A Tribuna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um jornal que circula na Baixada Santista. Para outros significados, veja Tribuna.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde maio de 2010).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Tribuna
A Tribuna
Periodicidade diário
Formato HD
Sede Santos
Fundação 26 de março de 1894 (125 anos)
Fundador(es) Olímpio Lima
Editora Arminda Augusto
Circulação Baixada Santista
Vale do Ribeira
Partes do Litoral Norte Paulista

A Tribuna é o maior jornal em circulação na Baixada Santista e faz parte do Grupo Tribuna, que conta com a TV Tribuna (afiliada à Rede Globo), a rádio Tri FM, o jornal Primeira Mão (Santos e Campinas) e o portal A Tribuna Digital. E é o único jornal do Brasil com uma seção diária voltada especificamente para o setor portuário, com destaque para o noticiário do Porto de Santos, o maior do País.

Antes denominado Tribuna do Povo, o jornal circula desde 1894 e está entre os mais antigos do País. Desde a sua fundação, sua redação ocupou o prédio histórico da rua João Pessoa nº 129 que possui uma sirene no alto que tradicionalmente é acionada ao meio dia. Em 25 de junho de 2018, muda se para o Tribuna Square (na mesma sede da TV Tribuna e que também abriga a Tri FM) no número 350 da mesma rua João Pessoa ganhando uma nova redação integrada com outros veículos do grupo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.