Orictéropo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Aardvark)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Aardvark redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Aardvark (desambiguação).
Como ler uma caixa taxonómicaOricteropo
Ocorrência: Mioceno Inferior–Recente
Porc formiguer.JPG

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Superordem: Afrotheria
Ordem: Tubulidentata
Família: Orycteropodidae
Gray, 1821
Género: Orycteropus
G. Cuvier, 1798
Espécie: O. afer
Nome binomial
Orycteropus afer
(Pallas, 1766)
Distribuição geográfica
Aardvark area.png

O oricteropo (português europeu) ou orictéropo (português brasileiro)[2] (nome científico: Orycteropus afer) é um mamífero africano, o único representante vivo da ordem Tubulidentata, da família Orycteropodidae e do seu género. Este animal distribui-se por todas as planícies e savanas do sul de África[3] . O nome aardvark, pelo que é conhecido em vários países, significa "porco-da-terra" em africâner (aarde, "terra", e vark, "porco"), mas este animal não está relacionado com a família Suidae. Também é conhecido como aardvark, jimbo, porco-da-terra, porco-formigueiro, timba, timbo,[4] ou oricterope[5]

Características[editar | editar código-fonte]

É um animal de médio porte que pode pesar entre 40 a 100 kg. Tem uma pele espessa e de cor amarelada a acastanhada, revestida por poucos pelos, e orelhas compridas e bicudas. A dentição do oricteropo é única na classe dos mamíferos e o motivo pelo qual são classificados numa ordem à parte. O adulto tem 20 dentes distribuidos segundo a fórmula 0/0 0/0 2/2 3/3, constituidos por dentina e com uma cavidade tubular. Os dentes não são revestidos e desgastam-se; para compensar os dentes crescem continuamente. A língua, vermiforme, tem uma superfície pegajosa e pode chegar a ter 30 centímetros. Os porco-formigueiros consomem ocasionalmente outros insectos, pequenos roedores e frutos mas a sua alimentação base é composta de térmitas e formigas. Para comerem estes insectos e como protecção contra predadores, os orictéropos desenvolveram uma capacidade excelente para escavar buracos e túneis no subsolo e podem enterrar-se completamente no solo em menos de um minuto.

São animais noturnos e solitários que não mantêm territórios, deslocando-se com frequência dentro do seu habitat em busca de fontes de alimento. Apenas fémeas mantêm morada fixa e mesmo assim só durante a época de reprodução, que varia de acordo com a latitude em que vivem. A gestação dura em média 7 meses e resulta numa única cria, embora tenham sido registados nascimentos de gémeos. As crias nascem dentro de tocas e mantêm-se escondidas por várias semanas. Aos seis meses, o oricterope começa a alimentar-se sozinho e a maturidade sexual é atingida aos dois anos.

Os porco-formigueiros não têm importância económica para o homem mas foram ocasionalmente caçados como fonte de alimento. Graças à sua preferência alimentar por cupins, estabelecem um equilíbrio importante nas populações destes insetos sendo os buracos que cavam em busca de alimento utilizados por diversas espécies como refúgio.

A ordem Tubulidentata surgiu no Miocénico inferior, no atual Quénia.

Mitologia Egípcia[editar | editar código-fonte]

Na mitologia egípcia, o deus Seth, irmão de Osíris era representado como tendo um corpo humano e cabeça de Orictéropo.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Os oricteropos também aparecem na cultura popular:

  1. Arthur (desenho)
  2. A Formiga e o Oricteropo
  3. Um dos animais do African Adventure
  4. Cerebus the Aardvark, série em quadrinhos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies

Referências

  1. Lindsey, P.; Cilliers, S.; Griffin, M.; Taylor, A.; Lehmann, T.; & Rathbun, G. (2008). Orycteropus afer (em Inglês). IUCN 2012. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2012 Versão 2. Página visitada em 22 de dezembro de 2012.
  2. "Orictéropo", Dicionário Aurélio.
  3. Klickeducacao: Aardvark
  4. «Aardvark». Dicionário Houaiss. Consultado em 29 de Agosto de 2009. 
  5. «Oricteropo». Dicionário Houaiss. Consultado em 29 de Agosto de 2009.