Aalst (Bélgica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Aalst.
Aalst
Blason Alost.svgAalst (Oost-Vlaanderen) vlag.svg
Aalst belfry.jpg
Geografia
País
Regiões
Flemish Region (en)
Província
Arrondissement
Arrondissement of Aalst (en)
Localização geográfica
Land of Aalst (d)
Denderstreek (en)
Sede
Aalst (d)
Capital de
Land of Aalst (d)
Área
78,12 km2
Altitude
14 m
Coordenadas
Demografia
População
85 715 hab. ()
Densidade
1 097,2 hab./km2 ()
Gentílico
Aalstenaar
Ajuin
Ajuinenvreter
Ajoin
Funcionamento
Estatuto
município belga com privilégios de cidade (d)
comuna da Bélgica
Presidente
Christoph D'Haese (en) (a partir de )
Geminação
identidade
Santo padroeiro
Identificadores
Código postal
9300–9320
9300
9310
9320
9308
Prefixo telefônico
053
Website
Campanário de Aalst.

Aalst é um município belga da Flandres Oriental localizado às margens do rio Dender, a 24 km noroeste de Bruxelas.

A divisão compreende a própria cidade de Aalst e as aldeias de Baardegem, Erembodegem, Gijzegem, Herdersem, Hofstade, Meldert, Moorsel e Nieuwerkerken.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros documentos históricos sobre Aalst remontam ao ano de 840, e descrevem-na como uma dependência da Abadia de Lobbes. A construção da entrada da cidade começou em meados do século XII. Ainda existem muitos manuscritos desta época, apesar da cidade ter sido quase totalmente queimada por um incêndio em 1360. A cidade foi reconstruída em pouco tempo. O campanário do século XV, em estilo gótico, é um marco importante desta reconstrução. A cidade foi ainda tomada pela França na Guerra da Devolução, que a manteve de 1667 a 1706.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A 1 de janeiro de 2005, Aalst tinha uma população total de 77 007 habitantes. A área total é de 78,12 km², o que perfaz uma densidade populacional de 985,81 habitantes por km².

Economia[editar | editar código-fonte]

É uma região produtora de cerveja e têxteis.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Aalst é conhecida pelas suas festividades de Carnaval, onde é eleito o Príncipe do Carnaval, a quem é permitido governar a cidade por um dia. No Domingo Gordo, ocorrem paradas pela cidade. A terça feira de Carnaval é conhecida como o dia das Voil Jeannetten (literalmente: "as Joanas Sujas"), ou homens vestidos de mulher.

Em 2010 foi considerado Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, título que foi retirado em 2019 pelo facto de que as suas repetições recorrentes de racismo e representações antissemitas serem incompatíveis com os princípios fundamentais da Convenção para a salvaguarda do património cultural imaterial[2].

Locais de Interesse[editar | editar código-fonte]

  • A Igreja da Colegiada de São Martinho, em estilo gótico, data de 1480. Contém uma famosa pintura de Rubens, "São Roque orando a Cristo para terminar a Praga em Aalst".
  • Aalst orgulha-se também de um belo oratório (datada de 1605), que inclui esculturas de Hieronymus Duquesnoy, o velho.
  • O campanário
  • A estátua de Dirk Martens, o primeiro impressor de livros dos Países Baixos.

Referências

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • "Aalst.", in The Encyclopedia Britannica.
  • "Aalst." in The Columbia Encyclopedia, 6th ed.
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Aalst (Bélgica)


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bélgica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.