A resistência (filme de 2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brestskaya krepost
A Resistência (BR)
 Rússia  Bielorrússia
2010 •  cor •  138 minutos min 
Direção Aleksandr Kott
Produção Kathleen Kennedy
Frank Marshall
Ceán Chaffin
Roteiro Vladimir Eremin Алексей Дударев Alexei Dudarev Константин Воробьев Konstantin Vorobyev Екатерина Тирдатова Catherine Tirdatova
Elenco Alex Kopashov Andrew Merzlikin Paul Derevianko Alexander Korshunov Yevgeny Tsyganov
Género Drama
Romance
Guerra
Música Yuri Krasavin
Companhia(s) produtora(s) Belarusfilm Central de Parceria
Idioma russo
Orçamento Rublos russos US$ 225 milhões
Página no IMDb (em inglês)

Brestskaya krepost (A Resistência BRA ) é um filme de guerra russo lançado em 2010, baseado na invasão Nazista a fortaleza de Brest, na atual Bielorrússia em meados de 1941

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Brestskaya Krepost(A Fortaleza de Brest) é um filme bielorrusso feito em parceria com a Rússia, do ano 2010, ano que marcou os 65 anos da vitória sobre o fascismo. Para muitos este foi talvez o melhor, mas com certeza um dos melhores filmes de guerra feito nos últimos 20 anos, trazendo a guerra da perspectiva dos soldados da heróica guarnição do extremo ocidente da União Soviética, hoje, ponto mais ocidental da República de Belarus, sua produção foi inclusive elogiada por seu presidente, Aleksander Lukashenko. Muitas pessoas no mundo provavelmente já ouviram falar de Stalingrado, Leningrado ou, se gostam de olhar mapas, talvez mesmo Kaliningrado, que diferente das outras cidades, ainda leva o mesmo nome(a despeito da região de São Petersburgo ser ainda chamada “Região Leningradense”), poucos, entretanto, ouviram falar dos comunistas da Fortaleza de Brest, aliás, os próprios soviéticos, só vieram saber de seus feitos durante os anos 60, quando vieram a tona documentos e depoimentos que relatavam o que realmente aconteceu lá. Brestskaya Krepost, sob a direção de Alexander Kott, é um drama de guerra único, uma vez que foca nos primeiros dias da guerra para os soviéticos, assim como Pearl Harbor focou no primeiro dia da guerra para os americanos, com a diferença de que seu desfecho tem um sentido muito mais profundo, assim como o filme como um todo, a julgar pelo realismo de suas cenas, de sua história e a brilhante atuação dos atores, com pouquíssima fantasia. Sem dúvidas um filme que marcará o cinema e tem seu lugar dentre os melhores filmes de guerra já feito nos últimos 20 anos.

Links Externos[editar | editar código-fonte]