Verdes Ecologismo
Renovamento Italiano Liberalismo, Centrismo
Socialistas Italianos Social-democracia
União Democrática Social liberalismo

Membros posteriores[editar | editar código-fonte]

Partidos Ideologia
Democratas de Esquerda Social-democracia
Os Democratas Centrismo, Liberalismo
Democracia e Liberdade - A Margarida Centrismo, Esquerda cristã
Partido dos Comunistas Italianos Comunismo
Socialistas Democráticos Italianos Social-democracia
UDEUR Democracia cristã
Movimento Republicano Europeu Social liberalismo

Em busca de uma coligação mais ampla[editar | editar código-fonte]

Romano Prodi, líder d'A Oliveira.

Em vista das eleições regionais de 2005 e das eleições legislativas italianas de 2006, os mesmo partidos formadores da Oliveira constituíram uma coalizão mais ampla, denominada A União. Nasceu assim uma nova aliança entre a Oliveira e outras forças políticas e da sociedade civil em torno de um projeto comum reformista. Foi uma tentativa de resolver o conflito com a Refundação Comunista, conduzida por Fausto Bertinotti, e Itália dos Valores, de Antonio Di Pietro.

O exórdio da nova aliança nas eleições regionais de 2005 colheu um amplo sucesso. Das catorze regiões disputadas, a União obteve doze e recupera votos nas duas restantes.

Em 27 de outubro de 2007, em Milão, L'Ulivo se transforma em um novo partido - o Partido Democrático (Partito Democratico).

Resultados[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Status
1996 15 798 981 42,2 (#1)
285 / 630
Governo
2001 16 209 944 43,5 (#2)
247 / 630
Baixa38 Oposição
2006 11 928 362 31,2 (#1)
220 / 630
Baixa27 Governo

Senado[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Status
1996 13 444 977 41,2 (#1)
157 / 315
Governo
2001 13 282 495 39,2 (#2)
128 / 315
Baixa29 Oposição
2006 9 664 935 28,6 (#1)
101 / 315
Baixa27 Governo

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados
2004 10 105 836 31,2 (#1)
24 / 78

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.