A Vida num Sopro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de A Vida Num Sopro)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Vida num Sopro
Autor(es) José Rodrigues dos Santos
Idioma português
País  Portugal
Género Romance
Linha temporal Anos 30
Localização espacial Bragança (Portugal)
Editora Gradiva
Lançamento 25 de Outubro de 2008
Páginas 611
ISBN 978-989-616-276-4
Cronologia
O Sétimo Selo
Fúria Divina

A Vida num Sopro é o título do sexto romance do jornalista e escritor português José Rodrigues dos Santos, lançado em 2008 pela Gradiva.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Portugal, anos 30.

Salazar acabou de ascender ao poder e, com mão de ferro, vai impondo a ordem no país. Portugal muda de vida. As contas públicas são equilibradas, Beatriz Costa anima o Parque Mayer, a PVDE cala a oposição.

A Vida num Sopro conta a história do amor de Amélia e de Luís. Luís é um estudante idealista que se cruza no Liceu de Bragança com os olhos cor de mel de Amélia. Apesar de se apaixonarem ainda muito jovens o amor entre os dois vai, porém, ser duramente posto à prova por três acontecimentos que os ultrapassam: a oposição da mãe da rapariga, um assassinato inesperado e a Guerra Civil Espanhola. Amélia desaparece da vida de Luís e este segue o seu percurso sempre pensando nela e tentando encontrar um pouco dela em todas as mulheres que vai conhecendo.

Através da história de uma paixão que desafia os valores tradicionais do Portugal conservador, este fascinante romance transporta-nos ao fogo dos anos em que se forjou o Estado Novo.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.