A Terceira Onda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
The Third Wave
A terceira vaga (PT)
A terceira onda (BR)
Autor(es) Alvin Toffler
Idioma Inglês
País  Estados Unidos
Gênero Ciências sociais, história, futurologia
Editora Bantam Books
Lançamento 1980
ISBN 0-517-32719-8
Edição portuguesa
Tradução Fernanda Pinto Rodrigues
Editora Livros do Brasil
Lançamento 1984
Páginas 494
Edição brasileira
Tradução João Távora
Editora Record
Lançamento 1982
Páginas 491
Cronologia
Future Shock
Powershift

O livro The Third Wave é um Best Seller do autor Alvin Toffler escrito em 1980.

O autor, conhecido por suas publicações pós-futuristas, faz um ensaio sobre a sociedade pós-moderna do século XXI, que ele considera, por meio de suas observações e interpretações, como sendo um terceira onda de mudanças políticas, econômicas, sociais e tecnológicas, de influência global [1], as quais são evidenciadas em fatos pós-2020.

De acordo com o autor, a primeira onda refere-se da revolução agrícola, ao domínio das técnicas de agricultura e pecuárias. A segunda onda apresenta as modificações ocorridas na sociedade com base na revolução industrial, da produção em massa e do pós II Guerra Mundial Já a terceira onda é a "Era da Informação", em que, são considerados como capital essencial à produção de riquezas: a mente e a capacidade de inovação do ser-humano, o uso da informação e conhecimento e o apoio da alta-tecnologia (hardware e software). Toffler considerou em seus últimos livros, que haveria desdobramentos dessas ondas. Tais incrementos estão relacionados à sustentabilidade e ao meio ambiente. Para ele, a sociedade contemporânea crescerá e perpetuará a partir de práticas sustentáveis, preocupando-se com os recursos não-renováveis, o meio ambiente e a diminuição das diferenças entre as classes sociais.

No ano de 2012 a obra teve sua 31ª edição da língua portuguesa publicada pela editora Record .

No ano de 2014 a obra teve sua 32ª edição da língua portuguesa publicada pela editora Record .

A Terceira Onda no Brasil[editar | editar código-fonte]

A República Federativa do Brasil, com mais de 200 milhões de habitantes [2], é um País com várias configurações socioeconômicas, desde grandes cidades industrializadas, até cidades com IDH muito baixos. Em relação à Terceira Onda, pode-se verificar que há regiões que vivenciam a "Era Agrícola", outras que estão na fase da "Era Industrial" e, em algumas cidades, evidenciam-se sinais da "Era da Informação".

Sob um outro ponto de vista, há regiões com uma economia voltada à agricultura, com tecnologias de ponta [3], configurando-se em uma mistura dentre as características apresentadas por Alvin Toffler.

Tendências (4a, 5a ou 6a Ondas)[editar | editar código-fonte]

Alguns autores tentam incutir uma sequência de novas ondas, no entanto, Toffler já havia previsto novos desdobramentos, mas que se fundamentariam em suas pesquisas, ou seja, as inovações são oriundas das bases do conhecimento[4].

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Pupo, Fabricio (9 de junho de 2020). «Cinco impactos pós-2020». Consultado em 15 de fevereiro de 2021 
  2. «IBGE | Portal do IBGE | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de fevereiro de 2021 
  3. agrosmart.com.br https://agrosmart.com.br/blog/conheca-5-tendencias-tecnologicas-para-o-agronegocio/. Consultado em 15 de fevereiro de 2021  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. Santos, Maurício Nascimento dos (4 de março de 2016). «A sociedade da informação no século XXI: o cotidiano na cultura digital e a leitura como prática cultural». Consultado em 15 de fevereiro de 2021