Abakada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O alfabeto abakada é uma adaptação local do alfabeto latino para uso pela língua tagalo das Filipinas. Esse alfabeto criado por Lope K. Santos em 1940[1] foi oficialmente adotado pela “Comissão da Língua filipina (Instituto da Língua Nacional)” ou Surian ng Wikang Pambansâ para ser usado pela língua filipina (Língua Nacional com base no Tagalo) - Wikang Pambansâ na Batay sa Tagalog, também chamada de Wikang Pambansâ.

Sequência do alfabeto Abakada[editar | editar código-fonte]

Letras Maiúsculas ou Caixa Alta
A B K D E G H I L M N NG O P R S T U W Y
Letras Minúsculas ou Caixa Baixa
a b k d e g h i l m n ng o p r s t u w y

História[editar | editar código-fonte]

Durante o período da história Filipina anterior a 1521 (Conquista Espanhola das Filipinas), o tagalo antigo era escrito com a o alfabeto Kawi ou o Baybayin. O Dr.José Rizal, heroi nacional das Filipinas, inicialmente sugeriu que se “indigenizasse“ um alfabeto para as línguas filipinas ao substituir as letras C e Q pelo K.[2] Com base nessa “indigenização” proposta por Rizal, o Abakada se tornou a escrita da língua Tagalo.

Presentemente,todas as línguas das Filipinas podem ser escritas com o uso do Alfabeto filipino moderno, o qual, alias, inclui todas as letras do alfabeto Abakada.

Relações – Abakada e Babaiyin[editar | editar código-fonte]

Escrita Baybayin, mostrando as equivalências com as 20 letras do Abakada

.

A – "A"
B – "Ba"
K – "Ka"
D – "Da"
E – "E"
G – "Ga"
H – "Ha"
I – "I"
L – "La"
M – "Ma"
N – "Na"
Ng – "Nga"
O – "O"
P – "Pa"
R – "Ra"
S – "Sa"
T – "Ta"
U – "U"
W – "Wa"
Y – "Ya"

Referências

  1. Ebolusyon ng Alpabetong Filipino. Página visitada em 2010-06-22.
  2. Pangilinan, Michael Raymon. Kapampángan or Capampáñgan: Settling the Dispute on the Kapampángan Romanized Orthography. Página visitada em 2010-06-21.