Aarão Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cabeças dos fundadores de Belo Horizonte. Da esquerda à direita: Antônio Augusto de Lima, Afonso Pena, Bias Fortes e Aarão Reis, dentro do Parque Municipal de Belo Horizonte.

Aarão Leal de Carvalho Reis (6 de maio de 18531936) foi o engenheiro e urbanista paraense nomeado para fazer o levantamento do local apropriado para a construção da nova capital do estado de Minas Gerais, Belo Horizonte. Após o levantamento, Aarão Reis permaneceu como chefe da comissão que construiu a capital. Anos antes, Aarão Reis planejou a cidade de Soure, na Ilha do Marajó. Dirigiu o Banco do Brasil e o Lloyd Brasileiro, e foi eleito deputado federal em 1911 e 1927.

Filho de Anna Leal de Carvalho Reis e Fábio Alexandrino de Carvalho Reis, de chegou a presidência da província do Pará, Aarão nasceu em 1853 na capital da província do Pará, onde seu pai exercia então o cargo de inspetor da alfândega.

Matriculando-se na Escola Central - futura Escola Politécnica do Rio de Janeiro - em 1869, ali concluiu o curso de engenheiro geógrafo em 1872, o de engenheiro civil em 1874, e recebeu o grau de bacharel em Ciências Físicas e Matemáticas, já tendo antes exercido o magistério como professor de matemática elementar em diversos colégios.

Em 1873, antes de bacharelar-se, entrou como praticante para a direção das obras públicas da alfândega; em 1875, apenas formado, foi nomeado para fiscalizar as obras do novo matadouro da corte, onde sustentou uma luta com os empreiteiros que procuravam combater as cláusulas firmadas com o governo, trabalho que exerceu até ser rescindido o contrato, em novembro de 1878; em 1879 fez parte da comissão, que, sob a presidência do conselheiro Cristiano Benedito Ottoni, deu parecer sobre a rescisão do contrato e avaliou as obras feitas e por fazer no novo matadouro, dirigindo o serviço das obras feitas; e depois, como engenheiro gerente, incorporou a companhia ferro-carril de Cachambi, que conseguiu montar em oito meses, construindo os primeiros dois quilômetros de via férrea, regulamentando e iniciando o tráfego.

Fundou a sociedade União Beneficente Acadêmica da Escola Central com seu colega José de Nápoles Telo de Meneses, e dela foi presidente.

Planta do núcleo urbano existente no local onde se implantou a cidade de Belo Horizonte

O Projeto[editar | editar código-fonte]

Como chefe da comissão de construção da nova capital, Aarão Reis desenhou a planimetria da nova cidade.Todo o planejamento de planimetria, arquitetura, e construção foi feito por ele nos anos entre 1894 e 1897. Depois do planejamento e construção, ele se mudou para Belo Horizonte, tendo morado em uma casa no local onde hoje é o Parque Municipal de Belo Horizonte. O plano do engenheiro para a criação de BH consistia na definição de uma avenida (a Avenida do Contorno) para delimitar a futura área urbana da cidade, e fazer com que a cidade fosse construída apenas dentro de tal avenida, conforme seu projeto para as ruas, avenidas e bairros. Devido ao grande crescimento econômico que mais tarde ocorreria na região de Belo Horizonte, este projeto de delimitação da área urbana no interior da avenida se tornou inviável e a cidade cresceu em meio as montanhas, muito além do limite original. A região de Belo Horizonte que se localiza no interior de tal avenida é hoje o centro da cidade, já que Belo Horizonte cresceu muito além do previsto. Aarão Reis já foi homenageado de diversas formas na cidade de Belo Horizonte, dentre elas a criação da a Avenida Aarão Reis.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.