A Selva (livro de Ferreira de Castro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Selva
Autor(es) Ferreira de Castro
Idioma português
País  Portugal
Género Romance
Localização espacial Rio Madeira, Humaitá
Editora Empresa Nacional de Publicidade
Formato 26 cm
Lançamento 1930
Páginas 271

A Selva é um romance escrito por Ferreira de Castro.

Publicado pela primeira vez em 1930, A Selva talvez seja a obra mais importante do autor.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O entrecho se resume no seguinte: Alberto, português é um estudante de Direito de 26 anos, é obrigado, por causa de suas ideias políticas, a emigrar para Belém do Pará. Depois de morar com seu tio durante algum tempo, embrenha-se na floresta amazónica a fim de viver como seringueiro. No seringal "Paraíso", em Humaitá, às margens do Rio Madeira, vive uma série de aventuras propiciadas pela mata virgem e pelo açodamento do sexo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Books-aj.svg aj ashton 01.png A Wikipédia possui o
Portal de Literatura

Referências

  1. a b Moiséis, Massaud. A Língua Portuguesa através dos textos, São Paulo, Editora Cultrix, 1ª Edição - 1968, pág.440
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.