A Time to Love and a Time to Die

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Time to Love and a Time to Die
Tempo para Amar e Tempo para Morrer (PT)
Amar e Morrer (BR)
Liselotte Pulver e John Gavin no trailer do filme
 Estados Unidos
 Alemanha

1958 •  Eastmancolor •  132 min 
Direção Douglas Sirk
Produção Robert Arthur
Roteiro Orin Jannings
Erich Maria Remarque
(romance)
Elenco John Gavin
Liselotte Pulver
Jock Mahoney
Gênero Drama
Música Miklós Rózsa
Direção de arte Alexander Golitzen
Alfred Sweeney
Direção de fotografia Russell Metty
Efeitos especiais Whitey McMahon
Clifford Stine
Figurino Bill Thomas
Edição Ted J. Kent
Companhia(s) produtora(s) Universal Pictures
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 9 de julho de 1958
Alemanha julho de 1958
Portugal 10 de outubro de 1958
Idioma Inglês
Alemão
Russo

A Time to Love and a Time do Die (Amar e Morrer BRA ou Tempo para Amar e Tempo para Morrer POR) é uma coprodução teuto/norte-americana de 1958, do gênero drama, dirigido por Douglas Sirk e estrelado por John Gavin e Liselotte Pulver.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

Liselotte Pulver e John Gavin (de costas) em cena do trailer do filme. Liselotte (Lilo), nascida em 1929, em Berna, protagonizou filmes alemães e coproduções europeias, após aprender a profissão nos palcos de sua cidade. A Time to Love and a Time to Die foi o primeiro de seus poucos trabalhos em produções americanas.[1]
O ex-dublê e futuro Tarzan Jock Mahoney em cena do trailer do filme.
Kurt Meisel em cena do trailer do filme.

O filme é baseado no romance "Zeit zu Leben und Zeit zu Sterben" (1954), de Erich Maria Remarque, autor de clássicos libelos contra a guerra, como "Nada de Novo no Front" (1929) e "O Obelisco Negro" (1956). Remarque faz uma pequena participação, como um velho professor.

Contada do ponto de vista de soldados alemães, a história mostra como as guerras colocam de ponta cabeça as vidas de pessoas comuns, de ambos os lados, e as arrastam para situações que lhes fogem ao controle.[2]

O elenco sofre restrições de parte da crítica, principalmente o protagonista John Gavin, a quem faltaria carisma,[2], mas também pelo fato de que diversos personagens alemães são interpretados por atores americanos, como Keenan Wynn, Jock Mahoney e Don DeFore, além do próprio Gavin, todos com seus sotaques trazidos de casa.[3]

Além de indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro, o filme concorreu ao Urso de Ouro do Festival de Berlim.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Segunda Guerra Mundial. Ernst Graeber, jovem soldado nazista, de licença em sua terra natal, conhece Elizabeth. Eles se apaixonam e se casam. Com bombas caindo sobre suas cabeças, conseguem residência junto a uma simpática velhinha. No entanto, Ernst tem de voltar para o front, para a brutal campanha da Rússia. Ao ler uma carta de Elizabeth, descobre que será pai, porém ele não chegará a conhecer a filha.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Mixagem de Som Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Revelação Masculina (John Gavin)
Melhor Filme Para a Promoção do Entendimento Universal
Vencedor
Indicado
Festival de Berlim Urso de Ouro Melhor Filme Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
John Gavin Ernst Graeber
Liselotte Pulver Elizabeth Kruse Graeber
Jock Mahoney Immerman
Don DeFore Hermann Boettcher
Keenan Wynn Reuter
Erich Maria Remarque Professor Pohlmann
Dieter Borsche Capitão Rahe
Barbara Rütting Guerrilheira
Thayer David Oscar Binding
Charles Regnier Joseph
Dorothea Wieck Senhora Lieser
Kurt Meisel Heini
Agnes Windeck Senhora Witte
Clancy Cooper Sauer
John Van Dreelen Um político

Referências

  1. Katz, Ephraim (2008). The Film Encyclopedia (em inglês). Nova Iorque: HarperCollins. ISBN 9780061432859 
  2. a b Butler, Craig. «A Time to Live and a Time to Die» (em inglês). AllMovie. Consultado em 26 de julho de 2017. 
  3. Hirschhorn, Clive (1986). The Universal Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 0706427319 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A Time to Love and a Time to Die