Abadiânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Abadiânia
Bandeira de Abadiânia
Brasão de Abadiânia
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de outubro de 1953 (65 anos)
Gentílico abadiense [1]
Lema Construindo o futuro.
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Abadia
CEP 72940-000
Prefeito(a) José Diniz
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Abadiânia
Localização de Abadiânia em Goiás
Abadiânia está localizado em: Brasil
Abadiânia
Localização de Abadiânia no Brasil
16° 12' 14" S 48° 42' 25" O16° 12' 14" S 48° 42' 25" O
Unidade federativa Goiás
Mesorregião Leste Goiano IBGE/2008[2]
Microrregião Entorno do Distrito Federal IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Anápolis, Alexânia, Corumbá de Goiás, Gameleira de Goiás, Silvânia e Pirenópolis
Distância até a capital 78 84 km
Características geográficas
Área 1 044,159 km² [3]
População 17 326 hab. IBGE/2013[4]
Densidade 16,59 hab./km²
Altitude 900 m
Clima Tropical com estação seca AW
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,689 médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 70 509,245 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 5 337,97 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura www.abadiania.go.gov.br
Câmara www.abadiania.go.leg.br

Abadiânia é um município brasileiro do interior do estado de Goiás, Região Centro-Oeste do país.

A cidade era famosa internacionalmente por sediar a Casa de Dom Inácio de Loyola, onde o médium João Teixeira de Faria realiza suas cirurgias sem anestesia. Sua população estimada em 2010 era de 15 752 habitantes.

Um dos lados da cidade, que é dividida pela rodovia federal BR-060, é ocupado principalmente por hotéis, pousadas e pontos comerciais voltados para o público estrangeiro da Casa.

Provavelmente entrará em crise econômica, pois o principal meio de subsistência, João de Deus, está foragido depois de mais de trezentas denuncias de abuso sexual.[7]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Vista do lago da usina Corumbá IV nas proximidades do município de Abadiânia.

Um dos principais pontos turísticos de Abadiânia é o lago artificial formado pela usina hidrelétrica de Corumbá IV, que gera energia para o Distrito Federal.[8] Porém, na cidade o lago não é usado para fins de abastecimento. Também não há uma área pública às margens do lago, restringindo o acesso aos proprietários de fazendas ou de lotes.

Referências

  1. «Histórico de Abadiânia» (PDF)  - IBGE
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Estimativa Populacional 2013» (PDF). Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2013. Consultado em 23 de outubro de 2013 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «João de Deus retirou R$ 35 milhões de contas bancárias após primeiras denúncias, dizem investigadores». O Globo. 15 de dezembro de 2018. Consultado em 16 de dezembro de 2018 
  8. «Corumba IV». Consultado em 29 de Dezembro de 2010. Arquivado do original em 11 de abril de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.