A Gata de Vison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de A gata de vison)
Ir para: navegação, pesquisa
A Gata de Vison
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Glória Magadan
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Daniel Filho
Walter Campos
Fábio Sabag
Elenco Tarcísio Meira
Yoná Magalhães
Geraldo Del Rey
Jayme Barcellos
ver mais
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 26 de junho de 1968 - 6 de janeiro de 1969
N.º de episódios 169
Cronologia
O homem Proibido
A Última Valsa

A Gata de Vison é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 26 de junho de 1968 a 6 de janeiro de 1969 às 21h30.[1] Foi a "novela das dez" exibida pela emissora.

Escrita por Glória Magadan e dirigida por Daniel Filho, Walter Campos e Fábio Sabag, contou com 169 capítulos.[2] Foi a "novela das dez" exibida pela emissora.

Trama[editar | editar código-fonte]

Na cidade de Chicago, a jovem Maggie Parker (Yoná Magalhães) divide-se entre o detetive Bob Ferguson (Tarcísio Meira) e o gângster Dino Falconi (Geraldo del Rey). Sua irmã gêmea, Dolly Parker, uma gângster rica e influente, morre e deixa um vazio de poder. Os asseclas de Dolly, temendo que grupos rivais se aproveitem disso para ameaçar sua posição, obrigam Maggie a se fazer passar pela irmã, Peggy, sob o controle deles. Maggie, inicialmente uma interiorana ingênua e assustada, obedece à quadrilha, mas depois começa a tentar adquirir o controle de sua própria vida, principalmente ao conhecer o agente federal Bob Ferguson.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Críticas e curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde outubro de 2009).

Referências

  1. «A Gata de Vison». Teledramaturgia. Consultado em 16 de dezembro de 2015 
  2. «A Gata de Vison». Memória Globo. Consultado em 17 de outubro de 2014 
  3. «Em 1968, autora se apaixonou por vilão e o transformou em mocinho». Notícias da TV. 24 de agosto de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.