A Turma do Pererê (1983)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Turma do Pererê
Também conhecido(a) como Turma do Pererê
Formato
Gênero Musical
Baseado em A Turma do Pererê
por Ziraldo
Produção
Diretor(es) Guto Graça Mello

Augusto César Vannucci
(direção-geral)

Produtor(es) Gabriella Vannucci
Editor(es) Antônio Vilela
Elenco Genivaldo dos Santos
Antônio Carlos Pires
Augusto Olímpio
Carlos Leite
Ferrugem
Ricardo Graça Mello
Lina do Carmo
Marinella Graça Mello
Tema de abertura Acorda, Saci
por Wanderléa
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Transmissão original 12 de outubro de 1983

A Turma do Pererê é um especial de televisão de dia das crianças, exibido em 12 de outubro de 1983 pela Rede Globo. A história era inspirada na revista em quadrinhos homônima, de autoria de Ziraldo, lançada 20 anos antes.[1]

A publicação foi a primeira a exibir personagens brasileiros totalmente em cores e a segunda a mostrar o Pererê, personagem lançado na revista O Cruzeiro, na década de 1950.

A história de A Turma do Pererê se passa na Mata do Fundão, e tem início quando o índio Tininim (Ricardo Graça Mello) resolve trocar a vida da floresta pelo frenético dia a dia de uma cidade grande. Cansado do verde e do cheiro da mata, Tininim decide partir para a civilização, apesar dos pedidos de sua namorada Tuiuiú (Marinela Graça Mello), que não quer ficar sozinha e teme pela vida do índio.

A decisão de Tininim mexe também com a vida de todos na floresta. A onça Galileu (Carlos Leite) convoca toda a turma da Mata do Fundão para uma reunião de emergência. Preocupado, o Saci Pererê (Genivaldo dos Santos) resolve ir atrás do índio Tininim para ver como o amigo está se saindo em meio aos ônibus, arranha-céus e agitação da vida urbana. Pererê e sua trupe partem em busca de Tininim, deixando Galileu correndo perigo na mata: os caçadores querem a onça, custe o que custar. Eles desenvolvem uma máquina infalível para matar Galileu, o troféu mais cobiçado pelos membros do Sindicato dos Caçadores.

O programa foi elaborado como uma opereta, em que a história é contada por meio de números musicais. Algumas das canções apresentadas são de autoria do próprio Ziraldo. Outras letras foram compostas por Fagner, Guilherme Arantes, Ivan Lins e Daltony Nóbrega, entre outros. Artistas como Gal Costa, Wanderléia, Luiz Melodia, Fagner, Sérgio Reis e Os Violeiros de Guarulhos, além de outros convidados, cantaram músicas como Canção dos Caçadores, Desperta, Saci, Agulha Num Palheiro, Tininim e Grande Final.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: A Turma do Pererê (álbum)

Foi lançado em 1983 pela Som Livre Ltda.

  • Grande Final - Gal Costa
  • Canção dos Caçadores - Sérgio Reis e Orquestra de Violeiros de Guarulhos
  • Espantalho - Raimundo Fagner
  • Estrela - Ricardo Graça Mello
  • Acorda, Saci - Wanderléa
  • Mata do Fundão - A Turma do Pererê
  • Tininim - Zezé Motta
  • Canção do Tuiuiú - Marinella Graça Mello
  • A Turma do Pererê - A Turma do Pererê
  • Agulha no Palheiro - Luiz Melodia
  • Canção do Vento - Céu da Boca
  • Não se Vá Tininim, Não Se Vá - Marlui Miranda

Produção[editar | editar código-fonte]

Foram usados como cenários desenhos típicos das histórias em quadrinhos, com pontos ampliados e reticulados, além dos recursos onomatopéicos, característicos dessas publicações.

As máscaras dos bichos foram criadas por Stoessel, procurando seguir os desenhos de Ziraldo. Para manter a fidelidade ao espírito brasileiro de Pererê, foram usados acessórios e roupas de índios das tribos do Xingu.

A Turma do Pererê introduziu um novo truque na televisão brasileira, em que máscaras permitiam aos personagens bichos assumirem expressões faciais iguais às humanas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Antônio Carlos – Caçador
  • Arai – Boneca de Pixe
  • Augusto Olímpio – Compadre
  • Carlos Leite – Galileu, a onça
  • Ferrugem – Geraldinho, o coelho
  • Floro – Moacir, o jabuti
  • Genivaldo dos Santos – Pererê
  • Lina do Carmo – Alan, o macaco
  • Marinella Graça Mello – Tuiuiu
  • Paulo Vignolo – Pedro Vieira, o tatu
  • Ricardo Graça Mello – Tininim

Referências

  1. A Turma do Pererê. MemóriaGlobo. Página visitada em 6 de dezembro de 2018.