Abadia de Paisley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Abadia de Paisley

Abadia de Paisley é uma antiga abadia beneditina, e desde a Reforma, uma diocese da Igreja da Escócia, situada no centro da cidade de Paisley.

A igreja começou a ser construída em 1163, dedicada a Nossa Senhora. Treze monges vieram de Cluny para fundar a comunidade. Cresceu rapidamente e em 1245 ganhou o status de abadia. Foi reconstruida no século XIV.[1]

Acredita-se que William Wallace tenha estudado lá quando jovem.[2]

Roberto II da Escócia nasceu lá, quando sua mãe, Marjorie Bruce, mãe de toda a Casa de Stuart, em viagem, caiu do cavalo e teve que se abrigar na abadia, onde veio a falecer e está enterrada.[3]

Com a Reforma Escocesa, a abadia passou para a Igreja da Escócia, presbiteriana, e ainda mantém uma comunidade e cultos regulares.

Sua arquitetura apresenta diversos pontos de interesse, de se notar a construção gótica muito bem conservada; uma cruz, chamada Barochan, provavelmente celta, do século VIII; o conjunto de gárgulas, parcialmente reformado nos anos 1990; .

Referências

  1. Martin Li (2008). Glasgow & the River Clyde. [S.l.]: Hunter. ISBN 1-58843-406-0GB 
  2. Kaye D. Hennig (2008). King Arthur: Lord of the Grail. [S.l.]: Design. 210 páginas. ISBN 978-0-9800758-0-9 GB 
  3. David. R. Ross (2002). A Passion for Scotland. [S.l.]: Luath Press. 56 páginas. ISBN 1842820192 GB